Demóstenes responde a Caiado… e estapeia com gosto

do Brasil 247

Demóstenes afirma que Cachoeira financiou Caiado

Ex-senador Demóstens Torres diz que campanhas do líder do DEM de 2002, 2006 e 2010 foram bancadas pelo pivô da Operação Monte Carlo; “Ronaldo fazia sim parte da rede de amigos de Carlos Cachoeira”, escreve ele no artigo “Ronaldo Caiado: uma voz à procura de um cérebro”, publicado nesta terça no Diário da Manhã; “Siga o dinheiro”, completa, sugerindo investigação das contas das campanhas do democrata; Demóstenes acusa ainda o senador Agripino Maia e outros integrantes de sua chapa em 2010 no Rio Grande do Norte de terem se beneficiado de um “esquema goiano”, com intermediação de Caiado; por fim, disparou: “Você rouba, mente e trai”

Goiás247 – O procurador de Justiça e ex-senador cassado Demóstenes Torres acusa o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado, de ter sido financiado pelo contraventor Carlos Cachoeira nas campanhas que disputou à Camara Federal nos anos de 2002, 2006 e 2010. Segundo Demóstenes, as digitais da contravenção seriam facilmente identificadas com uma investigação nas contas de material gráfico, transporte aéreo e gastos com pessoal. As afirmações estão contidas em artigo publicado na edição desta terça-feira (31) do jornal Diário da Manhã, de Goiânia.

Demóstenes diz que Caiado era amigo de Cachoeira e médico do filho do contraventor, que recorre em liberdade de uma condenação de primeira instância a mais de 39 anos de prisão pela Operação Monte Carlo, deflagrada em 2012 e que resultou na cassação de Demóstenes e na CPI do Cachoeira, que não teve resultados concretos. “Ronaldo, fazia sim, parte da rede de amigos de Carlos Cachoeira, era , inclusive, médico de seu filho. Mas não era só de amizade que se nutria Ronaldo Caiado, peguem as contas de seus gastos gráficos, aéreos e de pessoal, notadamente nas campanhas de 2002, 2006 e 2010, que qualquer um verá as impressões digitais do anjo caído. Siga o dinheiro.

Demóstenes cita ainda um suposto “esquema goiano” que teria financiado a campanha do presidente nacional do DEM, senador José Agripino Maia (RN), e outros integrantes da chapa, que elegeu ao governo potiguar a então senadora Rosalba Ciarlini. “Caiado não ousou me defender, me traiu, mas, em relação a Agripino Maia, figura pouquíssimo republicana, disse que ele merece o benefício da dúvida. Poucos sabem, mas o político potiguar e seus companheiros de chapa em 2010 foram beneficiados pelo “esquema goiano”, com intermediação de Ronaldo Caiado.

O senador cassado diz ainda que Caiado intercedeu em favor do delegado aposentado da Polícia Civil de Goiás, suposto operador de jogos ilegais, para que Cachoeira abrisse espaço para a ampliação de suas operações ilegais: “Ronaldo Caiado é chefe de um dos mais nocivos vagabundos de Goiás, o delegado de polícia civil aposentado Eurípedes Barsanulfo, que era o melhor amigo de Deuselino Valadares, o delegado de polícia federal que fez um ‘relato’, segundo Carta Capital, onde me acusava de ser beneficiário do jogo do bicho. Esse relato jamais apareceu oficialmente, mas serviu para que o PSOL dele se utilizasse para representar-me perante o Conselho de Ética do Senado. No final do ano passado, o jornal Diário da Manhã, de Goiânia , publicou uma matéria assinada em que acusa o dito delegado de ter forjado o documento a mando de um seu chefe político. Quem era ele? Ronaldo Caiado, todos sabem. Aliás, Eurípedes Barsanulfo, este sim, era prócer das máquinas caça-níqueis em Goiás. Ronaldo uma vez, inclusive, me pediu para interferir junto a Carlos Cachoeira para ampliar a atividade de Eurípedes no jogo ilícito.”

Demóstenes faz críticas severas ao comportamento do ex-aliado, que qualificou-o como “grande decepção” à Coluna Radar, de Veja, o que terias motivado a reação: Ronaldo é um mitômano e tem um comportamento dúbio, às vezes tíbio, às vezes dissimulado. Na tribuna oscila. É sintomático o caso Garotinho. Ronaldo o acusa de formação de quadrilha, é o que está unicamente nas redes sociais; Garotinho o acusa de ser traíra por ter me abandonado; Caiado volta à tribuna e pede arreglo à Garotinho. Os dois últimos vídeos desapareceram das redes sociais.”

E ainda mandou uma advertência: “Me deixe em paz, senador. Continue despontando para o anonimato. É o seu destino. Não me move mais interesses políticos. Considero vermes iguais a você Marconi Perillo e Iris Rezende. Toque sua vida, se fizer troça comigo novamente não o pouparei. Continue fingindo que é inocente e lembre-se que não está na sarjeta porque eu não tenho vocação para delator”

Leia a íntegra do artigo.

Ronaldo Caiado: uma voz à procura de um cérebro

Fiz uma opção íntima, à partir das turbulências que enfrentei , de permanecer em silêncio até que a justiça desse o veredito final e me aclamasse inocente, como de fato sou. Já obtive duas liminares no STF e uma no STJ, suspendendo os processos contra mim, porque, na verdade, fui vítima de um grande complô, que , ao final, será desnudado. Jamais desejei vir a público expor meu enredo antes que houvesse uma decisão definitiva sobre a licitude da prova contra mim forjada e mesmo sobre o conteúdo desta ,ou seja, não me recuso a enfrentar o mérito das escutas, ainda que elas sejam ilegais.

Sofri toda espécie de acusação, pilhagem intelectual e moral, deserções e contrafações, a tudo resisti porque as esvaziarei.

Mais que as decisões de instâncias superiores, há várias verdades iniludíveis. Jamais fui acusado de desviar qualquer centavo público: ninguém diz que roubei valores de estradas, pontes, hospitais, escolas… Nada.

Uma perícia realizada pelo próprio Ministério Público, e jamais oficialmente divulgada, assevera que eu poderia ter um patrimônio 11 por cento maior do que possuo; prova de que não há enriquecimento ilícito, que o apartamento que financiei junto ao Banco do Brasil teve todas as parcelas pagas em débito de conta corrente, cujo único abastecimento é o salário que percebo e com mais 27 anos de prestações restantes. A insinuação de que tinha conta corrente no exterior sucumbiu, nada sequer passou perto de ser comprovado e nas garras da imprensa continuo, vez por outra, sendo arranhado. Aliás, todos os membros do Ministério Público que me molestam têm um padrão de vida superior ao meu e muitos com gostos idênticos. Não os acuso de nada, mas por que então o que eles possuem é legal e o que eu tenho não?

A acusação que pesava contra mim era ser amigo de Carlos Cachoeira. Era não, sou. Não vivo como Lula e José Dirceu, nem como um monte de hipócritas. Não devo e não temo.

Clamei da tribuna, que me investigassem, que me dessem o direito de defesa e do contraditório, tudo em vão. Em um processo sumário fui execrado e humilhado, o que não acontece com os parlamentares envolvidos na operação lavajato , que contribuíram para o desvio de bilhões de dólares dos cofres da Petrobras. O PT e os governistas me enxovalharam no intuito de melar o julgamento do mensalão. O PSDB resolveu salvar Marconi Perillo, que gastou uma fortuna dos cofres públicos para custear sua absolvição. Os “éticos” do Senado viram uma oportunidade para se livrarem de quem os retirava do noticiário cotidiano nacional. O Judas Ronaldo Caiado reinventou a tese de que não existem traições de pessoas e sim de princípios e que para isso estava autorizado a qualquer coisa com algum alcance moral, inclusive trair, à semelhança de Hitler, Mussolini, Stalin e tantos outros degenerados. Viu aí uma oportunidade para soerguer-se politicamente. Bastava afundar-me no buraco e, prazenteiramente, o fez.

Hoje, lamentavelmente, saio do ostracismo a que me tinha recolhido para enfrentar declarações dadas ao “painel” da revista Veja, em que o senador por Goiás, Ronaldo Caiado, afirma que sou uma grande decepção em sua vida e um traidor.

Confesso que surpreendi-me. Ronaldo fez uma campanha em que aproveitou meu número, 251, e o meu slogan “defender Goiás”. Jamais fez qualquer pronunciamento sobre mim, mesmo na presença de correligionários seus que às vezes me atacavam entendendo que isso granjearia votos junto à claque.

Nesse período, mandou vários recados na tentativa de “tranquilizar-me”, sem obter resposta e num dia, quando não era ainda candidato, encontrou-me num estabelecimento comercial chamado “Jerivá”, quando eu saía do banheiro, e tentou conversar comigo, bem risonho, o que mereceu uma esquiva de minha parte.

Ronaldo é um mitômano e tem um comportamento dúbio, às vezes tíbio, às vezes dissimulado. Na tribuna oscila. É sintomático o caso Garotinho. Ronaldo o acusa de formação de quadrilha, é o que está unicamente nas redes sociais; Garotinho o acusa de ser traíra por ter me abandonado; Caiado volta à tribuna e pede arreglo à Garotinho. Os dois últimos vídeos desapareceram das redes sociais.

Mas, enfim, Caiado se passava como uma espécie de irmão mais velho pra mim, falava da afinidade de nossas teses, que era um conservador não beligerante, pra isso não poupando sequer seus antepassados, e que desejava um futuro liberal para o Brasil.

Ronaldo, fazia sim, parte da rede de amigos de Carlos Cachoeira, era , inclusive, médico de seu filho. Mas não era só de amizade que se nutria Ronaldo Caiado, peguem as contas de seus gastos gráficos, aéreos e de pessoal, notadamente nas campanhas de 2002, 2006 e 2010, que qualquer um verá as impressões digitais do anjo caído. Siga o dinheiro.

Caiado não ousou me defender, me traiu, mas, em relação a Agripino Maia, figura pouquíssimo republicana, disse que ele merece o benefício da dúvida. Poucos sabem, mas o político potiguar e seus companheiros de chapa em 2010 foram beneficiados pelo “esquema goiano”, com intermediação de Ronaldo Caiado.

Ronaldo Caiado é chefe de um dos mais nocivos vagabundos de Goiás, o delegado de polícia civil aposentado, Eurípedes Barsanulfo, que era o melhor amigo de Deuselino Valadares, o delegado de polícia federal que fez um “relato”, segundo “Carta Capital”, onde me acusava de ser beneficiário do jogo do bicho. Esse relato jamais apareceu oficialmente, mas serviu para que o PSOL dele se utilizasse para representar-me perante o conselho de ética do Senado. No final do ano passado, o jornal Diário da Manhã de Goiânia , publicou uma matéria assinada em que acusa o dito delegado de ter forjado o documento a mando de um seu chefe político. Quem era ele? Ronaldo Caiado, todos sabem. Aliás, Eurípedes Barsanulfo, este sim, era prócer das máquinas caça-níqueis em Goiás. Ronaldo uma vez, inclusive, me pediu para interferir junto a Carlos Cachoeira para ampliar a atividade de Eurípedes no jogo ilícito. Simplesmente, disse a ele, como era verdade, que desconhecia a prática de ilicitudes por parte de Cachoeira.

Ronaldo Caiado é um oportunista. Muitos que vivem fora de Goiás devem imaginar que ele é um coerente, uma figura emergida dos anseios das ruas, um puritano. Qual o quê! Na atividade política é um profissional de lupanar. Dois fatos podem elucidar seu caráter de Fouché. No primeiro, em 2006, Caiado me incentivou a ser candidato a governador. Quando minha candidatura fez água, ainda em agosto, ele pode ser visto acompanhando tanto o candidato Maguito ,quanto o outro, Alcides. No pior declínio moral, chegou a ser filmado no palanque da candidata Vanusa Valadares, mulher do hoje prefeito Eronildo Valadares em Porangatu. Portanto, quadrúpede que é, tinha suas patas, simultaneamente, em 3 canoas.

Ano passado sua degradação se expandiu. Ronaldo Caiado ,no afã de ser candidato a Senador ao lado de Marconi Perillo, foi atrás de Aécio Neves e Agripino Maia(este dependente financeiro de Perillo) para que eles compusessem a chapa com coerência nacional, apesar de todo histórico de desavenças com o carcamano. Um pouco mais vexatório, mandou a própria esposa num evento na cidade de Americano do Brasil, onde a apedeuta, além de usar a palavra, pregou o voto em Perillo, alegando que ele era um grande estadista e que esperava sua reeleição para o bem de Goiás. Relembre-se: quem teve negócios com Cachoeira foi Perillo, eu não.

Resumo da ópera: o tenor recusou os apelos da mezzosoprano e mandou o barítono procurar rumo. Ronaldo acabou nos braços de Iris Rezende a quem tinha acusado ,toda a vida, de ser um corrupto diante do qual os demais se afigurariam “trombadinhas”.

Nessa sua linha vesga de assinalar uma coisa e fazer outra, Ronaldo Caiado deseja a extinção do DEM a fim de se filiar ao PMDB de Íris Rezende por um motivo muito simples: ambiciona estar em uma agremiação que lhe dê estrutura para disputar o governo de Goiás. Na fusão do DEM com o PTB irá para o PMDB, possibilidade constitucionalmente aceita de adesão partidária. Irá, oficialmente, se opor. Parecerá até o fim um coerente, um habanero puro. Seguirá as ordens de seu chefe político ACM Neto, que financiou sua última campanha em Goiás e que lhe assegurou, caso perdesse a eleição, o confortável posto de secretário de saúde em Salvador, em cuja região Caiado costuma passar suas férias às expensas da empresa OAS.

Quem pensa que Ronaldo Caiado é espontâneo se engana. Tudo é meticulosamente calculado. Por que ele não veio para as ruas de Goiânia na passeata e preferiu São Paulo? Porque em Goiânia seria vaiado. E por que São Paulo? Porque era mais fácil de mentir. O desafio a mostrar uma filmagem dele no meio dos manifestantes na avenida Paulista em São Paulo. Só aparecem coisas periféricas. Tirou uma fotografia com uma camiseta fascista – não porque Lula não mereça vaias, as merece mais que os demais- e deu motivos para uma gritaria justa em favor de um injusto. Como é do seu caráter, estava simulando caminhar na passeata. Nesse aspecto , se assemelha ao Deputado Federal goiano Giuseppe Vecci que participou da passeata em Goiânia por ser um ilustre desconhecido, apesar de eleito. Ironia: Vecci desfilou porque é uma nulidade da sombra, Caiado se absteve por ser uma do sol. Parece que o tesoureiro-mor,Jaime Rincon, chefe da agência goiana de obras públicas, também fez evoluções pela passarela.

Ronaldo Caiado foi um dos relatores da reforma política na Câmara dos Deputados, sempre alegou que sua motivação era a coerência política, que a prática demonstrou não ser o seu forte. Ele diz que gostaria de ter um embate com Lula na eleição pra presidente da república. Eu acho que seria ótimo, os dois se equivalem moralmente. Um já foi desmascarado , o outro poderá sê-lo amanhã.

Um dia, no meu escritório político no setor sul, em Goiânia, houve um telefonema entre Ronaldo Caiado e o hoje conselheiro do Tribunal de contas dos municípios de Goiás, Tião Caroço. Este trazia uma notícia que transtornou o Senador, que disse então aos berros: “avisa ao Marconi que eu vou resolver com ele da forma que ele quiser, no braço, na faca, no revólver”. Esse episódio se tornou público e gerou os maiores desgastes para o fanfarrão, que pra minha surpresa repeliu tudo. Um dia, me contando a história, negou que havia falado isso, se esquecendo que eu era a testemunha ocular.

Pois agora, Ronaldo Caiado, quero ver se você é homem mesmo. Nos mesmos termos que você mandou oferecer ao frouxo Marconi Perillo, eu me exponho.

Me lembro da veneração ,que quando criança, meu pai tinha pelo grande Emival Caiado e pelo seu pai o advogado Edenval Caiado, que se envergonharia de ver que um filho seu foge à luta.

Você diz em seus discursos que Caiado não rouba, não mente e não trai. Você rouba, mente e trai.

Talvez o meu silêncio tenha sido entendido por você como um sinônimo de covardia, de pusilanimidade. Essas palavras não existem no meu dicionário. Não posso dizer que você seja um mau-caráter, pois você simplesmente não o possui. É , na verdade, um espécie de Zelig oportunista e bravateiro.

Você deveria ir pra Brasília em seu cavalo branco, estacioná-lo na chapelaria do Senado e subir à tribuna para fazer o que já faz: relinchar, relinchar.

Me deixe em paz Senador. Continue despontando para o anonimato. É o seu destino. Não me move mais interesses políticos. Considero vermes iguais a você Marconi Perillo e Íris Rezende. Toque sua vida, se fizer troça comigo novamente não o pouparei. Continue fingindo que é inocente e lembre-se que não está na sarjeta porque eu não tenho vocação para delator. Tome suas medidas prudenciais e faça-se de morto.

Ano passado deu-se o centenário do nascimento de Carlos Lacerda e uma horda de hipossuficientes passou a rotular a qualquer um de lacerdista, que para eles é apenas alguém estridente e barulhento. Ronaldo Caiado diz que se inspira em Lacerda.Mentira, Lacerda foi tradutor de Shakespeare, foi o primeiro brasileiro a romancear um quilombola, falava e escrevia como um clássico. Demoliu presidentes e adversários. Eleito governador foi sem sombra de dúvidas o melhor gestor da Guanabara. Ronaldo Caiado jamais conseguiu terminar de ler um livro. Por sua formação francesa, o mais perto que chegou do fim foi” o menino do dedo verde” , mas o achou muito “profundo”. Ronaldo Caiado é só uma voz à procura de um cérebro.

Demóstenes Torres é ex-senador e procurador de Justiça

Leia a nota oficial do senador Ronaldo Caiado

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

71 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Maurilio

- 2015-04-08 17:26:28

conversa de lavadeiras

Conversa de lavadeiras, e essas que me perdoem por compará-las... são apenas as conversas, pois em trabalho honesto, em caráter e honradez, vocês estão há anos-luz dessas figuras grotescas que campeiam a nossa "ilustre" política! Tem até um internacionalmente famoso, PROCURADO PELA INTERPOL (oficialmente), e muito bem achado entre seus pares na câmara dos deputados!

Batata

- 2015-04-05 16:51:15

Isso não é concurso literário

Não dá para tratar como literatura o pega entre os dois.

É mais embaixo. 

São os bastidores de Goiás, azedados na corredeira, na cachoeira ...

Maurilio

- 2015-04-05 04:47:04

Aflorando honestidade

Na festinha do dia 15 que a globo convocou (logo ela, tão honesta e honrada desde a sua criação), assim como outros grandes empresários (não menos corruptos, sonegadores) patrocinando na surdina, estranhei o AFLORAMENTO de HONESTIDADE de alguns políticos cuja "capivara", ficha corrida é bem extensa. O agripino maia é um exemplo de cara de pau, assim como tantos outros (psdb) cheios de processos nas costas que sairam bradando contra a corrupção! Com qual Moral??? Esse caiado sempre esteve do lado do povo… dele, os RURALISTAS, santo não é, o pessoal de Goiás conhece sua história! Esse AFLORAMENTOde HONESTIDADE, não combina com a trajetória desses. 

Alessandre de Argolo

- 2015-04-04 01:54:00

Demóstenes escreve com a bílis contaminando todo o texto

Constrangedor ler esse texto. O cara é ressentimento puro. Tem erros de pontuação, inclusive (tem frases que eram pontos no lugar de vírgulas). Achei o estilo de Demóstenes fraco, esforçado até eu diria, mas sem qualquer fluidez o ritmo da escrita, que é amarrada, contida, enfim, linguajar de gabinete. O conteúdo é imaturo, intelectualmente inseguro e um tanto, como poderia dizer, nonsense, flertando com a baixaria. Caiado não é flor que se cheire, isso as pessoas sabem no Brasil há muito tempo. Não era preciso Demóstenes nos informar sobre isso. E Demóstenes branda que foi traído por ele, como se isso fosse um ponto positivo a seu favor (!). No fim, sobra o tom ameaçador de dar com a língua nos dentes, o que fez somente agora, quando levou cacetadas na imprensa de Ronaldo Caiado.

De resto, chamou a minha atenção a fixação de Demóstenes por parecer erudito hehe, sempre desqualificando Caiado como inculto e desprovido de qualidades intelectuais dignas de nota. Bem, Demóstenes deve ter os seus motivos para agir assim. Mas que é um tanto infantilóide isso, surpreendentemente vindo de pessoas que são ou foram centro das atenções no cenário político brasileiro, isso é. Em alguns momentos, pareceu briga ginasial.

CesarS

- 2015-04-01 14:57:41

Teatrinho puro.

Teatrinho puro.

Luís Henrique Donadio

- 2015-04-01 13:22:00

Neste caso específico, eu não

Neste caso específico, eu não acusaria nenhum dos dois de mentiroso.

rdmaestri

- 2015-04-01 12:31:16

Antigamente quem colocava os podres para fora eram as mulheres t

Antigamente quem colocava os podres para fora eram as mulheres traídas, aí vinha as contas escondidas, os negócios escusos e todas as maracutaias. Agora inaugura-se uma nova fase, dos correligionários traídos, quem ganha com tudo isto é a população, pois por mais que seja um discurso de alguém que teve uma faca enfiada pelas costas de um correligionário, a verdade vem aos borbotões.

Neideg

- 2015-04-01 04:33:27

Caia na real! Ministério

Caia na real! Ministério Público e PSDB são irmãos siameses, os dois "honrados" políticos uma carta de idoneidade como recebeu o dono do helicoptero com meia tonelada de cocaina. 

E nós vamos nos f......, teremos que arrecadar dos lascados um dinheirinho para pagar a milionaria multa que os "hombriosos" Juizes aplicarão ao PT, pela injustiça cometida com os "anjinhos" da direitona.

Alberto Luiz

- 2015-04-01 02:04:18

Fator veja
Só de pensar que tudo isso começou com um empurrãozinho que a veja tentou dar ao Caiado NÃO TEM PREÇO. A revista carregou nas tintas para enaltecer o que Caiado tem de maus espúrio: hipocrisia e falsa valentia (ou de que posso chamar "bater em cachorro morto"?).

Andre Nacur

- 2015-04-01 01:54:55

Isso Isso Isso !!!
Isso Isso Isso !!!

Avelino de Oliveira

- 2015-04-01 01:35:21

Caro Nassif e  demais Quando

Caro Nassif e  demais

Quando a direita começa a falar as verdade, só da colega na cadeia.

Deixem que falem, que briguem, que se acusem, que venha a podridão.

É muita ratazana. 

Esses são alguns dos heróis do dia 15.

Saudações

jc.pompeu

- 2015-04-01 01:24:57

E a moda pegou! no planalto central...

... delação premiada (pimenta a gosto) à moda grega com arroz de pequi

ocastro

- 2015-04-01 00:18:30

Tem sido assim MOSTRA a

Tem sido assim MOSTRA a HISTÓRIA, quando a CASA CAI os MEMBROS das QUADRILHAS BRIGAM.

Edi Passos

- 2015-04-01 00:04:32

Aí tem!

É óbvio que tem, e não é pouco, nem é de hoje. É só dar uma investigadinha básica que acha e acha muito. Será que algum dos engomadinos da PF ou do MPF se habilita? Duvido. 

ocastro

- 2015-03-31 23:57:29

Demóstenes responde a Caiado... e estapeia com gosto.

Eu tenho INFINITAS RAZÕES para ACREDITAR MUITO MAIS no ex-senador DEMÓSTENES TORRES que no senador, RONALDO CAIADO DEMO-GO, pelo simples fato de os dois SEREM IGUAIZINHOS, ambos ORIUNDOS da mesma LATA de LIXO que se chama DEM fabricante de VENDE-PÁTRIA.

maria rodrigues

- 2015-03-31 23:28:23

Pelo número de comentários a

Pelo número de comentários a gente percebe a importância da matéria. Demósten e Caiado são pessoas absolutamente desinportantes para nós todos. São dois canalhas a sobreviverem às custas do povo incauto, desprevenido, sem condições de entender as razões de ter que votar neles. Todos sabemos que Caiado é um baita latifundiário, daqueles que escraviza os empregados, e que a política lhe serve para expandir seus negócios, e muito menos serviriae na para aumentar suas riquezas, já gordas com especulações, e safadezas de todo os gêneros. 

Agripino Maia, do DEM de hoje, é o maior reflexo da política arenista. Um cabra safado, como dizem seus conterrâneos, e não os que votam sob cabresto nele e nos seus. A maior prova está naquela cena grotesca dele, sob os holofotes, tentando denegrir a imagem de Dilma, no Senado, ao chamá-la de mentirosa. Ouviu da Presidenta uma resposta tão dura e seca que, sinceramente, a partir daquele dia duvido muito que alguém tenha condições de se esquecer de quadro tão ridículo, nascido de um ser tão asqueroso, e nojento.

Por isso dizem que política não é algo estático, parado no tempo, mas circunstâncias que podem mudar velozmente sempre, às vezes em questão de minutos. 

Vai saber por que Demostene, aquele santo, está pegando no pé do anjo Caiado. 

O que devemos levar em conta é que os dois bandidos estão agora se desentendendo, levando pra briga o bonito e simpático Agripino. 

Assim é que eu gosto.

Etelvino Carvalho

- 2015-03-31 23:20:01

Prenúncio de bons ventos. A
Prenúncio de bons ventos. A casa grande ficando cada vez mais pequena. He.he.he.he

José Carlos Damaceno

- 2015-03-31 21:17:06

MOSTROU O CAMINHO

Ele mostrou o caminho e disse com todas as letras é só seguir o dinheiro então o ministerio publico só não investiga se não quiser.

Jose Mayo

- 2015-03-31 20:15:42

Isso é palpite errado; pelos

Isso é palpite errado; pelos sinais vai dar é BURRO, mas "pordentro" pode dar terno de grupo: vaca, galo, porco.

Orlando Soares Varêda

- 2015-03-31 19:49:04

  "Ronaldo Caiado é só uma

 

"Ronaldo Caiado é só uma voz à procura de um cérebro."

Diz o bandido que se fazia passar por honesto, Demóstenes Torres. Outros tantos, assumiram sua vaga no Senado.

 

O pau comeu! Na Casa de Noca. O pau comeu. Este desentendimento entre o proxeneta Demóstenes e o rufião Caiado,  nos propicia ótima oportunidade de tomar conhecimento das práticas deleterias desse medíocres golpistas. Lacerda e seus reacionários seguidores, estão a se revirar no inferno de tanto desgosto com seus herdeiros.

Estas duas mísérias, são parte da fina flor da elite contemporânea brasileira. É este lixo, rebotalho remanescente da casa grande, no qual os coxinhas se espelham para desenvolver tanto ódio contra os trabalhadores. Não percebem que assim não irão a lugar algum.

Orlando 

 

 

João Luis

- 2015-03-31 19:28:36

Como escreve mal.

Como escreve mal.

João Luis

- 2015-03-31 19:05:45

Inocente? Se sabe de tudo

Inocente? Se sabe de tudo isso, no mínimo é culpado de cumplicidade e acobertamento.

Arthemísia

- 2015-03-31 18:54:59

Certamente jamais será um Zé

Certamente jamais será um Zé Dirceu.

Marcelino Gonçalves

- 2015-03-31 18:54:46

E o PT

Caberia o mínimo uma denúncia do PT ao Ministério Público! Vai PT acorda! Ou pega a corda e se enforca!

Marcelino Gonçalves

- 2015-03-31 18:54:44

E o PT

Caberia o mínimo uma denúncia do PT ao Ministério Público! Vai PT acorda! Ou pega a corda e se enforca!

Arthemísia

- 2015-03-31 18:53:42

Primeiro ele diz que é

Primeiro ele diz que é inocente. Depois diz que não é traíra. Mas trair o quê, se é inocente? SE ele não estava envolvido em nada, não há traição, a não ser à pátria, que lhe paga o salário para combater o crime e não fazer amizade com ele.

Mais um concursado que não vai entrar no céu.

edmorc

- 2015-03-31 18:14:44

Temos sorte

Não podemos negar que Goiás é uma terra abençoada. Tivemos muita sorte de ter homens do porte de Pedro Ludovico, que enfrentou o coronelismo dos Caiados na antiga Vila Boa, e de seu filho Mauro Borges, que contruiu toda a infra-estrutura do Estado, fazendo obras por administração direta, sem a pestilência das empreiteiras.

         Não fosse Pedro Ludovico, Goiânia não existiria e provavelmente nem Brasília.

 

 

 

Gilson AS

- 2015-03-31 18:01:35

Fim de festa é assim mesmo,

Fim de festa é assim mesmo, salve-se quem puder.

Esse DEM não aguenta mais uma legislatura.

Para o bem do Brasil, é claro !

drigoeira

- 2015-03-31 17:44:11

Parece uma pessoa a se afogar...

É como este desabafo pouco confiável do nobre procurador Demostenes.

Gritar para o infinito...

Avelino de Oliveira

- 2015-03-31 17:35:33

Caro Nassif e demais Oba,

Caro Nassif e demais

Oba, briga de megabandidos, o povo só tem a ganhar.

Vamos ver quem acusa mais.

Eis alguns dos líderes do Dia da Vergonha Nacional, vulgo dia 15, já com nova manifestação marcada.

Não distribuirão bandeiras dos EUA, nesse dia?!

Saudações

DjalmaSP

- 2015-03-31 17:24:12

Seu Caiado, seu caiado, quem diria?

Outro dia arrogante com aquela camiseta de deboche da mão de Lula. Um verdadeiro papel de médico ortopedista.

Hoje linchado até a alma pelo colega de outros tempos.

Vejam que quando eram amigos tudo isso que está sendo exposto ficava no limbo.

E agora Caiado? será que vai virar um caído?

A mascara cai seu caiado e a sua caiu feio pelas palavras de um colega de partido.

Qaunto detalhe nesse texto para ser investigado.

Que tal chamar o Moro? Afinal não é do PSDB.

Ana Bednarski

- 2015-03-31 17:22:32

Chama o Moro: Delação Premiada Já!

Depois dessa estou esperando a manifestação fascista do dia 12, quem sabe o FHgaC dá as caras nessa no dia 12 e ai no dia 13 aparecem umas provas do caráter dele no dia 13.

Toni

- 2015-03-31 17:09:24

.

"Você deveria ir pra Brasília em seu cavalo branco, estacioná-lo na chapelaria do Senado e subir à tribuna para fazer o que já faz: relinchar, relinchar."

Um leitor de Veja dando conselhos a outro?

Schell

- 2015-03-31 17:00:33

luz vermelha

Assim: o DT sabe muito bem que de tudo o que disse, nada será apurado (se não investigam os atucanados, irão investigar os arenistas? Obviamente que não.) e, assustadoramente (para mim), informa que já conseguiu trancar ações nos tribunais superiores, até porque, diz ele, as escutas telefônicas seriam ilegais (o Brasil é o único país em que a ilegalidade está em ouvir o que os bandidos dizem...). Assim, como no caso do dito mensalão mineiro (quase aposentado por decurso da idade), ele sairá impune de tudo isso e, portanto, retornará ao "metiê" politicóide: como candidato à governador goiano em 2018. Como o "inimigo" será o RC, desde já o atropela (o texto, com certeza, não é do DM, mas, do "Caneta" de sempre). Bando é pouco: quadrilha.

tiao

- 2015-03-31 16:59:49

Dois lixos,dois escrotos se

Dois lixos,dois escrotos se batendo.Eles se merecem...

Cláudio Freire

- 2015-03-31 16:57:55

Lindo de se ver 2...

 

Luis, nem diria provavelmente.

Diria que ambos devem ter razão. Rsrs.

Lucinei

- 2015-03-31 16:50:53

O Ronaldo Caiado acabou de

O Ronaldo Caiado acabou de participar da audiência do Joaquim Levy. Estava completamente rouco, afônico mesmo.

Deve te gritado até com as paredes, hahahahah

Álvaro Noites

- 2015-03-31 16:31:34

Lindo de ver.

Lindo de ver.

gabi_lisboa

- 2015-03-31 16:29:35

Num país em que um ladrão confesso

tipo Youssef é levado a sério -só no Brasil o cara rouba mas só fala verdades -, esperar que os outros ladrões saiam se acusando e seja tudo verdade e, simultaneamente, todo mundo seja inocente é parte da nossa realidade. Justiça aqui serve para inocentar o Maluf/Collor/etc e para prender preto, pobre e membros do PT, usando depoimentos de ladrões que não mentem e teorias jurídicas dignas de regimes autoritários.   

Paulo Da Loia

- 2015-03-31 16:25:10

Se esse vagabundo...

Se esse vagabundo sabe tanto sobre corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e, como procurador que é, não deveria ter denunciado tudo isso às autoridades? Ou alguém acredita nessa de "não sou taríra"? Esse bandido deveria ser condenado por omissão também! 

Luiz Antonio Antunes Machado

- 2015-03-31 16:23:49

Caiado e Demóstenes

Caiado e Demóstenes se acusando ? Será que os dois tem razão ? Confesso que não consigo escolher um dos lados nessa briga.

Álvaro Noites

- 2015-03-31 16:20:56

Creio que ele esteja sendo

Creio que ele esteja sendo "leviano".

LOL

José Carlos Damaceno

- 2015-03-31 16:19:35

CAIADO

Isso tudo já era previsivel eles abandonaram o Demostenes e o Caiado ainda foi lá na respeitadissima revista veja difamar seu antigo comparsa agora vai ter que se ferrar mesmo bateu levou.

Malú

- 2015-03-31 16:14:30

Briga de dois gambas gordos,

Briga de dois gambas gordos, claro que não poderia deixar de colocar o PT no meio mesmo que ele não tenha nada a ver com a sujeirada dos dois. Dois porcarias!

Quintela

- 2015-03-31 16:12:07

Não acho que o PT deva ser

Não acho que o PT deva ser revanchista.

As instituições devem funcionar sem interferência de NINGUÉM!

Infelizmente temos o MP aparelhado, o procurador não é independente...

E o pior, está comprometido com a mídia canalha!

No judiciário idem! 

Temos um Ministro do STF que "segura" um processo há um ano!

E só os blogues sujos comentam e cobram do "ministro" ação!

No legislativo temos o presidencialismo pluripartidário... 

A presdidenta é refém do congresso...

E depois temos uma imprensa corrupta, achacadora, leviana e canalha!

Isso é que precisa mudar!

Quintela

- 2015-03-31 16:08:52

A Delação Premiada é feita

A Delação Premiada é feita por pessoas honestas?

rmoraes

- 2015-03-31 16:07:59

sem correlação

Uêba!!

Não há correlação entre o processo na justiça e a cassação do mandato. Esta última se deu em um julgamento político por seus pares. Mesmo que ele seja inocentado na justiça, não recuperará o mandato.

Abs generalizados!

 

Em Tempo: POR ENQUANTO ele é inocente até que transite em julgado, mas não é o que o Moro deseja.... (pau que dá em Chico, dá em Francisco também....)

Lucinei

- 2015-03-31 16:07:04

Vai. Esse pessoal do PT

Vai.

Esse pessoal do PT realmente acredita que estão lidando com "cavalheiros" e esperam tratamento recíproco.

Eliane Ribeiro

- 2015-03-31 16:04:23

Na boa.espero que a mumia do

Na boa.espero que a mumia do Cardozo saiba conduzir essa" carta testamento" do mosqueiteiro.

Nossa! caiu no colo a oportunidade perfeita de desmascarar o Hipocritas da republica,retomar uma investigaçãozinha basica,sobre um certo planfleto e "empresário de jogos",só para dar uma espetadinha,mas com o alvo certo demos e afins.

Vamos usar  as mesmas armas quantas CPI e Inqueritos foram abertos com base apenas nas folhas podres da Veja??

E para mim tem bico de tucano,o atacado só como alibi.

JB Costa

- 2015-03-31 16:02:40

Por que o desqualificado

Por que o desqualificado ex-senador não cinge seus desavoros para cima dos mesmos da sua laia e mete no meio da cachorrada, como Pilatos no Credo, o ex-presidente Lula? O que tem a ver o ex-presidente com esse embate calhorda x calhorda? 

 

Quintela

- 2015-03-31 15:57:55

Claro que chega em

Claro que chega em GRAMPINHO.. chega fácil...

Ele era o presidente do DEM na época!

Não são eles que sempre dizem que o presidente sabe de tudo?

Quintela

- 2015-03-31 15:55:22

Demóstenes Torres fez a mesma

Demóstenes Torres fez a mesma coisa que Roberto Jefferson!

Para Jefferson foi suficiente uma denuncia sem provas, da boca pra fora!

Agora Demóstenes faz a mesma coisa, só que ele pertenceu a lama do DEM...

E agora MP e Procurador Geral?

Ou precisa da GLOBO pra dizer o que fazer????

Zelotes e HSBC estão aí para mostrar que MP precisa URGENTE de mudanças!

Luis Fraga

- 2015-03-31 15:54:51

Lindo de se ver...

 

Briga de bandidos mesmo...

Coletado  no 247:

 

Demóstenes Torres o acusa de "traidor, mentiroso e ladrão", além de afirmar que suas campanhas foram financiadas pelo contraventor Carlinhos Cachoeira...

 

Ronaldo Caiado diz que ex-aliado é "típico psicopata, corrupto, mau-caráter e sem credibilidade"...

Provavelmente ambos tem razão.

Jorge Luis

- 2015-03-31 15:45:11

Como assim? Não entendo mais nada.

Caiado, Agripino, políticos do partido mais "limpinho" do país, o DEM, sendo acusados por um ex-colega de corrupção e envolvimento com Carlinhos Cachoeira?

Como assim? Nenhum deles é petista. Como pode isso, então? Certamente foi um engano. Demóstenes queria dizer Lula e Dilma, mas deve ter se distraído e colocado os nomes errados.

JoaoMineirim

- 2015-03-31 15:44:54

Tem a mesma moral que o

Tem a mesma moral que o "JEFF" acusador do mensalão. Não sei se você se lembra como foi. Provavelmente não.

Luiz Gonzaga da Silva

- 2015-03-31 15:32:41

Fosse a denúncia contra algum

Fosse a denúncia contra algum petista  a velha mídia, em parceria com MP, estaria em furor investigativo. Detalhe, o esquema Caiado, Agripino & Cachoeira era de conhecimento de um procurador, Torres. Provavelmente  também de conhecimento de outro comparsa do grupo, Policarpo, vulgo "Caneta".

Uma quadrilha pra bandido nenhum botar defeito.

XZ

- 2015-03-31 15:16:09

Goyaz....pobre província.

Goyaz....pobre província.

claudio melo

- 2015-03-31 15:09:44

MPU na hora do almoço

O MPU a essa hora esta no intervalo para o almoço. Não interrompa, por favor.

Athos

- 2015-03-31 15:07:38

Exatamente! Aliás a cassação

Exatamente!

Aliás a cassação foi absolutamente ilegal porque ele é inocente até que transite em julgado!

Se vc disser que não é, corre risco de ser processado...porque ele é inocente!

Luiz Gonzaga da Silva

- 2015-03-31 15:06:35

"Ronaldo Caiado é só uma voz

"Ronaldo Caiado é só uma voz à procura de um cérebro."

Ronaldo "riinch!" Caiado foi a micareta do dia 15/03 com camisa ironizando a amputação do dedo de Lula. Agora um insuspeito direitista, ex-aliado, desvenda um detalhe anatômico importantíssimo. O senador é acéfalo, o que explica a estupidez do gesto. Parece que a anencefalia é hereditária, pois a família inteira apareceu em fotos com a mesma camiseta.

Para quem precisar ir a Brasilia montado num pangaré é só ligar para o gabinete do líder ruralista.

PS.Como diria Carlinhos Cachoeira, hoje vai dar cavalo na cabeça.

naldo

- 2015-03-31 15:04:56

Num mundo perfeito o janot

Num mundo perfeito o janot faria isso, assim como processaria o eduardo cunha pelo que anda falando dele, mas não é bem assim que a banda toca, só as noites enluaradas de sexta feira para desanuviar esse misterio.

martos venicio

- 2015-03-31 15:02:30

gangues em fúria

Briga de gangues.. Soltou os podres em cima daqueles que faz parte do crime organizado, todos ainda soltos. Não confio na justiça.

Arimatea13

- 2015-03-31 14:57:48

que moral? a moral de quem

que moral? a moral de quem conhece o esquema por dentro. Se o Janot for sério, ou qualquer outro menino do MPF, pega essa carta do Demóstenes e abre uma investigação. Pode-se inclusive chegar aqui em Salvador, no ACM Neto, por exemplo.

Luís Henrique Donadio

- 2015-03-31 14:55:24

"o contraventor, que recorre

"o contraventor, que recorre em liberdade de uma condenação de primeira instância a mais de 39 anos de prisão"

Outro presumivelmente inocente...

Álvaro Noites

- 2015-03-31 14:44:13

O PT vai dormir em mais esta?

O PT vai dormir em mais esta?

marco aurélio barroso

- 2015-03-31 14:43:55

Mais um!

Brasil: nada mais surpreendente que o passado!

Cunha

- 2015-03-31 14:43:10

Os corruptos e hipócritas

Os corruptos e hipócritas poderosos só são arranhados quando brigam entre si.

Contra eles ninguém pode nada, nem a Justiça, pois parte dela também se deixa corromper.

 

 

 

 

Francisco Andrade

- 2015-03-31 14:42:09

o roto falando de rasgado...

 

...  e o sujo do mal lavado.

 

Que moral tem o Demóstenes pra falar e acusar  qualquer pessoa ?  ...  o outro também é um representante da velha política que, mais cedo ou mais tarde, vai ter de prestar conta à Justiça.

MarFig

- 2015-03-31 14:37:08

Briga de bandidos.

Briga de bandidos.

JB Costa

- 2015-03-31 14:35:46

São as "vestais" se

São as "vestais" se entradevorando, se desnundando em público. Prova provada do que sempre se arguiu: essa oposição política, especialmente os que compõem o bloco dos "Mosqueteiros" é mais suja que poleiro de galinheiro. Junte aí no bolo Serra, Aloysio Nunes et caterva que teremos um timaço da desfaçatez. 

Se não tivessem o apoio acrítico e irrestrito da mídia talvez nem o principal "atleta" da equipe, Fernando Henrique Cardoso, tivesse sobrevivido. 

zanuja castelo branco

- 2015-03-31 14:33:21

O sujeito até pra falar da

O sujeito até pra falar da roubalheira do partido dele enfia Lula e Dirceu no texto. Obssessão é pouco.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador