E os homens de bens agradecem, por Leo Villanova

por Leo Villanova

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rui Ribeiro

- 2018-08-30 10:16:27

Conformismo e apatia são mais perigosos ainda

O meu remedinho tá com o prazo de validade vencido. Você não me emprestaria um pouco até que eu arrume recursos para comprar minhas drogas?

A propósito, maluquice é um substantivo masculino ou feminino?

Se for um substantivo masculino, sua concordância nominal tá perfeita. Senão..., paciência.

Arkx te manda lembranças.

Antes morrer lutando do que viver eternamente de joelhos. Né, Che?

Anarquista Lúcida

- 2018-08-29 20:25:20

Já tomou seu remedinho hoje?

Maluquice é perigoso...

José Eduardo de Camargo

- 2018-08-29 16:21:47

Ditadura

Aliás, não é só o pobre de direita que se ilude com tipos como o Bolsonaro! Porque se o pior acontecer e esse elemento for eleito ele dará o golpe e se tornará ditador com toda a certeza pois terá o apoio das "forças armadas" (que desgraçadamente gostam de prestar continência para a bandeira dos EUA!). O fato é que os ricos também terão que se preocupar. Pois imaginem agora a seguinte situação: em uma briga de bar o filho de um oficial de polícia ou do exército se desentende com o filho de um rico empresário por causa de mulher ou por qualquer outra razão. Quem vocês acham que levará a pior? Por óbvio, quem levará a pior será o filho do rico pois numa ditadura quem tem as armas manda. Simples assim! Quem não entende isso ou é ingênuo ou é cínico ou é simplesmente burro. Ponto final!

Rui Ribeiro

- 2018-08-29 13:52:54

No matter

Quando é lançado um celular mais moderno, os ricos os compram e vendem ou doam os menos modernos para os pobres. Com as armas ocorrerá os mesmo. Em pouco tempo teremos muitos trabalhadores armados e trabalhador armado a gente já viu no que resulta: a tomada do poder, como ocorreu em Paris em 1871. Não precisam muitas armas.

E viva a Comuna de Paris

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador