“Em defesa da Constituição, da democracia e das instituições”, manifesta Cofecon

"Não é admissível que se tente vilipendiar a conquista da sociedade na prática dos seus direitos fundamentais", informou entidade

Antonio Corrêa de Lacerda, da Cofecon - Foto: Divulgação

Jornal GGN – O Conselho Federal de Economia (Cofecon) emitiu nota pública contra a “convocação expressa pelo Presidente da República, por meio de redes sociais, pelo cerceamento da liberdade de expressão do Poder Legislativo”.

A entidade, que representa a fiscalização e regulamentação de economistas, informou que o presidente Antonio Corrêa de Lacerda manifestou defesa da democracia e “do cumprimento da Constituição Federal”.

“O Estado Democrático de Direito, o equilíbrio entre os Poderes da República e a liberdade de expressão são pressupostos da Carta Magna brasileira”, escreveu Lacerda.

Completando: “Não é admissível que se tente vilipendiar a conquista da sociedade na prática dos seus direitos fundamentais. Menos ainda quando a ação visa a interesses outros que não aqueles do coletivo. Em defesa da Constituição, da democracia e das instituições!”.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A ala ideológica e os evangélicos deixarão Feder no MEC?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome