Equipe de Dilma ainda não decidiu o que propor na Carta aos Brasileiros

Jornal GGN – Dilma Rousseff, afastada pelo processo de impeachment no Senado, ainda não divulgou a prometida Carta aos Brasileiros porque seus apoiadores divergem sobre o que deve ser proposto.

De um lado, a avaliação é que Dilma deve acenar que manteria a equipe econômica de Michel Temer caso seja salva pela votação de agosto. De outro, a presidente já perdeu as condições de vitória e deve propor novas eleições para conseguir o apoio necessário para retornar ao poder.

O racha vai desde o PT até movimento sociais. Alguns, como a Frente Povo Sem Medo, já se demonstraram inclinados à nova eleição como alternativa a Temer. Outros, como a Frente Brasil Popular ainda resistem à proposta, alegando que o Congresso não dará apoio necessário para Dilma convocar o plebiscito.

A Carta aos Brasileiros – ou à Nação – foi planejada há dois meses mas, graças a essas divergências, não tem avançado. A votação final do impeachment da presidente está agendada, inicialmente, para 9 de agosto. Ela precisa de 28 do total de 81 senadores de seu lado para derrubar o impeachment.

Nos bastidores, o PT também vive o conflito entre a ala que quer começar a construir o “pós-Dilma” e aquela que vai virar as costas para o Planalto sob o discurso de que o impeachment foi um golpe branco. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  As consequências do ódio ao PT, por Paulo Fernandes Silveira

17 comentários

  1. Sobre a cretinismo parlamentar do PT

    Quando em 1989 Lula perdeu as eleições, o PT foi sendo desconstruido seguidamente por longos vinte anos e terminou por abandonar a luta social e a luta de classes e entrou para a disputa eleitoreira e seus sindicalistas tornaram-se sindicaleiros. Com isso desarmou o movimento social, o proletariado e num momento de crise e letal ataque aos direitos dos trabalhadores os donos do PT atual, os parlamentares (senadores e deputados) optam pela manutenção de seus cargos, e repetem o cretinismo parlamentar transformandos seus mandatos em carreira profissional rifando ai os direitos dos trabalhadores.

    • Se soubesse somar não falava tanta sandice

       

      Luiz Fernando Santos (quinta-feira, 28/07/2016 às 15:19),

      Você é daqueles contadores de história que não sabe nem somar. Para fazer isso que você acusa o PT de fazer, não precisava que o PT desprendesse todo o esforço que o partido tem feito nesses quase quarenta anos de existência. Bastava fazer como você. É verdade que antes não havia internet, para multiplicar o seu malfeito, mas com a internet a diferença não é tão grande assim. Até porque na soma, na multiplicação ou na diferença zero com zero continua sendo zero.

      Clever Mendes de Oliveira

      BH, 28/07/2016

  2. Caracá, o GGN quer enterrar

    Caracá, o GGN quer enterrar volta da Dilma de qualquer jeito

    Está tudo errado. A Dilma já entregou os pontos, o Lula desistiu, o PT não quer a volta da Dilma, e agora não sabe o que dizer aos brasileiro.

    Teoricamente, 70% da população está perdendo tempo e se stressanto à toa, pois segundo o GGN, está tudo dominado.

  3. Perto do fim do jogo, o time

    Perto do fim do jogo, o time de DIlma ainda bate cabeça. Se é verdade que Temer não merece o cargo que ocupa, Dilma fez de tudo também para conseguir o pior dos mundos para si mesma. Se a oposição tivesse planejado meticulosamente, não teria conseguido resultado melhor.

    • Se a esquerda fosse oposição Dilma Rousseff se salvaria

       

      Bfcosta (quinta-feira, 28/07/2016 às 15:43),

      Tenho reparado que a maioria dos comentaristas não sabem fazer conta de tabuada. Deve ser fruto da educação continuada. Ia escrever produto da educação continuada, mas podia ser que o termo produto gerasse maus entendimentos ou fosse mal compreendido.

      Assim, não custa repetir: por mais ignorante que fosse a presidenta Dilma Rousseff ela não sofreria impeachment se ela fosse de direita. Ou dito de outra forma ela não sofreria impeachment se a esquerda fosse a oposição, ou utilizando uma terceira equação ela não sofreria impeachment se a oposição fosse minoria.

      E fora o desconhecimento básico de tabuada, o seu comentário é mais próprio de quem chegou atrasado ao jogo. Aliás, se você reparasse nos outros transeuntes perceberia que eles não estão chegando para o jogo, mas que eles estão indo embora.

      A Dilma pelo menos sabe do fim da história desde que Michel Temer presidente interino às custas do golpe bandeou para o outro lado. Ninguém jogaria tão sujo se não tivesse a certeza da vitória.

      Clever Mendes de Oliveira

      BH, 28/07/2016

  4. Dilma à TIME: vou ganhar!

    Das duas uma. Ou a fonte do GGN está sendo enganado por algum senador ou é um senador, ou a Dilma está sendo enganada por seus assessores que estão acreditando no Requião e na palavra de alguns senadores

    Quem está com a razão ? Garantia só o dia da votação.

    Uma coisa é certa, alguém vai barricar e pagar mico.

     

    http://www.conversaafiada.com.br/politica/dilma-a-time-vou-ganhar A presidenta Dilma Rousseff concede entrevista à revista Time, com chamada na homepage. Ela fala de seu julgamento, reafirmando que está havendo um “golpe parlamentar” e relata que convocará plebiscito para reforma política, se voltar. Dilma afirma que está convicta que poderá reverter seu processo de impeachment e afirma que houve erros na condução política de seu governo, após a crise econômica. Ela afirma ainda que há um preconceito contra sua figura, por ser mulher “dura, sem flexibilidade”. A presidenta afirma que não irá às Olimpíadas sem sua condição principal. “Não irei em posição secundária”, diz e salienta que o evento não foi um erro para o Brasil, explicando que o vírus zika não é uma ameaça ao Brasil.  

  5. Mas é óbvio!

    É óbvio que não sabem o que propor!

    Os caras não tem mais projeto político algum…

    Eles simplesmente não têm mais nada a dizer. Acabou! Simples assim. É o momento em que a política só dá lugar à mudez. Estão todos politicamente mortos.

  6. Ainda que o Editor do blog

    Ainda que o Editor do blog tenha me levado às cordas com o Ganhar X Perder,peço vênia ao mesmo,que me permita acresentar o Ganhar Perdendo.Basta que se leia o titulo do post acima,e os comentarios dele advindos.  

  7. PTiscos

    “Nos bastidores, o PT também vive o conflito entre a ala que quer começar a construir o “pós-Dilma” e aquela que vai virar as costas para o Planalto sob o discurso de que o impeachment foi um golpe branco.”

    Olhando daqui parece que o problema é que Lula ainda não decidiu o que seria melhor pra sua campanha pra 2018.

    Tudo mais é conversa pra boi dormir.

  8. Nem mesmo o PT ou Lula fazem

    Nem mesmo o PT ou Lula fazem questão da volta de Dilma. Ela foi jogada a própria sorte. E o país ficou na mão do pior do pior do fisiologismo. É uma tragédia grega – só que escrita por Paulo Coelho rsss 

     

     

    • Permita-me meu caro Joel

      Permita-me meu caro Joel Lima,já que duvida cruel ora me acomete.Voce não o próprio Joel Briguilino? Se não for peço-lhe desculpas.De qualquer forma,mesmo de maneira um tanto rude,escreveu a maior verdade produzida pelos comentários de hoje.

  9. Sugestão!

    Uma carta apenas com uma palavra:

    Tchau!

    Eu particularmente adoraria!

    Os estragos que essa senhora e seus postes amestrados fizeram no pais ainda não puderam ser medidos!

    Não duvidem ali adiante termos Bolsonaro Presidente!

  10. Pra variar, perdeu o timing.

    Pra variar, perdeu o timing. A esta altura, qualquer carta não adianta nada.

    Acho que o PT deve se posicionar como verdadeira oposição ao governo usurpador e ficar ao lado das demandas dos trabalhadores, que serão os mais prejudicamos com as ações do disenterino, (apud Marcos Bagno).

  11. Um dia seus leitores serão iguais a você

     

    Jornal GGN,

    Você é só um jornal e, portanto, não tem massa cinzenta. Se tivesse saberia que desde que Michel Temer tomou a frente do impeachment é porque o presidente interino às custas do golpe sabia que ele não voltaria a ser vice.

    E também por não ter massa cinzenta não dá para reclamar de você por não ter fornecido pelo menos um nome da equipe da presidenta Dilma Rousseff. E cá de fora, quem lê essa notícia e pensa que Jornal GGN é o nome de alguma pessoa com aquele mínimo de massa cinzenta não consegue avaliar se você está se referindo ao Atlético ou ao Grêmio.

    Clever Mendes de Oliveira

    BH, 28/07/2016

  12. Nulidade absoluta

    Dilma é a mais absoluta nulidade política.

    Seu governo não foi mais que uma grande farsa.

    Ela, com suas bestialmente desastradas iniciativas e omissões, é a maior culpada da entrega do país à quadrilha de salteadores que se instalou no poder.

    Eu desejo que essa mulher e o seu partido tenham a pior e mais dolorosa morte que se possa imaginar.

  13. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome