Fundo de Investimento de Armínio Fraga na mira do FBI

Jornal GGN – O ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, tem um fundo intitulado Armínio Fraga Neto Fundação Gávea. Pois este fundo é investigado nos Estados Unidos por ter feito a transferência de US$ 4,4 milhões de uma conta nas Ilhas Cayman para outra do HSBC na Suíça. Quem passou a informação ao R7 foi uma fonte do FBI, a polícia federal norte-americana.

Os documentos mostram, ainda, que para tentar evitar a tributação de impostos, Armínio Fraga teria declarado que o fundo era filantrópico, isto é, isento de tributos.

Armínio Fraga disse, ao R7, que a investigação nos EUA é “100% ficção”, mas admitiu que o fundo existiu. Declarou ele ao portal que investiu nesse fundo “há sete ou oito anos, mas tudo dentro da legalidade”. Segundo ele, todas as suas contas, de sua família e da Gávea Investimentos são “declaradas perante as autoridades competentes, brasileiras e americanas”. Ainda sobre a acusação, Fraga diz que “não houve esta transferência mencionada, houve sim um investimento regular e documentado”. E finalizou afirmando não ter notícia de qualquer investigação “sobre o tema”.

Armínio foi presidente do Banco Central de 1999 a 2003, no governo de Fernando Henrique Cardoso, e participou da elaboração do plano de governo de Aécio Neves. Caso Aécio não tivesse sido derrotado nas eleições, ele era o nome certo para ministro da Fazenda do tucano. Fraga tem dupla cidadania, é brasileiro e norte-americano.

As autoridades americanas chegaram ao fundo nas investigações do Swissleaks, passando pente fino em contas do HSBC da Suíça. A lista foi vazada por um ex-funcionário do banco.

Leia também:  Relação ruim com a China trava insumos para vacinas, admite governo

Fraga foi presidente do Banco Central de 1999 a 2003, no governo Fernando Henrique Cardoso, participou da elaboração do plano de governo de Aécio Neves e era cotado para ser ministro da Fazenda do tucano. Ele tem cidadania dupla, brasileira e norte-americana.

No caso da apuração do FBI, Armínio teria uma conta de compensação, conhecida como ‘conta-ônibus’, que só serve para transportar dinheiro, já que por ela não é possível fazer investimentos.

Os documentos de posse das autoridades norte-americanas mostram que antes de ser depositado no HSBC, o dinheiro passou por outra conta no Credit Bank da Suíça, supostamente para fugir do rastreamento. Depois de enviado à Suíça, mostram as investigações que o dinheiro teria volta para uma conta no America Bank de Nova York.

Os investigadores pediram quebra de sigilo do fundo.

Swissleaks

O vazamento do HSBC, conhecido por Swissleaks, tem mais de 8 mil brasileiros citados. Os detalhes de contas de mas de 100 mil clientes do banco HSBC na Suíça foram disponibilizados em fevereiro e contemplam cerca de 60 mil documentos mostrando movimentações nas contas entre 1988 e 2007, totalizando mais de US$ 100 bilhões. Na lista constam 8.667 brasileiros que depositaram US$ 7 bilhões apenas entre 2006 e 2007.

As informações foram cedidas ao jornal francês Le Monde pelo ex-funcionário do HSBC em Genebra, Herve Falciani. O jornal francês compartilhou os dados com mais de 140 jornalistas de 54 países do ICIJ (Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos) que comanda desde então a análise e divulgação do Swissleaks.

Leia também:  Governo Bolsonaro sabia do colapso de oxigênio em Manaus

José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça, determinou que a Polícia Federal apure possíveis crimes relacionados às movimentações nas contas dos brasileiros. A Receita Federal já conduz uma investigação em busca de indícios de evasão de divisas, sonegação de impostos e lavagem de dinheiro. Apenas a posse da conta e a movimentação de valores no exterior não configura crime.

Com informações do R7

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

24 comentários

  1. Declaração de Políticos

    Prezado amigo Luis Nassif:

    Algumas entrevistas de deputados ou políticos estão usando a seguinte expressão:

    “Eu recebi verba do partido, não recebi propina da Petrobras”.

    Alguns presidentes de partidos estão dizendo que todos os recursos foram declarados.

    Ora bolas! Será que eles pensam que a população brasileira é tão idiota e burra.

    “Se você compra ou ganha um produto furtado ou roubado, você responde pelo crime de receptação, certo”?

    Se o dinheiro veio do partido, o partido tornou-se receptador de recursos ilegais. Os políticos que utilizaram dos recursos também passam a serem receptadores.

    Concluindo: Não existem nada de legal, os recursos recebidos pelos partidos e pelos políticos que utilizaram os recursos ilegais. Portanto, Partidos e políticos devem devolver os recursos a Petrobras.

    É simples assim, mas não acredito que isso aconteça.

    • Praticamente é assim que

      Praticamente é assim que deveria funcionar.

      Teóricamente, não. Explico:

      Não sou diretor do Partido, não sou presidente

      do Partido, não trabalho no Partido, não sou tesoureiro

      do Partido.

      A Lei me permite solicitar parte dos recursos do Fundo

      Partidário. Solicitei e recebi através de documentos contábeis.

      Prestei conta ao TRE, que os homologou.  Que culpa terá o

      candidato se ao final descobrir-se que os recusos eram

      provenientes de fraude? Não me convidaram para aquela festa.

      E dela passei ao largo.

    • Lógica

      Amigo, vc não entendeu a lógica da nossa imprensa, qualquer doação legal o ilegal doados ao PT é fruto de corrupção. 

      E para outros partidos doações legais são legais por natuzera sem contestar.

       

      É SÓ ISTO

    • Lógica

      Amigo, vc não entendeu a lógica da nossa imprensa, qualquer doação legal o ilegal doados ao PT é fruto de corrupção. 

      E para outros partidos doações legais são legais por natuzera sem contestar.

       

      É SÓ ISTO

  2. Acabo de ler uma carta

    Acabo de ler uma carta endereçada pelo HSBC para a razão social que vou omitir, dizendo que não renovará o seguro prestamista com término de vigência em 01/06/2015 com base no que prevê o item 24 – VIGÊNCIA, RENOVAÇÃO E CANCELAMENTO DE SEGURO que: “Este Seguro é por prazo determinado tendo a Seguradora a faculdade de não renovar a apólice na data de vencimento, sem devolução dos prêmios pagos nos termos da apólice”.

    Seria o efeito das investigações a que o banco está sofrendo? Ou de um cenário econômico pessimista? Os seguros e suas movimentações – seriam todas republicanas? – são auditados por órgãos sérios, cuja seriedade, semelhante à da Petrobrás e outras.

    O que quero ressaltar é que, embora discorde de superfaturamentos e envolvimentos com políticos inescrupulosos, podemos ver as construções e obras mesmo que mal feitas. Já das engenharias financeiras e judiciárias, o que realça são os vultosos gastos públicos e a certeza das injustiças. Fora a sensação de impunidade que não é só sensação.

  3. O furo do r7!

    Muito interessante essa informacao do r7! Esse furo abre uma janela e outros nomes acima de qualquer suspeita pode sugir.

  4. Será que lá nos states os

    Será que lá nos states os tucanos são inimputáveis? Eu acho que não. Lá eles são verdadeiros zés manés. 

    E avisa aí pro R7 que os depósitos não foram feitos apenas entre 2006 e 2007 no swissleak. Acho que a maior parte é anterior a ese período.

  5. A ave tucana representa os

    A ave tucana representa os interesses da água aqui no Brasil. O tucano não tem a mesma força que a águia, mas tem um bico grande para levar essa gente brasileira na conversa.

  6. E o Armínio Fraga tem dupla

    E o Armínio Fraga tem dupla nacionalidade – poderia (ou deveria?) ser deportado para os USA. O ex-quase ministro da fazenda do Aécim…

  7. Aécio Neves, suspeito de

    Aécio Neves, suspeito de estar metido com pó ou metendo pó nas ventas, queria ser presidente para fazer Ministro da Economia um “pilantra” que fazia dinheiro virar poeira e poeira virar dinheiro nos EUA. Muito apropriado…

  8. Já imaginou Aécio eleito e

    Já imaginou Aécio eleito e nosso ministro da economia investigado pelo FBI, Alguém precisa avisar o Vitor Oliva, Maria Alice Setúbal e Brunete não sei do que.

    Segundo o Amaury Ribeiro, a Folha e o Globo estão escondendo o tucano. Tuitaço nele.

  9. Parece um factoide, a

    Parece um factoide, a conferir. Se o dinheiro saiu de Cayman, que é jurisidção britanica para o britanico HSBC, porque o FBI iria investigar? E investigações sobre transferencia de dinheiro nos EUA são do Office of the Comptroller of Currency, do Departamento do Tesouro.

    • O America Bank de Nova Iorque

      O America Bank de Nova Iorque está sob jurisdição britânica?

      Se há indícios de fraude, o FBI não deve investigar por quê?

       

      • Deve estar sendo investigado

        Deve estar sendo investigado pelo simples fato do “America Bank de Nova Iorque” não existir …(ver Federal Reserve)…

         

    • Por que investigar? Porque é

      Por que investigar? Porque é um cidadão americano (ele tem dupla cidadania) que enviou grande quantidade de dinheiro através de contas de trânsito no exterior antes desse dinheiro ser depositado em uma conta nos EUA. Apesar de não ser ilegal por sí só, o único motivo plausível para mandar o dinheiro através de uma série de contas de trânsito em paraísos fiscais é tentativa de lavagem de dinheiro.

  10. Dinheiro de pinga

    Se ficar só nos US$4,4milhões não merece nem ser mencionado. É dinheiro de pinga perto das cifras envolvidas.

    A não ser que esses US$4,4milhões sejam apenas o rabo do gato que esqueceram pra fora ………….

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome