Janot diz que Lava Jato fez bem aos negócios e cientista denuncia a hipocrisia no discurso

Jornal GGN – A ida do procurador-geral da República Rodrigo Janot ao Fórum Econômico Mundial de Davos despertou críticas por parte de alguns acadêmicos que questionam o impacto da Lava Jato na economia nacional. A operação na Petrobras correu sem preocupação em preservar as empresas envolvidas nos esquemas de pagamento de propina. Pelo contrário, multas bilionárias foram cobradas aqui e em outros países. 

Ainda assim, Janot disse ao jornal O Globo que sua viagem ao Fórum teve a missão de levar uma mensagem: a de que o combate à corrupção no Brasil é “séria” e que não haverá “retrocessos. Além disso, a Lava Jato é boa, na visão do PGR, porque mantém o ambiente de negócios “saudável”, “sem capitalismo de compadrio, sem cartelização”.

As empresas agora podem “competir de forma sadia entre si, preocupadas com a eficiência econômica e com o desenvolvimento tecnológico. Essa é a Mensagem que o Brasil passa hoje para o mundo e é a mensagem que trago para o Fórum Econômico Mundial.”

Na visão do cientista social e professor da PUC-MG Robson Sávio dos Reis, a missão de Janot é de uma hipocrisia sem tamanho. Isso porque o encontro de Davos reúne anualmente uma série de empresários que veem o combate à corrupção como algo para inglês ver. “É onde os grupos que manipulam o cerne da corrupção internacional se reúnem para louvar o combate à corrupção. Nisso, há muito em comum entre Davos e essa república das bananeiras”, disparou.

Por Robson Sávio dos Reis

No Brasil 247

Janot, o vendedor de ilusões

Está na página institucional do Ministério Público Federal as competências do Procurador-Geral da República:

O procurador-geral da República é o chefe do Ministério Público Federal e exerce as funções do Ministério Público junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), no Superior Tribunal de Justiça (STJ), sendo também o procurador-geral Eleitoral. O PGR deve sempre ser ouvido em todos os processos. No STF, o PGR é legitimado a propor ações diretas de inconstitucionalidade, representação para intervenção federal nos estados e no DF, além de propor ações penais públicas e cíveis. No STJ, o PGR pode propor representação pela federalização de casos de crimes contra os direitos humanos e ação penal. O PGR é quem designa os subprocuradores-gerais da República para exercer, por delegação, funções junto aos diferentes órgãos jurisdicionais do STF e do STJ.

Portanto, há que se perguntar: por que o sr. Rodrigo Janot resolveu dar uma de embaixador anticorrupção do Brasil no encontro de Davos? Essa é uma nova atribuição da PGR?

Na ausência de Temer, o decorativo, coube ao representante do rentismo internacional que dirige nossa economia, o Sr. Meireles, representar o país no encontro dos usurpadores da riqueza mundial. Levou à tiracolo o procurador-geral da República, com a missão de dizer aos detentores do capital especulativo internacional que no Brasil se combate a corrupção. Realmente, esse governo é simultaneamente trágico e hilário!

Será que o sr. Janot acha que os investidores internacionais, conhecendo o staff dos três poderes da república, acreditarão no combate a corrupção nessa república das bananeiras, como se fossem os leitores de veja ou os expectadores do jn? Que acreditam nesse conto da carochinha segundo o qual a PGR e a Justiça brasileira agem com isonomia e retidão no combate aos maus feitos públicos e privados?

É preciso dizer ao sr. Janot que só os batedores de panelas e alienados midiáticos acreditam que um governo de corruptos – do qual ele se dignou ser embaixador – combate a corrupção.

Por um acaso está no rol das (novas) funções da PGR fazer pirotecnia em foros internacionais, para tentar salvar a imagem carcomida, pelo menos lá fora, de uma juristocracia e uma camarilha golpista atoladas em privilégios e ações nada republicanas?

Talvez haja uma explicação plausível para a ida do sr. Janot até Davos. Lá (o ápice do encontro dos rentistas internacionais – que expandem seus negócios graças à corrupção generalizada que move o capitalismo neoliberal -), está travestida na sua forma mais perversa a pseudo-narrativa do combate a corrupção. É onde os grupos que manipulam o cerne da corrupção internacional se reúnem para louvar o combate à corrupção. Nisso, há muito em comum entre Davos e essa república das bananeiras.

Assim sendo, depois da embaixada do sr. Janot a Davos, sugerimos às organizações globo a criação de mais uma categoria de premiação: o troféu vendedor de ilusões.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

28 comentários

  1. Ele só esqueceu de informar

    Ele só esqueceu de informar que a operaçao faz bem aos negócios dos Estados Unidos. Tinha que ser preso por traiçao à pátria.

  2. Collabo

    co·la·bo·ra·ci·o·nis·ta
    (colaboração + -ista)

    adjetivo de dois gêneros

    1. Relativo a colaboracionismo.

    adjetivo de dois gêneros e substantivo de dois gêneros

    2. Que ou quem colabora com o inimigo ocupante de um território.

  3. janota quer fugir da pergunta

    janota quer fugir da pergunta q tá na mesa dele faz meses: o processo do impecment sem cirme de Dilma é ou não inconstitucional?

    e a resposta q ele quer evitar dar é obvia: sim, é incontitucinal.

    ponto.

     

    lembro de momentos recentes q houve pressa lá em brasilia, se trabalhou sabado e domingo até. eles conseguem. é só querer, mas se ele ficar achando q pode fugir de perguntas num mundo globalizado. deixa ele…..vamo ver.

    tá na hr de trabalhar, bora filhão!

  4. Não é de surpreender…

    Um servidor público muito bem pago com recursos dos contribuintes, que acredita não dever satisfações a ninguém, deve ter muita certeza da impunidade pra fazer e dizer o que bem entenda. Até que seja cobrado a se explicar pelas instâncias competentes. Por que isso não acontece?

  5. Se a vajato não tivesse feito bem, qntos desempregados teríamos?

    A Vajato fez bem aos negócios e, ainda assim, temos 12 milhões de desempregados com previsão de chegarmos a 14 milhões. Se a Lavabunda não tivesse feito bem, teríamos o dobro de desempregados e se tivesse feito mal aos negócios, teríamos 48 milhões de desempregados.

    Somos una nação de cegos guiados por idiotas

    • Eu abria mão de 5 estrelas pelo fim da Vazabosta

      Sei que sou 5 Estrelas por causa da Vazabosta, mas preferia o fim dessas fezes mori-dallganianas hyperfedorentas em vez das Minhas 5 de quinta magnitude estrelas

  6. Faz bem a quais negócios?

    Será que este procurador acredita em si mesmo? Se houvesse uma lava jato para investigar os maiores sonegadores do país, o que poderia gerar em torno de 300 bilhões de reais em impostos aos cofres públicos, uma lava jato para investigar o Carf, uma lava jato para investigar o sumiço de processos envolvendo grandes empresas (Globo), uma lava jato para investigar a encomenda de leis e decretos que estabelecem privilégios para determinados grupos econômicos, então o judiciário estaria trabalhando pelo bem da nação, arrecadando bilhões em impostos, mantendo milhões de postos de trabalho, enfim, estaria de fato fazendo bem aos negócios. Mas o negócio da lava jato é bem outro. Colaborou decisivamente para a deposição de um governo legítimo e a ascensão de um governo ilegítimo e corrupto. Nossa justiça já foi bem menos pior que isso. 

  7. Em Davos

    Em Davos janot falou para muitos dos seus chefes. Afinal, o seu convite deve ter sido um prêmio, para quem tão bem fez o seu serviço. Quem senão Janot entregaria tão bem nossa economia ao capital financeiro.  As companhias petroliferas agradecem, e o Deus Mercado o abençoa.

  8. 1- Dizer ao globo: ‘sem

    1- Dizer ao globo: ‘sem capitalismo de compadrio, sem cartelização…” em casa de enforcado não se fala em corda.

    2- Artigo correto, perfeito.

    3- O Lula e a Dilma tem uma ‘mão’ pra escolher pgr…

  9. O entusiasmo de Davos com a Lava Jato.

    Janot diz que Davos está “entusiasmada com o processo” da Lava Jato.

    1) Ora, é lógico que Davos está entusiasmada com a Lava Jato. Por conta disso, fiz uma rápida pesquisa para ver quem está presente. Vou citar apenas uns nomes, e vocês vão entender o motivo do entusiasmo todo: 

    2)Um dos presentes é Eldar Saetre presidente executivo da STATOIL,estatal norueguesa q comprou o campo de Carcará.

    2.1)O preço de Carcará saiu mais barato q latinha de coca-cola o barril.A Folha já noticiou q a Statoil tem interesse em outros leilões.

    2.2)Segue o link da presença de Eldar Saetre em Davos. http://azertag.az/en/xeber/President_Ilham_Aliyev_met_with_Statoil_Chief_Executive_Officer-1027850

    3)Outro presente em Davos é John Kerry, secretário de estado dos EUA.

    4) Christine Lagarde, diretora do FMI, também está em Davos.

    5) Joseph R. Biden Jr, vice-presidente dos EUA também está em Davos.

    6)Steve Bolze presidente da GE,empresa que responde inquéritos por compra de termoelétrica na era FHC,tb está em Davos.

    6.1)Lembrando que a GE comprou parte da ALSTOM.Pra quem não lembra,esta está envolvida no escândalo do metrô de SP, ninguém foi punido.

    7)Peter Letmathe presidente da Nestle tb tá em Davos.Nestle tem avançado no controle de água de várias reservas no mundo.

    7.1)O BR tem as maiores reservas de água potável do mundo.Sabemos q o gov. posto pela Lava Jato privatizaria até a mãe.

    7.2)Não seria surpresa privatizarem o Aquífero Guarani.Nos EUA,inclusive,existe uma ONG contra o domínio da Nestle sobre as águas potáveis.

    7.3)O nome da ONG é Stop Nestle Waters, o site é este: http://stopnestlewaters.org 

    8)Borge Brende,ministro do exterior da Noruega também tá Davos. Noruega como já dito controla a Statoil q comprou Carcará a preço de banana.

    Bom, esses foram apenas alguns nomes levantados, e todos eles tem interesse direto na destruição da soberania do Brasil e/ou na destruição das nossas empresas, sejam estatais ou privados, para que assim eles continuem, por exemplo, comprando noso petróleo a preço de latinha de coca-cola o barril.

  10. Ou é muita inocência ou é

    Ou é muita inocência ou é muita desonestidade do PGR afirmar que é conta o capitalismo de compadrio, desde que não seja o dos amigos. Pelo jeito o doutor Janot nunca passou perto da história econômica! Se tivesse uma mera noção da evolução capitalista, jamais falaria uma bobagem dessa!

    • Inocência????!!!???

      Hsv, você é muito educado, e educação é primordial, mas Janot inocente?????!!!??? Não creio…. Tenho direito ao meu juízo, pelo menos ainda tenho, pelo que sei.

  11. Mas ivory nºao +e bem asssim nºao fou corrigir

    De que vale a mim ganhar 5 Estrelas de quinta e ganhar de brinde um vazabosta hyperfedorenta

    Carmem Luça e Giigi determinaram ao Bobo da Corte Procuradora Geral Republicana para provocar o $TF a declarar a inconstitucionalidade da lei da impenetrabilidade dos corpos, o que solucionará o problema da superlotação e bárbara carnificina nas prisões, tanto por iniciativa privada quanto principalmente pública, e não só por omissão mas inclusive por ação

  12. Negócios

    O operação, como todos os cidadãos atentos, mesmo os que concordam, estão cansados de ver, tem feito muito bem aos negócios de certa potência estrangeira e muito mal aos do Brasil. Quando ele e sua “turma” receberão a punição merecida? Provavelmente, nunca. 

  13. Mais um absurdo nessa

    Mais um absurdo nessa República dos absurdos. Como bem salienta o articulista, dentre as funções da PGR não se inclui representar o país em absolutamente nada. O que Janot faz é uma extrapolação por conta da vaidade excessiva. 

    Num país mais sério, teria que se justificar junto ao Congresso por isso e ainda devolver aos cofres públicos os custos com a brincadeirinha de posar de plenipotenciário da  corrupção sem as credenciais legais necessárias. 

  14. Esses bostas junto cu’s moretes estão qurendo vender frigidaire

    digo, esses idiotas tão tentando vender geladeira prá esquimó, pensando que o besta não são eles mas os esquimós

  15. Esse sujeito é doente.

    Esse sujeito é doente. Somente os servidores da justiça envolvidos na lava jato é que sairam lucrando: Moro de licença remunerada nos Estados Unidos, Dalagnol comprou dois apartamentos, todos receberam aumentos salariais acima da inflação. O País em recessão e os verdadeiros corruptos soltos no congresso, todos violando a constituição e desprezando os trabalhadores. Melhor internar esse sujeito em uma clinica para recuperação de drogados ou em uma clinica psiquiatrica.

  16. Janot
    Só comentários como esse pode assustar os investidores,brasileiros sem compromisso com o Brasil são fanáticos que não querem enxergar o que está na frente do seu nariz. Meireles é o profissional ambicionado pelo setor de economia de outros países.Ele se afastou de quem ele não mais confiou, ainda bem que está a frente do nosso setor economico. Abra os olhos e seja fiel ao Brasil e não a partidos ou grupos suspeitos. Que Deus dê sabedoria aos cegos que não querem ver e mostre a verdade das verdades,juizo garoto.

  17. Só falou a verdade, Janot é
    Só falou a verdade, Janot é um homem de primeira linha acima de qualquer suspeita,profissional competente e fora da corrupção, só fanáticos não enxergam a verdade.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome