Noam Chomsky visita Lula. ‘Uma das figuras mais significativas do século 21’, diz

Noam Chomsky, ao lado de Aloizio Mercadante: escolhas dos brasileiros serão historicamente muito importantes (JOKA MADRUGA/AGPT)

noam chomsky e alozio mercadante em curitiba

da Rede Brasil Atual

Noam Chomsky visita Lula. ‘Uma das figuras mais significativas do século 21’, diz

Linguista e filósofo foi mais uma das inúmeras personalidades mundialmente importantes que encontram o ex-presidente em sua cela. Lula pediu caminhadas pela paz no Brasil

por Redação RBA

São Paulo – O linguista e filósofo norte-americano Noam Chomsky, nesta quinta-feira (20), foi mais uma das inúmeras personalidades mundialmente importantes que visitaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em sua cela na Polícia Federal, em Curitiba. “Ele está com muita energia e fiquei muito feliz de saber que está com essa energia. É encorajador encontrá-lo e passar um tempo com ele, que por direito deveria ser o presidente do Brasil. Lula é uma das figuras mais significativas do século 21”, disse Chomsky, 89 anos e um dos pensadores mais importantes da atualidade.

Para ele, Lula “é uma fonte de energia”. “O encontro foi uma experiência tão boa quanto na última vez em que nos encontramos. Com a ajuda de pessoas como vocês, ele pode voltar a ocupar a posição que deve ocupar e superar os terríveis problemas que o Brasil está enfrentando.”

O grave momento por que passa o país pode resultar em dois cenários, segundo suas expectativas. “Não preciso dizer que é um período terrível, que pode se transformar num declínio permanente ou no colosso do Sul, como foi anunciado há um século e começou a se tornar possível durante a liderança de Lula.”

Segundo Noam Chomsky, “essas são as escolhas que os brasileiros têm num futuro muito próximo”. Ele acrescentou, em alusão às eleições presidenciais: “Dado o significado do Brasil no mundo, as escolhas que vocês fizerem vão ser historicamente muito importantes.”

O filósofo encerrou sua fala fazendo coro à militância que está na Vigília Lula Livre na capital de Curitiba. “So, Lula livre”, afirmou – frase que sua mulher, a brasileira Valeria Wasserman, que traduziu a entrevista, não precisou verter ao português.

O ex-ministro Aloizio Mercadante acompanhou Chomsky e Valéria durante a visita. Segundo ele, Lula enviou alguns recados à militância. O primeiro é o de que ele tem “convicção” de que o candidato do PT, Fernando Haddad, será eleito presidente da República. 

“O crescimento nas pesquisas nesse curto período é o maior que um candidato já teve. Isso se deve à força do legado dos governos Lula. As pessoas querem o Brasil de volta e sabem que o caminho é Haddad”, disse.

Segundo ele, Lula pediu que os eleitores e movimentos sociais não se limitem a esperar resultados das pesquisas, mas precisam “ir à rua e amassar barro”. “Em nome dele, eu digo que ele sabe que venceria no primeiro turno, mas aquele que tem tido a lealdade, discutindo cada passo da campanha com ele, é Haddad. Por isso ele pede que o mesmo compromisso que tinham com ele, tenham com Fernando nessas eleições.”

O terceiro recado do ex-presidente é para que a coordenação da campanha discuta a viabilidade de realizar caminhadas pela paz no Brasil. “A nossa proposta é de mais livros, mais escola, mais museu, mais cultura, e enfrentar com essa proposta de paz a cultura de mais faca, mais revólver, mais fuzil e mais violência. Nós somos a candidatura da paz e do diálogo”, concluiu Mercadante.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

5 comentários

  1. A diferença entre Beto Richa e Lula

    Em relação ao Beto Richa, o $érgio Moro escreveu:

    “Há, conforme análise já efetuada, prova suficiente de materialidade e autoria de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, sendo que, em relação a Deonilson Roldo e Luciano Ribeiro Pizzato [delator do esquema], também há provas de autoria em relação ao crime de fraude à licitação”.

    Veja que antes da instrução processual e do contraditório, o Moro tem provas não só da materialidade do fato mas também da autoria delitiva.

    Em relação ao Lula, o qual está sendo processado sobre um sítio em Atibaia, o Moro escreveu:

    “Se os elementos probatórios citados são suficientes ou não para a vinculação das reformas do sítio a acertos de corrupção em contratos da Petrobras, ainda é uma questão a analisar na ação penal após o fim da instrução e das alegações finais”. – $érgio Moro

    Note que, em relação ao Lula, o Moro tem indício insuficiente de materialidade e prova da autoria delitiva.

    Eu não sei porque estou te batendo mas tu sabes porque estás apanhando.

  2. em pauta

    Se a ONU e Chomsky são infeirores em têrmos de argumentação do que a tchurminha de curitiba (mínuscula intencional) é fácil analisar a crise judiciária brasileira. Um verdadeiro caos, deixamos de ter juízes, agora temos justiceiros, gostaria que o Batman vivesse aqui.

     

  3. Figura mas importante do sec. 21

    Ainda que surjam muitas e muitas outras, como já surgiram, figuras honrosamente importantes, nunca serão tão quão ao Senhor Jesus Cristo, e veio visitar a todas as pessoas, ainda está a visitar, em qualquer lugar, chame-o para visitá-lo, hoje mesmo. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome