Povo ignora extensão da crise manipulada pelos entreguistas, por J. Carlos de Assis

Movimento Brasil Agora

Povo ignora extensão da crise manipulada pelos entreguistas

por J. Carlos de Assis

A esmagadora maioria da população brasileira não tem a mais remota idéia da profundidade da crise em que nos encontramos. A grande mídia omite a verdadeira natureza dos problemas brasileiros e a mídia alternativa, principalmente na internet, concentra-se num noticiário fragmentado, tendo em vista suas características específicas de comunicação. Nós, analistas, temos de ter a modéstia de reconhecer que, enquanto blogueiros, dificilmente formamos opinião, pois  com nossos longos artigos dificilmente fixamos a atenção do leitor.

É claro que essa limitação não nos tira do jogo. Insisto em escrever no blog da mesma forma como, no passado, escrevia em jornal impresso. Tenho certeza de que, aos poucos, vamos furar o bloqueio da grande mídia não apenas por conta de nossas virtudes mas porque, como dizia Lênin, a verdade é revolucionária. Flashes da grande crise em que nos encontramos são claramente perceptíveis em Vitória, no Espírito Santo, no Rio de Janeiro, no Rio Grande do Sul e, não demora muito, em Minas Gerais. O novo normal está sendo a explosão da crise.

O grande problema é a interpretação. Como os grandes jornais e revistas nacionais não ajudam, com raríssimas exceções a crescente gravidade da situação social é interpretada apenas como um problema social deslocado do problema econômico e governamental. As pessoas não conseguem perceber, por exemplo, a vinculação entre a crise do setor público e os fundamentos da PEC-55, que pretende congelar os investimentos e gastos públicos, inclusive os essenciais, por 20 anos. A crise é interpretada como um castigo de Deus.

Existe algo mais profundamente grave. Para milhões de brasileiros, e em especial para as elites políticas, o processo de impeachment não acabou. A sociedade continua estranhamente dividida entre os que foram favoráveis ao impeachment, ditos golpistas, e os que foram contra, os constitucionalistas. Essa clivagem é uma das formas mais deletéreas de esconder a realidade brasileira presente. Funciona como um biombo encobrindo a realidade profunda que nada tem a ver com essa política que se tornou meramente transitória.

Acredito que por cima da divisão de classes e da divisão entre pobres e ricos, o que efetivamente determina uma contradição fundamental na sociedade brasileira é a divisão entre nacionalistas e entreguistas. São estes últimos os que estão realmente controlando o poder político no Brasil. Indiferentes em formular um programa econômico de emergência para superação da crise, eles se apressam em implantar no mais curto prazo possível seu projeto de entrega total à privataria estrangeira do patrimônio nacional.

Não se trata de abstração. Em questão de meses, os entreguistas doaram o pré-sal, retalharam a Petrobrás para efeito de venda ao setor privado daqui e lá de fora, conspiraram para entregar o controle da Vale do Rio Doce ao Bradesco e à Mitsui, prepararam a doação de R$ 100 bilhões de equipamentos públicos a empresas de telecomunicações (inclusive Globo), propõem a privatização da Previdência e da Educação para ampliar o espaço para o capital estrangeiro nessas áreas, buscam o fim da CLT para aumentar os lucros privados.

Acaso a população brasileira foi informada de maneira sistemática desse plano de entrega da economia nacional ao capital estrangeiro? Entretanto, a questão do entreguismo não é apenas um problema de doação patrimonial. É uma questão de liquidação da soberania nacional. Sem soberania econômica é impossível realizar um programa de recuperação. A entrega da soberania pressupõe a alienação de políticas fiscais, monetárias e cambiais  cujo controle é essencial para fazer, por exemplo, um programa keynesiano de recuperação.

Portanto, não são apenas as medidas entreguistas tópicas do Governo Temer que contam. É a sua lógica global. Por trás delas está a idéia de que o estrangeiro vai resolver nossos problemas graciosamente, como nosso parceiro e nosso associado. Esta, aliás, é a ideologia proposta por Fernando Henrique num livro ainda nos anos 70. Não há outra razão senão esta para explicar porque este Governo assiste passivamente à destruição de nossas empreiteiras, todas de capital nacional, por um judicialismo tosco. Diante disso, nossa esperança é ver a pedagogia da realidade funcionar. Aí, iremos à forra.

 

17 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rui Ribeiro

- 2017-02-10 04:07:18

Delgado, achei q além de criticar tu irias mostrar a solução

Não critique se você não consegue fazer melhor. Porque você não quer mudanças? O status quo tá te beneficiando?

O seu comentário deu à luz um rato.

Dudu Cartucho

- 2017-02-09 21:56:48

Éh...  Pensar que o PMDB só

Éh...  Pensar que o PMDB só encampou o golpe porque o governo Dilma deu muita corda para o "judicialismo tosco", ou eles entregam tudo o que os verdadeiros golpistas daqui e do estrangeiro querem, ou terão o mesmo fim dos petistas.

De 2012 no julgamento do mensalão ao começo de 2016 com a água no pescoço, a presidente e o Zé Cardoso só repetia: 'as instituições estão funcionando'. E funcionaram, à favor dos golpistas.

Marcos K

- 2017-02-09 19:46:21

Confiar no povo brasileiro já

Confiar no povo brasileiro já demonstrou ser uma rematada idiotice. Povo sem fibra, moral, ética e amor próprio.

Portanto, o artigo é inútil.

Carlos Delgado

- 2017-02-09 17:12:05

Haja bobice!!!

Que artigo mais bobo!!!

Ele faz um passeio superficial sobre os fatos, tingindo-os de teoria da conspiração movida por maniqueísmos simplistas.

Desse jeito não adianta! Não vai ser o discurso da Grande Conspiração que vai lançar luzes analíticas sobre o que vivemos hoje.

Parece, isso sim, que a grande tentação do maniqueísmo é que tende a embotar tudo (pelo menos por parte dos tais ditos "analistas").

Aí misturam-se militantismo de viúvas de um governo derrubado (ou do antigo governismo petista) com incapacidade para ver as conexões complexas. O resultado é má-fé analítica e simplificação caricaturesca, na esperança de que a única salvação messiânica é a volta do Lula-Sebastião perdido no meio do deserto do real.

Desse jeito vai tudo pro brejo mesmo.

Marcelo33

- 2017-02-09 16:00:38

E o povo ainda deve ter

E o povo ainda deve ter comemorado a morte do "Terrorista".

 

Rui Ribeiro

- 2017-02-09 13:44:12

A solução é porrada nos Manifestantes

A solução não é pagar os salários atrasados nem repor as perdas salariais dos policiais mas baixar porrada:

Solução é simples em 3 atos:

Frederico69

ter, 07/02/2017 - 19:37

1 - identificar as baderneiras que impedem a pm  de trabalhar;

2 - usar o método atual de dissolução de manifestações (tiro, bomba e porrada);

3 - processar criminalmente as baderneiras responsabilizando-as pela situação por elas provocada.

https://jornalggn.com.br/noticia/corte-de-direitos-causou-crise-na-seguranca-do-espirito-santo-diz-sindicato

 

E o salário...Ó!

SOS. Gimme Shelter or I'll fade away. If I had money, I'd leave this Bananeira Republic today

Aracy_

- 2017-02-09 13:32:20

Concordo que o povo ainda não

Concordo que o povo ainda não tem noção da extensão do estrago feito pelo golpe. Arrisco a previsão de que a forra virá a partir da área da saúde. Aos poucos, a população está percebendo que o SUS vem sendo sucateado e rifado para a iniciativa privada, num processo mesquinho e irresponsável em que se dane a ética das profissões de saúde. Mas quem está enfermo ou tem um ente querido doente não aceita descaso. A reação promete ser muito dura.

Jota Lopes

- 2017-02-09 13:27:48

Povo?

Eu sei o que é o povo. Em princípios de 1970, conversando com um dirigente da AP, dizia-me ele que o PCB não passava de partido reacionário, que boicotava toda a movimentação em torno da luta armada. Para este dirigente, o povo queria e exigia uma revolução, Pois bem! Vimos o que aconteceu. Quantas mortes inuteis neste nosso Brasil. inclusive a deste mesmo dirigente de AP, assassinado no Recife em 1973, se não me engano. Depois de tudo isto, o que tivemos foi uma Democracia consentida pelos militares, não uma Democracia conquistada pelo povo nas ruas. Povo? Podem esperar. Depois de tudo destruido não sei o que esperar do povo.

Atreio

- 2017-02-09 13:20:36

td isso será facilmente

td isso será facilmente cancelado ao retorno de DILMA.

sem crime, sem impeachment!

entreguistas permanecerão entreguistas. governo eleito permanece eleito.

 

não há alternativa melhor do q lutar para o BRASIL se redimir.

Corrija seus erros: reDILMA-se!

CB

- 2017-02-09 13:18:39

Um dia será preciso que

Um dia será preciso que apareça por aqui alguém com culhões, feito Hugo Chavez ou Evo Morales, pra tomar de volta tudo que tomaram e estão entregando. A coisa é feia. Já tentei explicar esta história de nacionalismo X entreguismo para um sujeito que tem uma indústria de médio porte, mas importante no país em seu segmento, e ele não entende. É viciado em drogas: consome diariamente doses de estadão, globo e globonews e, uma vez por semana, se entope de veja até quase a overdose.

Rui Ribeiro

- 2017-02-09 13:00:42

Então o problema não é de classes?

Você acredita que por cima da divisão de classes e da divisão entre pobres e ricos, o que efetivamente determina uma contradição fundamental na sociedade brasileira é a divisão entre nacionalistas e entreguistas?

Mas essa divisão não é efeito da divisão da sociedade em 2 classes sociais, uma que produz e recebe apenas o suficiente para continuar produzindo e a outra que nada produz, apenas consome e oprime os trabalhadores?

Se não houvesse essa divisão da sociedade em classes, nós teríamos essa divisão entre nacionalistas e entreguistas?

Rui Ribeiro

- 2017-02-09 12:55:01

A elite rouba mas é um Sindicalista que paga o pato com sua vida

Mataram o Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Espírito Santo. A elite golpista faz suas bandalheiras mas quem paga são os trabalhadores. O assassinato deve ter sido cometido por alguém das Forças Armadas, não deve ter sido por bandidos comuns, mas por bandidos oficiais. O Exército vai intervir no Espírito Santo e arrebentar a população, detonar os líderes do Movimento e encurralar todo mundo.

A Barbarie das Prisões invade as Ruas

Esse governo pusilanime não tem qualquer poder para barrar essa onda de criminalidade que vai varrer o país de Norte a Sul, de Leste a Oeste, até porque esse crápula é um dos causadores dessas carnificinas, não só por omissão, mas também por ação. A solução desse governo de idiotas criminosos vai ser pior do que o problema: os assassinos da Força Nacional são matadores profissionais. A violência vai aumentar. Pode marcar o que eu tô dizendo. Os Homicidas amadores não são parea para os Homicidas Profissionais desse governo bandido.

Ele só quer estancar a sangria da Vazabosta, mas quer quer a hemorragia social aumente, por isso é que ele está aumentando o fosso das desigualdades sociais. Esse governo é um assassino.

Luiza1

- 2017-02-09 12:54:38

Brasil: uma galinha de ovos mais do que dourados

Acabar não podeee !!!! A existência ou a sentença do BR e dos brasileiros. no cenário geopolítico, será o de  sustentar a elite global internacional. Ponto. Esse é o projeto do golpe/2016 - o Br entregar suas riquezas, que não são poucas, e o orçamento público nas mãos de uma minoria de investidores mundiais... Tudo vai conforme o combinado: povo alienado e golpistas em plena ação sem nenhum resistência eficaz. A verdade não consegue prevalecer quando a maioria é composta de vigaristas atuando sobre um povo totalmente manipulado.   

Luiza1

- 2017-02-09 12:40:29

Povo no Br nasce vítima. Sentença imposta s resistência

Pois é.... Influenciar em prol da verdade dos fatos não é mesmo tarefa fácil quando o "sistema" dominante de " informação" é todo ele financiado por interesses privados e é o que penetra em todos os lares corrompendo as mentes, os corações, diariamente, sem maiores consequências pelo mal que produz .. Por isso mesmo, é que para o povão a tal "pedagogia da realidade" funciona alicerçada no esquecimento, induzido, da sua experiência de bem estar social sob os governos petistas, mais precisamente sob o governo de Luis inácio Lula da Silva apesar da Carta aos Brasileiros...

O BR tem, sim, jeito. O que não tem jeito, pelo menos em curto prazo, é a falta de consciência cidadã e política do povo brasileiro..

Povo manipulado sempre foi política de Estado no Brasil. Desa pilhagem do golpe/2016 sobrará alguma coisa para chamarmos de nosso e reerguer o país? Difícil isso..

 

Elvys

- 2017-02-09 12:36:59

"Nós, analistas, temos de ter

"Nós, analistas, temos de ter a modéstia de reconhecer que, enquanto blogueiros, dificilmente formamos opinião, pois  com nossos longos artigos dificilmente fixamos a atenção do leitor."

Possíveis soluções pra corrigirmos isso: textos curtos, banners, imagens, de forma simples e direta, passar a mensagem à população. Temos que nos adaptar à linguagem dos dias atuais, atentos à forma como o povão assimila informações.

Não é pra menos que Lula causa arrepios em parcela considerável da classe dominante brasileira, ele sabe se comunicar como poucos.

emerson57

- 2017-02-09 12:15:03

Brasil está acabando!
A respeito, comentei isso no Blog da cidadania:Enquanto a globobo dita a pauta do pais e esse mouro faz o diversionismo, o Brasil e os brasileiros são assaltados diariamente:Liquidação do Banco do Brasil, do BNDES e da Caixa Federal. Pá de cal na Siderurgia. Esquartejamento da Petrobrás.Destruição do INSS.Demolição das finanças dos estados.14% de desemprego (o céu é o limite!).Extinção da indústria de defesa.Enterro sem missa ou velório da Engenharia Nacional.Doação do patrimônio público às teles.Subvenção desenfreada à mídia PLIMPIG.Tenebrosas dioturnas transaçõe$$$$$$.Desmonte das Universidades Públicas.Sucateamento da Educação.Término de toda Pesquisa Acadêmica Nacional.Muitíssimas mil negociatas mais.......Eis a grande obra do paneleiro governo ilegítimo ! 

naldo

- 2017-02-09 12:08:41

A midia quadrilheira e

A midia quadrilheira e corrupta está fazendo o seu trabalho,

 

todo dia tem uma apresentador velhaco para dizer que o Brasil está melhorando, que o golpista é um "grande homem" que irá salvar o Brasil, um anal-ista eonomico para desinformar que o páis está atulhado de desempregados felizes porque os juros cairam, contos de fadas perdem pois os nossos só tem lobo em pele de cordeiro, já comeram a vovozinha e a chapeuzinho vermelho faz tempo e estão palitando os dentes com os ossos.......

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador