Suplente licenciado de Álvaro Dias se apresenta para cumprir ordem de prisão

Jornal GGN – O primeiro suplente licenciado de Álvaro Dias (PODE), Joel Malucelli, dono da construtora J. Malucelli e de empresas de comunicação no Paraná, se entregou nesta sexta-feira (14) ao Gaeco (grupo de combate ao crime organizado), braço do Ministério Público do Estado, para cumprir ordem de prisão na mesma operação que deteve Beto Richa (PSDB). 

Malucelli é filiado ao Podemos, já tentou disputar o governo do Paraná e suplente de Dias, candidato à Presidência que promete convidar Sergio Moro para ministro da Justiça, caso seja eleito. O empresário está licenciado desde julho, diz a Folha de S. Paulo.

Alvo de um mandado de prisão temporária na terça (11), Malucelli estava na Itália e era considerado foragido pelos investigadores.

“Ele é suspeito de ter participado de fraudes à licitação e desvio de recursos públicos num programa de manutenção e abertura de estradas rurais no Paraná, entre 2012 e 2014”, anotou o jornal.

Em nota, o senador Alvaro Dias disse que combate a corrupção e que “cada um deve responder por si”, não sendo “admissível a tentativa de transferir responsabilidades para quem quer que seja”.

Malucelli, quando se afastou da suplência, justificou que existem “tentativas injustas iniciadas ao longo da pré-campanha eleitoral para atingi-lo e, supostamente, prejudicar Alvaro Dias”.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome