De malandragem estou cheio

Resgate de Luciano Hortencio

Francisco Alves interpreta VOU ME REGENERAR de Getúlio Marinho.

De malandragem estou cheio

Não desejo e não quero

Saber mais desta vida

Vou me ausentar deste meio

E arranjar um outro

Que me dê guarida. (bis)

A malandragem hoje em dia

Não tem mais nada o que dar

Pois de quem dela vivia

Tem mesmo que trabalhar

Eu já fui malandro

Sempre gozei boa vida

E não tenho nada a dizer

Da malandragem querida.


Francisco Alves – VOU ME REGENERAR – Getúlio Marinho.

Disco Odeon 10.873-B – matriz 4390.

Gravação de 09.12.1931 e lançamento em janeiro de 1932.

Agradeço aos amigos Claudio Canfild e Otacílio Azevedo, pela lembrança e envio do raro fonograma.

Coisas que o tempo levou.

luciano hortencio.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora