Eugênia, por Luciano Hortencio

EUGENIA é uma modinha composta sobre versos de Castro Alves, dirigidos ao seu grande amor, à atriz portuguesa Eugênia Infante da Câmara, em 1863.

Eugênia, por Luciano Hortencio

Foram precisos 115 anos para que EUGENIA fosse apresentada a todos os que amam a poesia e a modinha, em nível internacional.

Coube ao canal youtube luciano hortencio esse feito, sempre com a imprescindível ajuda do Arquivo Nirez.

EUGENIA é uma modinha composta sobre versos de Castro Alves, dirigidos ao seu grande amor, à atriz portuguesa Eugênia Infante da Câmara, em 1863.

EUGENIA foi gravada por Mário Pinheiro, com acompanhamento de violão, em disco Odeon R 40611, lançada no ano da graça de 1906.

Vamos, Eugênia, fugindo
Teu vulto alegre sorrindo
Teu vulto alegre sorrindo
Bem longe nos ocultar.

Oh como erram os amantes
Que dizem vagando errantes
Que dizem vagando errantes
Pra ser feliz basta amar.

Uma casinha bonita
Lá onde o mato se agita
Lá onde o mato se agita
O vento ao leve soprar.

No manto verde da relva
No leito fresco da relva
No leito fresco da relva
Como é tão bom se amar.

Em uma casinha pequena
Faremos a vida amena
Faremos a vida amena
Vivendo num céu de amor.

Como um casal de pombinhos
Vamos fazer nosso ninho
Vamos fazer nosso ninho
Lá onde ninguém mais for.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome