Futuro presidente da Petrobras não foi aprovado de forma unânime

Caio Mário Paes de Andrade foi aprovado por 3 votos a 1 no comitê de elegibilidade; ele também negou recomendação de mudança dos preços

Edifício sede da Petrobras no Centro do Rio. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Edifício sede da Petrobras no Centro do Rio. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O comitê de elegibilidade da Petrobras aprovou o nome de Caio Mário Paes de Andrade por 3 votos a 1.

Com isso, o Conselho de Administração da estatal deve decidir nesta segunda-feira se o indicado pelo governo federal será eleito presidente da estatal. Em caso positivo, a posse pode ocorrer no início da tarde.

Segundo informações da CNN Brasil, quatro pontos foram levados em consideração: reputação ilibada, notório conhecimento do setor, formação acadêmica e experiência.

Existiram divergências sobre o conhecimento e a experiência do indicado por Jair Bolsonaro para assumir a presidência da estatal.

Um dos integrantes do comitê entendeu que Andrade não possui experiência no comando de grandes empresas, mas os outros três integrantes entenderam que ele atendia todos os requisitos previstos na Lei das Estatais.

Ao mesmo tempo, a ata da reunião do Comitê de Elegibilidade (Celeg) diz que Andrade negou ter sido orientado pelo governo federal para mudar a política de preço dos combustíveis.

Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente.

Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Leia Também

Eliminar a tributação de dividendos foi uma péssima ideia

O Petróleo à luz dos custos de transação, por Luiz Alberto Melchert de Carvalho e Silva

Taxar lucros extraordinários de petroleiras é direito de governos, por Luis Nassif

Quem é Caio Paes de Andrade, cotado para presidir a Petrobras

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador