Julgamento que poderá demitir onze procuradores da Lava Jato começa segunda-feira

Integrantes do MPF são acusados de divulgar dados de um processo em segredo de Justiça e podem perder cargo

Jornal GGN – O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) deve começar a julgar na segunda-feira, 13, um processo administrativo disciplinar contra 11 procuradores da Lava Jato do Rio de Janeiro. Se condenados, os magistrados perdem o cargo. As informações são do Radar, do site da Veja.

Os acusados são investigados por suposta quebra de sigilo na apuração que apontou os ex-senadores Romero Jucá e Edison Lobão como participantes de esquema de propinas na usina nuclear de Angra 3.

A abertura da investigação contra os magistrados foi determinada pelo corregedor geral do MP, Rinaldo Reis Lima.

São alvos da ação os procuradores Eduardo El Hage, Fabiana Schneider, Marisa Ferrari, José Vagos, Gabriela Câmara, Sérgio Pinel, Rodrigo Silva, Stanley Silva, Felipe Leite, Renata Baptista e Tiago Martins.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome