Decisão de ministro do STF deve beneficiar Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

A Quinta Turma do tribunal julga nesta terça três recursos da defesa do senador. Ministro deve decretar nulidade de relatórios que sustentam a denúncia

 Jornal GGN  – O ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), deve tomar uma decisão jurídica nesta terça-feira, 23, a favor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso das “rachadinhas”. Isso porque, hoje a Quinta Turma do STJ retoma o julgamento de três recursos apresentados pela defesa do político que devem mudar rumos do inquérito que apura o esquema de peculato e lavagem de dinheiro em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

De acordo com o Estadão, Noronha vai votar para decretar a nulidade das decisões de compartilhamento de relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) com o Ministério Público do Rio e das quebras de sigilo fiscal e bancário envolvendo o senador, sob a argumentação de um suposto “direcionamento” da investigação para atingir o parlamentar.

“Integrantes do STJ ouvidos pela reportagem sob a condição de anonimato interpretaram o voto como uma implosão do caso das rachadinhas, o que obrigaria o retorno da apuração à estaca zero”, diz o jornal.

São esses relatórios e as informações obtidas pela quebra do sigilo que sustentam a denúncia do Ministério Público contra o filho mais velho de Jair Bolsonaro (sem partido), acusado pela justiça do Rio por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora