Álvaro Dias deixa o PSDB mirando Presidência em 2018 pelo PV

Jornal GGN – Depois de 18 anos filiado ao PSDB, o senador Álvaro Dias (PR) registrou sua desfiliação no partido pelo qual foi eleito. O parlamentar assinou em Londrina, no Paraná, a sua desfiliação, para ingressar no Partido Verde (PV), de acordo com a sua assessoria.

Apesar de ainda não ter ingressado oficialmente no PV, o senador já gravou uma propaganda partidária de rádio e televisão que já deve ser exibida no próximo dia 12 de janeiro. O objetivo do senador, segundo bastidores do Congresso, é assumir a candidatura à Presidência da República em 2018 pelo partido. 

A assessoria do senador confirmou que já existe um convite, por parte do PV, para que Álvaro Dias seja o candidato da sigla nas próximas eleições presidenciais. O senador rompeu com o grupo político do governador Beto Richa (PSDB), do Paraná, em 2010, quando os dois disputaram a indicação para ser o candidato tucano ao governo do Estado. Desde então, afastou-se vida de disputas partidárias.

O senador paranaense totalizou 18 anos no PSDB. No Senado, foi líder do partido em mais de uma oportunidade. As divergências internas relacionadas ao estado paranaense motivaram sua saída dos quadros do partido.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

22 comentários

  1. Uma vez tucano….

    O mesmo estilo personalista de governar.   Prá ele e alguns populistas de plantão aí, nunca será governo do Paraná, ou Brasil…  será sempre : Governo Alvaro Dias !!

    “…..

  2. Eita. Agora o meio ambiente

    Eita. Agora o meio ambiente vai ser protegido. Dupla imbatível: Eduardo Jorge e Álvaro Dias. Com a Marina na Rede teremos uma trinca de ferro protegendo a Amazonia e o meio ambiente. Excluida a questão Samarco e as terras indígenas naturalmente.

    Se bem que o atual governo poderia formar uma quadra com eles.

  3. Difícil enxergar o Álvaro

    Difícil enxergar o Álvaro Dias verde, parece mais um toco queimado e devastado. Sem ideologia ele que não tem nada a ver com a causa verde e sem ideologia o partido que convida alguém sem relação alguma com seu programa. O ideal do Álvaro é se candidatar a presidente,  o do partido é chegar à presidência, a causa ambientalista depois eles vêem como é que fica. Queria saber quem botou na cabeça dele que isso é possível. 

  4. O Álvaro Dias é ou foi, o

    O Álvaro Dias é ou foi, o grande herói dos coxinhas paranaense. Nunca apresentou nada de  importante no senado. Suas chance de ser presidente ou governador do Paraná é mínima. Ser candidato a Presidente é só uma forma de ficar na mídia e viabilizar sua candidatura ao governo do Paraná. Aliás já fez isso várias vezes e nunca deu certo.

    Tem uma base de apoio boa com prefeitos, mas essa base sempre foi firmada no financiamento das campanhas para prefeito, dá onde vem o dinheiro a justiça eleitoral poderia responder? Será que ele recebeu uma parte dos 10 milhões pago ao Sérgio Guerra, já que era os dois únicos senadores do PSDB na CPI?

    Sua jogada com a mudança para o PV e ter uma certa influência na disputa da prefeitura de Curitiba que esta totalmente indefinida. Se ficasse no PSDB seria carta fora do baralho, não teria nenhum influência.

    Mas no PV, sabe que apesar de não ter candidato para vencer em Curitiba, mas pode dar apoio importante para alguém. E nesse apoio é que ele quer faturar algum. Assim com o dinheiro de Curitiba ele financia algumas campanhas no interior e alimenta seu desejo de chegar no Palácio do Iguaçu. Infelizmente a justiça eleitoral é só infeite e não investiga essas alianças política.

    Agora se o PV realmente quer defender a causa da ecologia como vai aceitar um senador que sempre foi financiado e tem sua base de apoio político o agronegócio. Álvaro Dias representa o que existe de pior na política, só para lembrar ele tem ligações fortes com o doleito Yusef.

    Será que agora que ele não é mais tucano o Moro vai investigar o Álvaro Dias? Se sim, será o primeiro fato importante de 2016 na política, e terá grandes desdobramentos. 

  5. 2018 será uma festa da democracia

    Sem o dinheiro das empresas, PT e PSDB não conseguirão reeditar as últimas eleições.

    Além disso, o povo estáde saco cheio deles e vai pensar seriamente em sair da dicotomia política.

    Qualquer um que se apresentar como moderado, tem chances reais. Como aliás, já tinha Eduardo Campos am 2014, não fosse seu avião cair de maneira tão providencial para tucanos e petistas.

    Dias tem o direito de sonhar. E de tentar ocupar esse espaço que será, certamente, de um velho desconhecido do eleitor.

    • Não existe como convencer o

      Não existe como convencer o povo brasileiro de que algum outro grupo seriam menos corrupto do que petismo. De fato, Golbery não criou sua esquerda para ficar menos de 100 anos no poder

    • td ano se promete isso

      o povo acaba votando nos mesmos, no caso do PT ainda tem o medo de perder bolsa família que é bem usado pelo partido dos trabalhadores na propaganda eleitoral…

  6. O Alvaro Dias é do Paraná, e

    O Alvaro Dias é do Paraná, e é mestre em vazamentos e chegado em dossiês. Sabe muito dos bastidores do jogo sujo da política.

    Se ele está saindo do PSDB, no momento que a “República da Paraná” é um poder paralelo no país, quem sabe mais importante que o de Brasília, é porque ele acha que mais cedo ou mais tarde os vazamentos seletivos do Moro saem do controle. Aí a lama tal qual da Samarco afunda os tucanos todos.

    Pode ser que ele esteja apenas procurando espaço, já que foi escanteado pelo Richa, para maiores vôos. Mas pode ser isso e muito mais

  7. Álvaro Dias no PV, Geraldo

    Álvaro Dias no PV, Geraldo Alckmin no PSB, José Serra no PMDB, Jair Bolsonaro no PRTB, Ronaldo Caiado no Demo, Pastor Everaldo no PSC,  Marina Silva na Rede, Aécio Neves no PSDB. Assim a direita estará distribuída nas eleições de 2018. Podem esperar, o debata vai ser um verdadeiro filme de terror trash dos anos 80. 

    • 2o turno

      Se, por um lado, isso aumenta a possibilidade de um 2o turno, por outro aumenta bastante a somatória de tempo de exposição na mídia de toda essa turma para combater a situação. No 2o turno, certamente se apoiarão mutuamente.

  8. Álvaro Dias, das terras

    Álvaro Dias, das terras moristas, deve saber de algo que ainda não sabemos. Mas, em breve ficaremos sabendo.

    A fim de conter a grita que se estabeleu contra o partidarismo e a seletividade acusatória da lava jato, os próximos passos da república do Paraná será alvejar ninho tucano, ainda que com artefatos de efeito moral.

    • obviamente. Para arriscar

      obviamente. Para arriscar tanto, é quase certo que ele obetive certeza de que Lula não será candidato. mas pode ser também que o PV já saiba que será Lula e que terá direito ao ministério da justiça para  Dias

  9. e eu achando que senador

    e eu achando que senador Álvaro Dias, lá da sua cátedra cativa no sistema global de comunicação, estava dedicando seu precioso tempo e notável saber político dos Problemas Brasileiros I II III IV a serviço do país e do povo brasileiro e nunca me passara até então que estivesse pelejando e trombeteando – na política, na causa pública, na fraude da megasena da CEF, no merchan isperto para calvície e cabelos brancos – para se servir em causa própria pelo poder no poder…

    me passou…

  10. Políyica
    O Álvaro ficou verde!
    Serà que é de verdafe?
    Não, ele tenta cuidar da lavoura do roçado deixado por Matina Silva Abilolada.
    Não, não ele rompeu com a TUCANALHA!
    Como, se dizem que ele é um tucanalha.
    Não, é uma tática de guerrilha, ele se infiltra do PV, sai candidato em 3018, no segundo turno arrasta os verdes para o apoiar AÉPERRELLA do PSDB, o seu partido.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome