Dória empata com Skaf e lidera índice de rejeição em SP

Márcio França (PSB) dobra número de eleitores, empatado tecnicamente com Luiz Marinho (PT)
 
doria.jpeg
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
 
Jornal GGN – Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (06) para os candidatos ao senado e governo do Estado de São Paulo, feita uma semana após o início do horário eleitoral gratuíto, mostra Paulo Skaf (MDB) e João Doria (PSDB), tecnicamente empatados com 23% e 25% das intenções de voto, respectivamente, na pesquisa estimulada, quando o nome dos candidatos é apresentado.
 
Dória se manteve com a mesma proporção de votos registrada na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada 22 de agosto. Já Skaf apresentou aumento de três pontos percentuais. O levantamento mais recente mostrou, ainda, aumento das intenções de voto no governador Márcio França (PSB) que passou de 4% para 8%. Já o terceiro colocado nas pesquisas, Luiz Marinho, passou de 4% para 5%, mantendo-se praticamente estável entre o eleitorado paulista. Com isso, os dois último candidatos também estão tecnicamente empatados. 
 
A proporção de eleitores sem candidatos passou de 37% para 30%, após o início da campanha eleitoral gratuita na TV e no rádio: o total de eleitores com voto branco ou nulo caiu de 26% para 22%, e indecisos, de 11% para 8%. 
 
Na pesquisa espontânea, quando o nome dos candidatos não é apresentado para o eleitor, 10% disseram votar em Dória e 7% em Skaf. 
 
Eleitores dispostos a mudar 
 
Ainda, segundo o instituto, 55% dos eleitores disseram que podem alterar o voto até o dia da eleição: 59% deles são simpatizantes de Skaf e 54% de Dória.
 
O levantamento também pesquisou o índice de rejeição dos candidatos. Dória é o mais rejeitado com 33% dos eleitores afirmando que jamais votariam no psdebisa. O nível de rejeição na capital, onde governou por 15 meses deixando a prefeitura para concorrer ao cargo ao governo do Estado, a rejeição chega a 47% do eleitorado, duas vezes maior do que no interior (25%). Marinho e Skaf, apresentam índice de rejeição próximos, de 24% e 23%, respectivamente. França é recusado por 17% dos eleitores. 
 
Para as duas vagas no Senado, Eduardo Suplicy (PT) continua na frente, com 30%, seguido por Mário Covas Neto (Podemos), que reuni 18% das intenções de voto. Major Olímpio (PSL) e Mara Gabrilli (PSDB), ocupam a terceira e quarta posição, com 11% e 8% das intenções de voto, respectivamente.
 
O Datafolha realizou o levantamento entre terça (4) e quinta (5), ouvindo 2.030 pessoas no Estado. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora