Ibope: 36% dos paulistas se dizem antipetistas

Os dados mostram que o sentimento de antipetismo se concentra entre os brancos, de classe média e evangélicos

Reprodução

Jornal GGN – A estratégia da extrema-direita em disseminar o ódio contra o Partido dos Trabalhadores (PT) tem sido bem sucedida em São Paulo. Cerca de 36% dos eleitores paulistas não votariam de jeito nenhum na sigla, segundo a pesquisa Ibope. 

Os dados apontam que o sentimento de antipetismo se concentra entre os brancos, de classe média e evangélicos. Uma vez que a maioria dos eleitores contra o PT tem renda e níveis de escolaridade maiores. 

Além disso, 44% dos eleitores que se definem como brancos não votariam de jeito nenhum no partido. Entre os negros essa taxa cai para 29%. 

Ainda, 45% dos evangélicos rejeitam a hipótese de votar no PT. Já os católicos, 34%.

A pesquisa também aponta que, em nenhum segmento do eleitorado, o antipetismo é tão forte como no bolsonarismo. Seis em cada 10 eleitores paulistas apoiadores de Jair Bolsonaro (sem partido) afirmam que não votariam no partido em nenhuma hipótese. 

Apesar de todos esses dados, a capital ainda soma a maior quantidade de simpatizantes declarados do PT, 23%. 

Com informações do Estadão.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora