MDB oficializa Meirelles sem unanimidade e, cotada a vice, Marta não aparece


Foto: Reprodução
 
Jornal GGN – O MDB realizou a convenção nacional do partido nesta quinta-feira (02), em Brasília, oficializando o nome do ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para disputar as eleições presidenciais. Durante o encontro, o mandatário Michel Temer disse que seus adversários eleitorais “são uns pobres coitados” e que fazem “baixaria”.
 
“Nossos adversários são uns pobres coitados. Como não têm projeto, vão para a baixaria. Nós não somos pigmeus. O MDB é feito de gigantes”, disse Michel Temer, apresentando seu ministro como o único candidato reconhecido pelo partido que lançou, agora, a sua candidatura. 
 
Ainda que com candidato único, a aprovação de Meirelles não foi unânime, somando 85% dos representantes, um total de 357 votos a favor, 56 contrários ao seu nome e 6 em branco dos emedebistas presentes.
 
Dicursando para os 419 delegados do MDB que participaram da convenção nacional, Temer elogiou Meirelles, afirmando que ele o ajudou nos dois anos de gestão comandando o país e garantiu que o ex-ministro, se ganhar, dará continuidade “às reformas de que o País ainda precisa”.
 
“Estamos chamando o Meirelles para uma missão tão grandiosa como a que ele exercitou nestes dois anos de governo”, acrescentou Temer. Com alta rejeição popular, o mandatário nem sequer conseguiu martelar o nome do vice para fechar a chapa com o ex-ministro à disputa eleitoral.
 
Isso porque o nome mais cotado até agora, da senador Marta Suplicy (SP), não compareceu à convenção e ainda não definiu, pessoalmente, se aceitaria o posto. 
 
A escolha é porque a parlamentar, que foi prefeita de São Paulo pelo PT, ajudaria a elevar as intenções de voto de Meirelles, dissociando um pouco o nome do ex-ministro ao do atual mandatário, e tentando sair dos somente 1% das intenções de votos.
 
“O Brasil precisa de um messias, que veste-se com uniforme de salvador da pátria? Não. Nem de um líder destemperado, tratando o país como se fosse seu latifúndio. E nem eternos candidatos a presidente. […] Essas ofertas que os eleitores têm hoje só aumentam a desconfiança no Brasil e nas instituições”, disse Meirelles no evento.
 
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Benedito Cujo

- 2018-08-13 19:32:11

Ajuda na pesquisa

Meus caros,


Sei que pode parecer uma pergunta fora de hora e de lugar, mas não soube maneira melhor de fazê-la.

Há algum tempo atrás li um artigo, acredito que aqui no GGN mesmo,  muito bom e muito completo que falava sobre o passado desse sujeito funesto (Careca Meirelles). Era um texto que enumerava  quase todos os cargos e consultorias de empresas que ele assumiu e que, se não me engana a memória, demonstrava que muitas destas empresas tiveram um enorme prejuízo logo antes ou logo após sua saída.

Não sou um bom pesquisador por natureza, mas venho tentando em vão achar este artigo, queria relê-lo agora, neste curioso momento onde se referem a ele como um bom economista, sujeito inteligente, competente. (Daqui a pouco vou ver gente elogiando sua franja.)

Tenho um certo receio do artigo ter sido deletado, ou ter se perdido por esse redemoinho virtual.

Se alguém aqui tiver conhecimento deste artigo, ou identificar um site onde uma pessoa com poucas habilidades de pesquisa possa encontrar estas informações, poderia compartilhar comigo?

Eu ficaria muito agradecido.

Um grande abraço

André élebê

- 2018-08-03 18:07:38

  "Espero que - biip, biiip -

  "Espero que - biip, biiip - tenhamos uma boa eleição - bliiiiip - e que Meirelles possa transmitir seu potencial. Não tem regis-trô, não tem regis-trô!"

Ana Lúcia Krause

- 2018-08-02 22:09:47

Espero que tenhamos uma boa

Espero que tenhamos uma boa eleição e que Meirelles possa transmitir seu potencial.

Andre Luiz RRR

- 2018-08-02 19:42:35

Espero que a Martraíra

Espero que a Martraíra aceite, para afundar junto com o boi de piranha do Alckmin.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador