O uso das pesquisas eleitorais pelo BTG, por Luis Nassif

É previsível que instituições financeiras façam pesquisas eleitorais para uso próprio. Levantam os ventos políticos, se antecipam aos movimentos de mercado.

Mas o que a XP e o BTG Pactual estão fazendo atropela qualquer regra eleitoral, ainda mais em que um país em que o Tribunal Superior Eleitoral fiscaliza até botom de eleitor.

É fora de esquadro que dois dos maiores bancos de investimento do país, o BTG Pactual e o XP, façam pesquisas quase diárias em seu nome, divulgando-as pelos meios de comunicação. Ainda mais com o claro propósito de influenciar eleitorais.

O BTG tem um CODIGO DE COMPLIANCE onde há um capitulo sobre o conflito de interesses que não está sendo obedecido.

O que mais chama atenção é que o Diretor de Relações Institucionais do banco é Nelson Jobim, ex-Ministro do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral.

A divulgação da pesquisa de hoje parecia claramente ter lado.

 
Luis Nassif

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. É o que venho repetindo faz

    É o que venho repetindo faz tempo aqui: A FSB é uma agência de publicidade, pode até ter seu instituto de pesquisa, mas o que faz, mesmo, é propaganda. Tire-se daí, as conclusões que se quiser.

     

    1. Aliás, uma observação em cima

      Aliás, uma observação em cima disso: fala-se “CNT/MDA”, “CUT/Vox Populi”, “Globo/Ibope”, “x/Datafolha”, mas “pesquisa da BTG”.

      Porque será que não citam que é uma pesquisa feita pela FSB?

  2. E a pesquisa Vox Populi que
    E a pesquisa Vox Populi que coloca Haddad na frente de Bolsonaro não foi divulgada por nenhum grande meio de comunicação.

  3. Acompanhei as pesquisas do
    Acompanhei as pesquisas do BTG. Sempre davam mais pontos para Bolsonaro do que o Ibope e o Datafolha. Mas no final estes praticamente se igualaram ao BTG. Então vem a questão: Será que esses últimos 25% dos eleitores do Bolsonaro só decidiram às vésperas do último final de semana conforme o Ibope e o Datafolha mostraram ou realmente as pesquisas do BTG eram mais precisas?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador