Belo Monte consegue licença de operação do IBAMA

Jornal GGN – Hoje (25), a Norte Energia informou à imprensa que conseguiu ontem a Licença de Operação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Foram investidos cerca de R$ 4 bilhões em ações socioambientais na região para cumprir o Projeto Básico Ambiental. Altamira, Anapu, Brasil Novo, Senador José Porfírio e Vitória do Xingu foram os municípios beneficiados.

“Em Altamira, milhares de famílias que viviam em palafitas nas áreas historicamente alagadas pelo Rio Xingu foram reassentadas em cinco novos bairros construídos pela empresa ou receberam indenizações e adquiriram imóveis em áreas saneadas do município”, informou a Norte Energia em nota.

A empresa também investiu em serviços de saúde na região do Xingu. Construiu três hospitais e 30 Unidades Básicas de Saúde. Além disso, realizou um programa de controle de malária que, entre 2011 e 2015, reduziu os casos em 98,6% na região.

A Norte Energia firmou parceria com a Prefeitura de Altamira na construção e reforma de escolas e na ligação das casas ao sistema de saneamento.

Sobre a questão indígena, a companhia informou que investiu R$ 260 milhões “para garantir a segurança territorial, alimentar e ambiental das etnias indígenas do Médio Xingu, assim como o fortalecimento das associações indígenas e do patrimônio cultural. São mais de 700 casas de moradia, e cada uma das 34 aldeias atendidas receberam uma casa de farinha (onde produzem o alimento) e receberão uma Unidade Básica de Saúde e uma escola, além da instalação de Sistemas de Abastecimento de Água”.

8 comentários

  1. Feito memorável do povo brasileiro.

    Parabéns aos construtores e envolvidos na realização desta bela obra de engenharia que atende tosdo requisitos de meio ambiente e sociais como nenhum outro  deste porte. Para se chegar a esta realização foi necessária intensa luta contra interesses externos e quinta colunas que sempre tentam impedir qualquer desenvolvimento entre nós. Uma obra de grande intersse ecômico para o Brasil.

  2. O que acontece se, após o

    O que acontece se, após o lago estiver cheio, a barragem se romper? Existe plano de segurança?

    qual a parte do país que ficará arrasada? Qual o tamanho do tsunami?

    E itaipu? já se perguntaram sobre isto?

  3. Comentário.

    O que a Marina Silva e sua “mentora” pensam sobre o caso de Mariana? Alguém tem alguma linha sobre isso? “Atirar” em Belo Monte foi fácil. Quero ver sambar em cima da cabeça de multinacional…

  4. Não é piada meu caro ambientalista!
    Ao escutar qualquer coisa de um ambientalista, lembre se, apenas no Brasil uma hidroelétrica é considerada suja.

    Apenas no Brasil….

    Só no Brasil também a base alemã de 50% carvão é admirada pelos mesmos ambientalistas.
    Na Alemanha, eles admiram nossa base! Coisa de gente estudada.

    Por estas e outras que QUEM ESTUDA, se recusa a ser chamado de ambientalista. Agora é ambientologo!
    Não é piada!

  5. Os ambientalistas não falam mais de Belo Monte!

    Com as compensações ambientais que a Usina de Belo Monte fez, está fazendo e fará na região, tanto para o povo de Altamira quanto para os indígenas, criará um “case” que ficará de exemplo para outras barragens, isto que os ambientalistas queriam impedir. Não deu, e agora simplesmete há o silêncio, pois falar de Belo Monte não é mais conveniente.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome