Gary Webb, o jornalista que denunciou a aliança entre os EUA e os ‘contras’

Enviado por Adir Tavares

Do RSurgente

O Mensageiro: a história de um jornalista que virou suco

O dossiê de Webb teve repercussão nacional nos EUA e provocou uma reação midiática da CIA que acabou por destruir a carreira do jornalista (e talvez sua própria vida).

Em 1996, o jornalista Gary Webb publicou em um pequeno jornal da Califórnia, o The San José Mercury News, uma série de reportagens denunciando a aliança feita pelo governo de Ronald Reagan com os “contras” que lutavam contra os sandinistas na Nicarágua. Segundo a reportagem, os “contras”, aliados com a CIA, contrabandearam grandes toneladas de cocaína para dentro dos Estados Unidos e os lucros resultantes da venda da droga serviram para financiar os grupos antissandinistas na Nicarágua. Essa cocaína acabou sendo distribuída na forma de crack em comunidades carentes, especialmente em bairros da periferia de Los Angeles.

Intitulado “Dark Alliance” (Aliança sombria), o dossiê de Webb teve repercussão nacional e provocou uma reação midiática da CIA que acabou por destruir a carreira (e talvez a própria vida) do jornalista. A história é contada no filme “O Mensageiro” (“Kill the Messenger”, EUA, 2014), dirigido por Michael Cuesta, com Jeremy Renner (de “Guerra ao terror”) fazendo o papel de Webb.

As relações promíscuas entre o governo dos Estados Unidos e os contras na Nicarágua seriam expostas nos anos seguintes. Além delas, o filme mostra outro tipo de relação promíscua, entre a central de inteligência norte-americana e grandes veículos de comunicação, como o Washington Post, que, juntamente com outros jornais, publica uma série de matérias para desmoralizar a reportagem de Webb e a sua reputação profissional e pessoal. O objetivo é atingido e ele acaba sendo abandonado pelo próprio jornal onde trabalhava.

No livro “Whiteout: the CIA, Drugs and the Press”, Alexander Cockburn e Jeffrey St.Clair contam como Webb foi vítima de uma campanha da CIA destinada a destruir sua reputação. Gary Webb nunca mais conseguiu emprego na mídia. Em 2004, foi encontrado morto em seu apartamento, aos 49 anos, com dois tiros na cabeça. O filme está disponível nas TVs por assinatura.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora