fbpx
domingo, setembro 22, 2019
  • Carregando...
    Início Geopolítica

    Geopolítica

    Xadrez da Amazonia e a soberania nacional, por Luis Nassif

    Em um primeiro momento, a questão da sustentabilidade influencia o comércio e os investimentos internacionais. Em um segundo momento, poderá dar margem a interferências mais agudas.

    Petróleo, guerra e corrupção: para entender Curitiba, por José Luís Fiori e William Nozaki

    O "mercado mundial” do petróleo nunca teve nada a ver com o que os economistas ortodoxos e liberais chamam de “livre concorrência”, e sempre foi um “campo de guerra” entre grandes corporações  e grandes potências.

    O aquecimento global, o redesenho geopolítico e o novo país ‘Amazônia’, por Andre Motta...

    A Amazônia brasileira não está a salvo de um ajuste decorrente da crise detonada com estrondo por uma ação deliberada anti-Amazonas perpetrada pelo grupo no poder em Brasília.

    Militares temem que governo ceda ao núcleo olavista e declare o Hezbollah terrorista

    Agentes do Ministério da Defesa, a Abin e Polícia Federal avaliam que se o Brasil seguir atendendo pedido dos EUA, criará inimigos não existentes hoje no país

    China quer que os EUA paguem o custo da guerra comercial tornando as terras...

    A China responde por mais de 80% do suprimento global de terras raras e as exportações já estão caindo

    Lava Jato atendeu objetivos estratégicos dos EUA, na contramão do que fez Lula, por...

    Objetivo da Lava Jato não era a luta contra a corrupção, mas impedir a eleição de Lula em 2018, já que desafiou alguns objetivos norte-americanos

    Uma nova corrida armamentista? Por Bernd Riegert

    É claro que acordo de armas nucleares INF tinha lacunas. Mas, em vez de enterrá-lo completamente, as potências nucleares deveriam tê-lo modernizado. Só que falta vontade

    O petróleo brasileiro e a geopolítica internacional: uma linha do tempo, por Daniel da...

    Nenhum fenômeno político de grandes proporções ocorre por uma causalidade simples e direta como gostam de sugerir os panfletos partidários.

    O ex-Presidente Milosevic foi vilipendiado pela mídia e encarcerado por uma justiça corrompida, por...

    Este artigo do blogue Chacoalhando é o segundo da série “Revisitando os Conflitos e a Fragmentação da Iuguslávia”, iniciada neste mês de julho, quando completou 24 anos do massacre em Srebrenica, na Bósnia.

    Geopolítica internacional: a nova estratégia americana com José Luís Fiori

    Na ocasião foi lançado o livro Sobre a Guerra, organizado por Fiori, e a divulgação da Revista Saúde em Debate ‘Crise do capitalismo, desigualdade e o impacto da saúde’.

    Relatório Gawain, a maneira da França evitar o risco Lava Jato de destruição

    Como a França identifica as estratégias geopolíticas norte-americanas na cooperação internacional e pretende se defender, com um think tank apoiado por grandes empresas francesas

    Chomsky mergulha na estratégia de Trump, por C.J. Polychroniou

    Para o intelectual dissidente, há uma lógica brutal na aparente loucura do presidente. Reeleger-se, tirando proveito do declínio do debate público nos EUA; e liderar a direita global — único caminho para manter a supremacia de Washington

    George Soros e Charles Koch criam think tank antiguerra

    Soros é acusado de defender causas “esquerdistas”; Koch é patrono de uma rede ultraconservadora. Juntos, eles querem uma nova estratégia militar para os Estados Unidos

    Ditaduras árabes querem articular aliança ultraconservadora com o Brasil

    Durante série de encontros em Genebra, Brasil defendeu que não existe "igualdade de gênero", mas apenas "igualdade entre homens e mulheres"; manifestação agradou mundo islâmico e Rússia

    O Estado de exceção e o sequestro da soberania, por Roberto Bueno

    O sequestro da soberania brasileira é o instrumento político-jurídico utilizado pela força soberana atuante no plano interno como o capitão preposto de interesses econômicos de fundo geopolíticos estrangeiros para realizar a sua finalidade expropriatória de riquezas nacionais.

    G20 de Osaka: o retrato de um mundo que deixou de dialogar, por Mathias...

    "Vergonhosa para alguns, a atitude de Bolsonaro não destoa na nova ordem mundial", pondera cientista político

    Crise no Golfo Pérsico: a confrontação bélica é inevitável ou o círculo vicioso pode...

    Tradução comentada por Ruben Rosenthal do artigo “Pompeo´s falsified history of US-Iran provocations”, do ex-diplomata italiano, Marco Carnelos, publicado no Middle East Eye, em 21 de Junho

    China e Coreia do Norte realizam encontro diplomático histórico

    Presidente da China é recebido por Kim Jong-un no aeroporto. Líder chinês afirma que o mundo espera coreia do Norte e EUA dialogando

    “Não existe a menor dúvida de que a FCPA seja uma arma de política...

    O advogado norte-americano William Burck, sócio do maior escritório dos Estados Unidos de litígios corporativos, esteve em São Paulo na sexta-feira (24/5) para falar em evento organizado pelo Licks Advogados sobre investigações na área da saúde

    Relator especial da ONU explica como multinacionais alimentam a ultradireita

    Multinacionais têm 52% do PIB do mundo, e monopolizam poder econômico, ideológico e político que jamais um imperador ou papa teve na história

    Mais comentados

    Últimas notícias