A história da Líbia

A Libia foi provincia turca até 1911 e colonia italiana desde 1911 até a Segunda Guerra Mundial.

Os italianos foram colonizadores durissimos, impiedosos com a resistencia tribal contra a colonização. O maior lider nacionalista foi OMAR MUKHTAR, que travou anos de lutas contra o Exercito italiano, comandado primeiro pelo Marechal Pietro Badoglio e depois pelo Marechal Rodolgo Graziani, que o prendeu e executou. Badoglio e Graziani foram importantes personagens da derrota italiana na Segunda Guerra, Badoglio mudou de lado em Setembro de 1943, passou para o campo anglo-americano e foi Primeiro Ministro com a queda de Mussolini, apoiado pelo Rei Vittorio Emanuelle III. Graziani ficou do lado de Mussolini após sua espetacular libertação pelos alemães, que transformaram Mussolini em Presidente fantoche da Republica Social Italiana, a Republica de Salò, que governava o Norte da Italia.

Não obstante a crueldade e dureza de seu Exercito, os italianos construiram muita infra-estrutura na Libia (que eles chamvam de Tripolitania) , desenvolveram a agricultura e criaram boas escolas técnicas, levaram para lá muitos colonos agricultores italianos.

O territorio é milenarmente uma federação de tribos beduinas e a parte urbana foi aquela em grande parte desenvolvida pelos italianos. A Libia ja era bem conhecida nos tempos do Imperio Romano e a influencia italiana permanece até hoje, muitos libios de classe media falam italiano.

Pela proximidade com o continente europeu, a Libia tem excelentes condições de desenvolvimento, apesar da roubalheira e das extravagancias de sua familia e sua corte, Khadafi fez bastante coisa para a modernização do Pais, especialmente na area de captação de agua, a Libia é um deserto mas tem um vasto aquifero que Khadafi começou a explorar.

O problema com a queda de Khadafi é a falta de lideranças unificadoras que consigam o apoio de todas as tribos. A reconstrução da Libia não vai ser uma tarefa facil do ponto de vista politico.

O video acima é um trecho do filme O LEÃO DO DESERTO, sobre a vida do lider nacionalista libio OMAR MUKHTAR, interpretado por Anthony Quinn. A efigie de Mukhtar está na nota  de 10 DINARES libios.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora