Inflação pelo IGP-M tem alta de 6,65% no acumulado de 12 meses

 
Jornal GGN – Utilizado no reajuste de aluguéis de imóveis, o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), teve alta de 6.65% no acumulado de 12 meses até janeiro. A alta em janeiro foi de 0,64%, contra 0,54% em dezembro, segundo a Fundação Getúlio Vargas. Em janeiro de 2016, o índice chegou a 1,14%. 
 
O IGP-M é calculado com dados coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) aumentou 0,70% em janeiro, sendo que em dezembro a taxa ficou em 0,69%.  O  subgrupo alimentos processados, influenciou o resultado, com uma taxa de variação que passou de -0,15% para 0,39%. 

 
O grupo Bens Intermediários teve alta de 1,05%, ante 0,53% de dezembro. superior a dezembro, quando a taxa variou 0,53%, influenciado pelo subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção (-0,51% para 5,70%).
 
Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) teve alta de 0,64% em janeiro, contra 0,20%, em dezembro. Cinco das oito classes de despesa que fazem parte do índice tiveram elevação em suas taxas, como o grupo habitação, que saiu de -0,62% para 0,10%. Dentro desta classe de despesa, destaca-se a tarifa de eletricidade residencial, que passou de -5,42% para -1,61%.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Keynesianismo perneta e tempestade perfeita, por Jorge Alexandre Neves

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome