Lula mobiliza esforços diplomáticos no Catar para repatriar brasileiros de Gaza

Na viagem que fará à COP28, o presidente brasileiro voltará a conversar com o emir do Catar para retirar da zona de conflito cerca de 86 brasileiros e parentes

Marcelo Camargo – Agência Brasil

do Vermelho

Lula mobiliza esforços diplomáticos no Catar para repatriar brasileiros de Gaza

por Cezar Xavier

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva embarcará no próximo dia 27 para uma viagem ao Oriente Médio, marcada por paradas estratégicas na Arábia Saudita, Doha (Catar) e Dubai (Emirados Árabes Unidos), onde participará da Conferência do Clima das Nações Unidas, a COP28. Durante a visita à região, o chefe de Estado brasileiro buscará a cooperação do Catar para a liberação de brasileiros e familiares palestinos que estão retidos na Faixa de Gaza devido ao conflito em curso na região.

O Catar, reconhecido como um player estratégico nas negociações envolvendo o conflito em Israel, recentemente desempenhou um papel crucial ao mediar, em conjunto com os Estados Unidos, a troca de prisioneiros palestinos por reféns israelenses. O país também é conhecido por sua tradição de atuar como mediador e facilitador em questões internacionais.

O presidente brasileiro terá um encontro com o emir Tamim bin Hamad al-Thani, onde espera discutir não apenas a situação dos brasileiros e palestinos na Faixa de Gaza, mas também promover diálogos para alcançar uma solução pacífica e humanitária para o conflito. Ele já havia conversado no fim de outubro com o emir para garantir o retorno de cerca de 30 brasileiros na mesma situação, o que acabou ocorrendo há duas semanas.

A confirmação de que a repatriação desses cidadãos será abordada durante a conversa foi feita pelo secretário de África e Oriente Médio do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Carlos Duarte. Ele afirmou que o Brasil está comprometido em envidar todos os esforços necessários para garantir a volta dos brasileiros e seus familiares, ressaltando que o empenho permanece o mesmo da primeira lista de repatriados.

Desta vez, o Itamaraty apresentou uma lista com 86 nomes às autoridades de Israel e do Egito. A primeira leva, autorizada a sair da zona de conflito há cerca de duas semanas, incluía 32 brasileiros e familiares palestinos, sendo parte deles crianças.

A complexidade da situação na Faixa de Gaza é evidenciada pelos critérios rigorosos estabelecidos para a saída de estrangeiros, que incluem a comprovação do grau de parentesco com um nacional e a apresentação de documentação regular. Estima-se que aproximadamente 3 mil pessoas, de diversas nacionalidades, aguardem autorização para deixar a região.

A busca de Lula por apoio internacional reflete o compromisso do Brasil em contribuir para uma solução pacífica e humanitária para o conflito em curso no Oriente Médio. O presidente brasileiro tem mantido diálogo com diversos líderes mundiais, na tentativa de promover uma solução para o conflito e garantir a assistência necessária aos civis afetados. A viagem ao Oriente Médio, com enfoque na questão da Faixa de Gaza, marca mais um capítulo nos esforços diplomáticos brasileiros para mitigar os impactos humanitários dessa crise.

Leia também:

Redação

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador