Mandela deixa o hospital após quase 3 meses internado

Jornal GGN – Depois de passar quase três meses internado em um hospital de Pretória, onde deu entrada no dia 8 de junho, o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela finalmente recebeu alta neste domingo (1). Aos 95 anos, o líder e símbolo máximo contra a segregação racial no país foi tratado de uma infecção pulmonar. As informações estão em comunicado oficial da Presidência da África do Sul.

Apesar de ser liberado, os médicos reconhecem que o estado de Mandela continua crítico e em alguns momentos apresenta quadros de instabilidade. Contudo, a equipe concordou que a terapia intensiva que o ex-presidente ainda precisa vai continuar a ser recebida em sua própria casa, em Houghton, Johanesburgo.

O documento publicado pela Presidência informa que a residência de Mandela foi adaptada para a continuidade do tratamento e que, se necessário, novas internações hospitalares poderão ser feitas. “Gostaríamos de desejar o melhor a Mandela enquanto ele continua se recuperando em sua casa de Johanesburgo”, diz a nota oficial.

De dezembro do ano passado até agora, essa última internação foi a quarta do líder sul-africano. Seu quadro chegou a piorar no dia 23 de agosto, mas a equipe médica conseguiu reverter o cenário. Nelson Mandela foi o primeiro presidente negro da África do Sul, após vencer as primeiras eleições democráticas do país, realizadas em abril de 1994. Ele havia ficado mais de 20 anos preso.

Com informações do Opera Mundi e agências.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador