Cerveró diz que Delcídio recebeu propina da Alstom no governo FHC

Jornal GGN – Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, disse que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) recebeu propina no valor de US$ 10 milhões da multinacional Alstom durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), entre 1999 e 2001, quando ocupava a diretoria de Óleo e Gás da estatal.

O suborno foi pago na compra de turbinas para uma termolétrica que seria construída no Rio de Janeiro, a TermoRio. A termoelétrica seria construída em razão do apagão no governo FHC. A Alstom é uma das empresas investigadas no cartel dos trens de São Paulo.

Da Folha

Delcídio recebeu US$ 10 milhões de propina da Alstom, diz Cerveró

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró relatou aos procuradores, na fase de negociação de sua delação premiada, que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) recebeu suborno de US$ 10 milhões da multinacional Alstom durante o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), entre 1999 e 2001.
 
À época, ele ocupava a diretoria de Óleo e Gás da Petrobras, e Cerveró era um de seus gerentes. O ex-líder do governo no Senado foi preso no âmbito da Lava Jato no dia 25, sob acusação de tentar obstruir a investigação –ele prometera dinheiro a Cerveró para que seu nome não aparecesse na delação do ex-diretor da estatal.

 
O pagamento da propina ocorreu na compra de turbinas para uma termoelétrica que seria construída no Rio, a TermoRio, por US$ 550 milhões. A Petrobras tinha pressa em construir termoelétricas por causa do apagão que ocorreu no governo de FHC entre 2001 e 2002.
 

ENIGMA DECIFRADO

Leia também:  Suicidando o Direito Penal, por Paulo Brondi

O repasse dos US$ 10 milhões foi intermediado pelo lobista Afonso Pinto Guimarães, que cuidava dos interesses da Alstom no Rio, segundo a versão de Cerveró.

Um documento apreendido pela Polícia Federal com o chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira, que também está preso, trazia as seguintes inscrições: “Nestor, Moreira, Afonso Pinto” e “Guimarães Operador Alstom BR pago p/ Delcídio”.

A delação de Cerveró, que começou a depor na segunda (7), esclarecerá o aparente enigma. Moreira é o ex-gerente da Petrobras Luis Carlos Moreira da Silva, que está sob investigação da Lava Jato e participou do caso das turbinas, segundo Cerveró.

A TermoRio, a maior termoelétrica do país movida a gás natural, foi inaugurada em 2006 em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O relato do suposto suborno pago a Delcídio pela Alstom estará em um dos 36 anexos da delação do ex-diretor –cada um deles trata de um caso específico de propina.

Cerveró confirmou que ele próprio recebeu suborno da Alstom na compra das turbinas, em uma conta na Suíça. Para se livrar de um processo criminal naquele país, o ex-diretor fez um acordo com procuradores suíços.

O valor da propina e a multa que Cerveró pagou às autoridades suíças são mantidos sob sigilo.

Folha revelou, em 2008, que havia suspeitas de pagamento de propina pela Alstom na construção da TermoRio. Um empresário investigado pela Polícia Federal relatara às autoridades que emprestou contas que tinha no Uruguai para que a Alstom pagasse propinas de US$ 550 mil e € 220 mil para que a Petrobras não atrasasse os pagamentos das turbinas.

Leia também:  Justiça nega pedido de adiamento do Enem

Aparentemente, é um caso distinto daquele relatado por Cerveró em seu acordo.

A Alstom é alvo de uma série de investigações em São Paulo, sob suspeita de ter pagado propina em contratos com o Metrô, CPTM e empresa de energia do governo de São Paulo, sempre em governos tucanos.

A empresa nega sistematicamente o uso de suborno para obter contratos e diz seguir um rígido código de ética.

Cerveró já antecipou aos procuradores que tinha uma relação de intimidade com Delcídio.

Segundo o ex-diretor, sem o apoio de Delcídio ele não teria sido escolhido para atuar como gerente na diretoria de Óleo e Gás nem para ocupar o cargo de diretor da área Internacional da estatal.

OUTRO LADO

A Alstom vendeu a sua divisão de energia, que forneceu as turbinas para a Petrobras, e não comenta o assunto.

A empresa que comprou a divisão da Alstom, a GE, afirmou, em nota, que concluiu no último mês o negócio. Ela fez a seguinte declaração sobre o suposto pagamento de propina a Delcídio do Amaral relatado por Nestor Cerveró: “A GE não comenta especulações e reforça seu compromisso com a integridade e cumprimento das leis”.

O advogado Maurício Silva Leite, que cuida da defesa do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), não quis comentar o relato de Cerveró, sob o argumento de que não conhece o depoimento.

O advogados que cuidam da delação de Cerveró, Beno e Alessi Brandão, também não quiseram comentar o relato de seu cliente sobre o suposto pagamento de suborno pela Alstom.

Leia também:  Como frear o assédio judicial ao jornalismo independente?, por Leda Beck

A reportagem da Folha procurou Afonso Pinto Guimarães por seis vezes nos telefones de sua casa no Rio de Janeiro e no celular, mas não conseguiu contatá-lo. O jornal não conseguiu localizar a defesa do ex-gerente da Petrobras Luis Carlos Moreira da Silva.

A Petrobras não quis se manifestar sobre o caso. 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

22 comentários

  1. Nao tem importancia, nao vem

    Nao tem importancia, nao vem ao caso. Foi apenas pontual, como diz o blefe politico-intelectual de Higienopolis.

  2. “Cerveró diz que Delcídio

    Cerveró diz que Delcídio recebeu propina da Alstom no governo FHC

    pois é,

    se lulopetismo no governo e no poder de mando não se revelasse tão venal e ilícito e sem vergonha e mais do mesmo… e, ao contrário, fosse então o guardião das esquerdas da lisura, do zelo, da moralidade e da gestão inteligente inovadora da coisa pública, PT saudações mais Lula em Famiglia no Poder da República teriam CORTADO O MAL PELA RAIZ.

    resta agora chorar o leite derramado com o velho chico sabático surfando no cansaço tropical da fama deita na cama…e dorme.

     

    • Defensores de gatunos sempre

      Defensores de gatunos sempre ficam revoltados apenas com os escândalos descobertos na última década  .

      O DemoTucanismo do troll só engana trouxas .

       

    • Algumas perguntas estão sem resposta.

      Se você quer me convencer de que apenas o PT é corrupto, então me responda as seguintes perguntas:

      1- Por-que apenas nos governos petistas as denúncias de corrupção são apuradas e o culpados punidos? Por-que o mensalão tucano ainda não foi julgado e está prestes a prescrever?

      2- Se vocês que se orgulham de ser readcionários questionam se  Lula sabia ou não de cada caso de corrupção, por-que não fazem o mesmo questionamento no caso de FHC? Afinal ele sabia ou não sabia do que Delcídio e Cerveró Faziam?

      3- Vocẽ acha que a corrupção que a imprensa esconde como a compra de votos para reeleição de FHC e a não criminalização de meia tonelada de cocaína no helicóptero dos Perrela deixam de existir se ninguém comentá-las, apurá-las, julgá-las e puni-las?

      vamos lá.  Você têm algum argumento para justificar esta aparente incoerência em suas análises ou apenas tem ofenças e agressões gratuitas  para oferecer?

       

      •  
        Vosmecê, meu caro

         

        Vosmecê, meu caro solucionático, não mencionou o mais significativo e emblemático – eu não sabia de nada – do tucano FHC.

        Pois não é que o senvergonha afirma cinicamente não saber de porra nenhuma.

         

        Orlando

  3. Suposto: “Supositório

    Suposto: “Supositório linguístico” empregado pela mídia conservadora para suaavisar denúncias, quando envolvendo  seus protegidos.

    Exemplo: A Folha noticiando denúncia de subornoo de US$ 10 milhões recebidos por Delcídio  do Amaral durante o governo de FHC.  “… O relato do suposto suborno pago a Delcídio pela Alstom…”

    ,..  

     

  4. Se o militante petista acha

    Se o militante petista acha que isso serve de espia só piora a situação do PT.

    Roubar para o partido dá 100 anos de perdão.

    Supondo que o processo ele ainda estava na diretoria da petronrás, como um diretor da petrobrás é processado na Suiça e continua no cargo?

    Alstom tem projetos em todo o país, todos estão sob suspeita não somente o metro de São Paulo, porque a empresa agiria de forma diversa.

     

     

    • Tucano ladrão é pleonasmo

      Não foi a Alston que agiu, foram os tucanos de São Paulo que, desde Covas, montaram um esquema de roubalheira no Metrô e CPTM.

      Hoje todas as obras do metrô de São Paulo estão paradas por corrupção deslavada E incompetência extrema.

      Tucano ladrão é pleonasmo.

  5. A culpa do PT

    O PT tem a culpa de ter aceitado um político que não tem nada a ver com o partido apenas para aumentar a bancada no senado. Aceitar um tucano de quatro costados nos quadros do partido foi um equívoco que só fez mal ao PT e fez parte de um processo de intoxicação do partido pelo poder que espero estar sendo questionado e revisto, mas que ainda vai trazer más consequências que o partido terá que suportar. O jeito é corrigir os erros e suportar as consequências.

    Eu sempre avisei, tucano ladrão é pleonasmo. Não sou a favor do ódio partidário mas uma coisa é a convivência civilizada e dispota democrática, outra é esquecer o quão sujo é esse partido e aceitar aproximação com a corja que lá se aninha.

    • intoxicantes

      “equívoco”

      Para tantos “equívocos” haja eufemismos.

      “processo de intoxicação do partido pelo poder”

      Que ninguém nos ouça: Dizem que quem mergulhou o PT no mundo das drogas foi Luiz Inácio Lula da Silva…

      E nem houve escadinha. Começaram rapidinho na droga pesada: Sarney bebido, Sarney cheirado, Sarney na veia…

      É um caminho sem volta.

      Até ontem, Delcídio do Amaral era simplesmente líder do PT no Senado.

      Hoje é um réprobo cujo afastamento da comunidade petista é passo largo no sentido de restaurar a pureza das doutrinas e dos costumes!

      Ruy, cuidado com essa confortável execração do Delcídio. Ele pode ficar chateado.

      Vou dar ideia: parece que Delcídio não comunga nem um pouco do estoicismo de José Dirceu. A expectativa de delação premiada daquele tem causado pesadelos a gregos e baianos.

      Vai por mim: Pega leve. Vai que ele te ouve…

      Só depois da prisão do Delcídio, o PT descobriu nele DNA e alma tucana…

      Essa é boa.

      (O engano nos DNAs se explica: o PT sofreu tantas mutações que sua carga genética ficou parecidíssima com a do PSDB.)

      Dilma que se cuide. Se ela se mantiver no poder – torço para que supere a armação do impeachment –,  mas seja confirmado nos próximos três anos o fracasso de sua gestão, vocês petistas, numa provável campanha oposicionista Lula-2018, sempre poderão alegar que Dilma, egressa do PDT, nunca representou a verdadeira alma do partido – seja lá que diabo isso seja.

      Traidora e a serviço do capitalismo internacional, desviou-se vergonhosamente dos caminhos traçados pelo grande timoneiro Lula.

      Digo e repito: nos dias que correm, a militância petista oscila entre a desfaçatez canalha e o autoengano patológico.

      Da alta cúpula, é melhor nem falar.

  6. Pelo equilíbrio

    Campanha pelo equilíbrio na “seletividade” de denúncias, afinal de contas há ladrões de direita, esquerda e centro  e nenhum deles podem ser mais iguais do que os outros.Haveria apenas  a necessidade de se fazer uma contagem de quantas cabeças é formado este rebanho da malandragem. Algo  deveras impossível.

  7. FHC disse que a corrupção no

    FHC disse que a corrupção no seu governo não foi ‘organizada’ como no governo Lula. Com a devida vênia, entendo que é exatamente o oposto. No governo FHC a corrupção foi bem mais eficiente e profissional, numa palavra, organizada, do que no governo Lula, onde a corrupção foi amadora e inábil, numa palavra, desorganizada. A diferença entre ‘quatrocentões’ e ‘parvenus’, por assim dizer. Em tempo, não desqualifico, nem FHC, nem Lula, nessa questão da corrupção. O buraco é mais embaixo ou, no caso, talvez deva-se dizer, o buraco é mais acima.

  8. Dá para imaginar o que esse

    Dá para imaginar o que esse cara acumulou de dinheiro nesses mais de 15 anos? Sério, é dificil pensar em um número, deve ser MUITO dinheiro…
     

    Esse aí é o malandro dos malandros, passou a vida correndo atrás da grana, o partido que estava no governo ele embarcava.

    Não era nem tucano infiltrado no PT, é um claro caso de político por conveniência e assim deve ser tratado pela justiça.

    Que não venham jogar a malandragem desse senhor na conta do PT, a ficha corrida aí é longa.  

  9. Dificil de entender

    Como os tucanos conseguiram fazer tanta roubalheira, sem jamais serem averiguados, durante o mandato deles.

    Como os tucanos conseguem continuar na roubalheira até hoje e continuam tb a não serem investigados.

    O que será que eles tem por detrás, não acredito que somente a mídia nojenta e seca por dinheiro, não.

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome