Conclusões da PF reforçam que Adélio Bispo agiu sozinho

Investigação será dividida em dois inquéritos, no primeiro, que deverá ser publicado até sexta, PF descarta depósitos suspeitos 
 
Reprodução
 
Jornal GGN – Adélio Bispo de Oliveira agiu sozinho no atentado contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL-RJ). O dinheiro que usou para se dirigir até Juiz de fora (MG), atrás do presidenciável, incluindo os R$ 400 adiantados para se hospedar em uma pensão, tem “origem sustentável”, parte acumulada de remuneração que recebeu pelo trabalho de garçom, e outra de uma rescisão trabalhista.
 
Dos quatro aparelhos celulares encontrados com o homem, apenas dois estavam ativos e todos foram adquiridos muito antes do atentado. Já o computador, veiculado nas redes sociais como novo e caro, na verdade, foi utilizado pela última vez no ano passado, era velho e estava quebrado.
 
O uso da faca também é explicado porque Adélio já trabalhou como sushiman e açougueiro, sendo considerado versátil no uso da ferramenta, segundo entrevistas com pessoas que já trabalharam com ele em um açougue, em Curitiba (PR). E, para provar que ele foi o autor direto do ataque contra o candidato do PSL, peritos criminais federais do Instituto Nacional de Criminalística (INC) encontraram traços de DNA de Bolsonaro na faca, obtida por Oliveira meses antes do crime. 
 
Por fim, foi encontrada na memória de um dos telefones de Oliveira uma fotografia tirada três dias antes do ataque de um outdoor falando sobre a visita de Bolsonaro à Juíz de Fora, confirmando o que Oliveira disse, em depoimento à Polícia Federal, que havia decidido realizar o atentado três dias antes. 
 
Essas são as conclusões da PF que descarta depósitos suspeitos na conta do agressor de Bolsonaro e reforça a versão de que atuou sozinho. 
 
A investigação sobre o caso foi dividida em dois inquéritos, o primeiro deles, com todas as observações até aqui citadas, deverá ser finalizado até a próxima sexta-feira (28), segundo informações da Folha de S.Paulo.
 
O jornal também destaca que a PF investigou todas as pessoas apontadas nas redes sociais como supostas comparsas do ataque, descartando todas as informações, inclusive inocentado uma mulher perseguida pela acusação, após ser marcada nas redes sociais, e que procurou a PF para obter proteção. 
 
Também na próxima sexta, será aberto como desdobramento das investigações um novo inquérito, desta vez para investigar supostos mandantes ou pessoas que poderiam ter instigado o crime. Ainda, segundo a Folha, a PF adotou essa divisão para ter mais tempo.
 
“Não há como esgotar toda a análise de conteúdo num prazo de 30 dias. Obtivemos uma farta informação em computadores, mensagens de aplicativos, telefones. Tudo isso requer uma análise mais acurada. Com o outro inquérito, vamos poder investigar sem estarmos premidos pelo prazo do inquérito inicial”, disse em entrevista à Folha o presidente do inquérito e também delegado regional de Combate ao Crime Organizado da PF de Minas Gerais, Rodrigo Morais.
 
Além dos celulares e do computador quebrado, a PF apreendeu cinco discos rígidos de uma lan house frequentada por Oliveira.
 
Morais ressalta que estão apurando diversas informações, incluindo teorias conspiratórias que circulam na internet. “Algumas são esdrúxulas e não merecem nem consideração. Outras vamos olhar com mais atenção”. 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  TJ-RJ promove desembargadora que ofendeu Marielle Franco

9 comentários

  1. Estão o lixão “veja” vai de

    Estão o lixão “veja” vai de polhuci mesmo. Mas que tem factóide contra o Pt um ou dois dias antes da eleiçao, isso tem. É marca registrada desta revista e mídia podre.

  2. Obviamente. Mas, tem gente

    Obviamente. Mas, tem gente que acha que uma grande organização elaborou meticulosamente esse plano de assassinato espetacular de enviar um doido com uma faca de cozinha pra se enfiar no meio de policiais e bolsominions bombados para cometer o crime e ser facilmente capturado a seguir. Nem Debi e Loide seriam capazes de um plano tão idiota.

  3. Não se iludam
    Nassif meu filho, só a velhinha de taubaté acredita que a PF desistiu da tese da facada petista.

    Não se iluda, na sexta feira, véspera do segundo turno, o adélio vai ocupar uma hora se jornal nacional alegando que foi o PT quem encomendou a facada.

  4. PETISTAS, BOLSONARIANOS E OS QUE PARTILHAM A VERDADE

    divulgando previamente estas coisas, esvaziarão o possível uso pela parte podre da pf-tucanos-mídia golpista-justicialistas

  5. GGN não deveria arriscar
    GGN não deveria arriscar publicar… a hora da verdade se aproxima. Qual a força de uma confissão que não poderá ser refutada nem desconstruida de imediato? Tensão e golpes baixos vão crescer exponencialmente. Há muito em jogo para recuos conscienciais e institucionais…

  6. Quem Viver Verá?

    Nassif: tá explicado o pedido de desdobramento do inquérito, pela Polícia do Príncipe de Paris.

    O meliante da Av. Foch (cujus cimes estão prescritos, mas não a denominação do ato) soltou aquele bilhetinho, que o pessoal do Jardim Botânico transformou em “tese” políticasocial, conclamando à Paz, quando ele e o bando incendiaram a Nação, buscando tirar o dele da reta na patifaria da qual está enterrado até o pescoço.

    Aí, como já desvendado por você em outro artigo, os sabujos primeiro dizem que o Bispo “rezou” a missa sozinho. Mas, pode haver mandante. E pede tempo.

    Até quando? 

    Isso há 20 dias para o pleito.

    Faltando 4 (eu disse quatro) dias, EXATAMENTE, aqueles marginais da Marginal (direita, sempre à direita) do Rio Tietê, por volta das 19 horas, com a matéria já nas impressoras, recebem um torpedo da sede da PF (também na Marginal) do Príncipe, “vazando” que o Bispo teve pesadelos à noite e balbuciou o nome do MelianteOperário Nordestino, encarcerado na Terra dos Pinhais. “Buemba…”

    Faltando só 3 dias para as urnas, as respostas são suspensas e ninguém pode comentar o caso, apesar dos representantes da cloaca midiática continuarem no estardalhaço.

    Foi ou não foi assim, em novembro de 1989? Vão pegar depoimento de antigo dono do Pão de Açúcar, outro que bem sabe como proceder.

    E no dia 8 de outubro pedem desculpas, dizendo que se precipitaram na notícia. 

    Rosinha (minha canoa) e Barrentão, ficam na sua. E no Çúpremu, a matriarca do Addams, apesar de não mais presidir o recinto, vai ter a judinha de Faxim, prá dizer que os insatisfeitos reclamem na ONU ou com o Papa. 

    Ou você pensa que os de altapatente do Candidato da Bala cursaram a Escola das Américas à toa?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome