Deltan Dallagnol acusa Stanley Burburinho de falsear fatos

A reação, na página pessoal do Facebook do procurador da Lava Jato, originou uma onda de questionamentos sobre a parcialidade do MPF
 
 
Jornal GGN – O blogueiro Stanley Burburinho iniciou uma onda de questionamentos que dominou a página pessoal do Facebook de Deltan Dallagnol, procurador da República membro da Força Tarefa criada para as investigações da Lava Jato. 
 
Sem o cuidado com a imparcialidade pregada em resposta a Stanley, o membro do Ministério Público Federal do Paraná utiliza as redes sociais para posicionar-se favorável às prisões preventivas, já republicou notícias contra o ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco e defendendo que a soltura dos empreiteiros traz a sensação de impunidade – posição manifestada em reportagem de O Globo.
 
A última publicação de Deltan Dallagnol, no entanto, não passou sem reações. Ao escrever “Associação dos Magistrados Brasileira defende mudança no sistema de recursos, contra a corrupção”, e compartilhar matéria da Folha de S. Paulo, o blogueiro disparou uma sequência de perguntas ao procurador.
 
Duas horas depois, Stanley disse: “deixei 4 perguntas na página do procurador Dellagnol do MPF e da Lava Jato, mas não estou conseguindo mais ver. Será que ele apagou? Por favor, confira neste link: https://www.facebook.com/deltan.dallagnol/posts/886349061408804 e veja se você consegue ver os meus comentários. Parece que ele apagou“. 
 
Mas antes de ver seus comentários apagados, o blogueiro havia feito uma captura da imagem da tela. Compare que nas imagens, o comentário que Dallagnol não apaga é o da internauta Solange Rosa Katona, que está em ambas fotografias:
 
 
Abaixo, a transcrição das perguntas que incomodaram o procurador da República:
 
1) Sr. Procurador, se o PSDB, PMDB, PP e PT receberam doações das mesmas empresas investigadas na Lava Jato, na mesma eleição, por que o Sr. não pediu a prisão dos tesoureiros do PSDB, PMDB, PP, mas só pediu a prisão do tesoureito do PT?
 
2) Sr. Procurador, se os depoimentos da Lava Jato estão sob sigilo de Justiça, quem vaza as delações para a TV Globo? Estão investigando para punir o vazador?
 
3) Sr. Procurador, o doleiro Youssef da Lava Jato é o mesmo doleiro Youssef que foi o doleiro do escândalo do Banestado e o juiz Moro da Lava Jato é o mesmo juiz do inquérito do escândalo do Banestado e o Procurador do MPF da Lava Jato, Fernando Carlos Lima, é o mesmo Procurador do escândalo do Banestado que, segundo matéria da revista IstoÉ de 2003 neste link: “Raposa no galinheiro – Procurador Santos Lima, casado com ex-funcionária do Banestado, tentou barrar quebra de sigilo de contas suspeitas” acusa que o mesmo Procurador Fernando Santos Lima engavetou o inquérito do escândalo do Banestado por 4 anos e meio e a esposa dele na época trabalhava no Banestado?
 
4) Sr. Procurador, por que se recusam investigar a corrupção na Petrobras antes de 2003, ano que Lula tomou posse, apesar do delator premiado Barusco ter dito que já recebia propina desde 1996? Se investigar a corrupção na Petrobras antes de 2003, chegaria no escândalo do Banestado quando enviaram, ilegalmente, 124 bilhões para contas em paraísos fiscais?
 
O resultado da manifestação de Stanley Burburinho foi uma reação em massa de internautas, questionando a parcialidade do Ministério Público Federal do Paraná sobre as investigações, as prisões preventivas, os vazamentos seletivos de informações, e demais contradições.
 
Depois de apagar diversos comentários, Deltan respondeu: “Caros, esse não é um espaço de disputas partidárias. A investigação do MPF é técnica, imparcial e apartidária, doa a quem doer“. O procurador ainda completou: “perguntas como as feitas, falseando fatos, não têm interesse em esclarecimentos, mas sim em tentar dar um olhar partidário para uma investigação apartidária, o que tira o foco do que é mais importante, que é combater a corrupção seja qual for o partido ou a pessoa envolvido“, fazendo referência ao blogueiro.
 
Internautas exigiram respostas a Stanley Burburinho. Uma delas alertou que a exclusão já corria pelas redes sociais e que ficaria “feio” para o procurador se continuar apagando as “perguntas que lhe são incômodas”. Acompanhe alguns comentários:
 
 
 

186 comentários

  1. Isso tudo virou uma PALHAÇADA

    Isso tudo virou uma PALHAÇADA MIDIÁTICA. Deve estar correndo muitos dólares por aí pois NÃO é possivel que um procurador(?) e seus colegas estejam proporcionando uma brincadeira e mentiras com algo tão sério.

    SOBRE CORRUPÇÃO, ELES não sabem que existe, COM PROVAS, O http://www.sonegometro.com, a Operação Zelotes, a Privataria Tucana, O Panamá Papers, o Banestado, os juros da dívida “inventada, etc, etc, SÃO TRILHÕES e , repetindo, COM provas?

    Acho que vão pedir minha prIsão, mas isso está ficando ridículo, não só entre os Brasileiros, mas na MÍDIA MUNDIAL. Essas coisas DESTROEM os órgãos, como MPF, PF, PGR, etc, que os Governos do PT de Lula e Dilma tiveram tanto trabalho em fazer FUNCIONAR, dando as condições financeiras, de equipamentos, de pessoal, de instalações, como NUNCA antes neste País.

+ comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome