Dono de jornal mineiro e testemunha que denunciavam PSDB foram soltos

 
Jornal GGN – O jornalista Marco Aurélio Carone, proprietário do Novo Jornal – o “único jornal mineiro, virtual ou não, que faz oposição aberta ao governo estadual”, descreveu José de Souza Castro no Observatório da Imprensa – foi solto da prisão preventiva nesta terça-feira (04). Além dele, também foi colocada a liberdade a Nilton Monteiro, principal testemunha contra o PSDB em Minas Gerais, que revelou o caso do mensalão tucano.
 
Carone foi preso em janeiro deste ano, com base em 16 ações penais sem julgamento em última instância, por calúnia, injúria ou difamação contra autoridades. No trabalho de imprensa de oposição, Marco Aurélio também acumulou dois acórdãos do Tribunal de Justiça impedindo a veiculação de notícias sobre o deputado federal Alexandre Silveira de Oliveira (PSD/MG) e sobre o desembargador mineiro José do Carmo Veiga.
 
A denúncia contra os dois foi protocolada no dia 12 de novembro de 2013, pela Promotoria de Combate ao Crime Organizado e Investigações Criminais. A juíza que decretou a prisão, Maria Isabel Fleck, solicitou que o mandado de prisão deveria ser remetido com urgência à polícia. No dia 20 de janeiro, o jornalista foi preso.
 
As acusações foram de que Marco Aurélio Carone e Nilton Monteiro formavam uma quadrilha para ganhar dinheiro em cima de denúncias fraudadas. A juíza sustentou a prisão “tendo em vista a necessidade de garantia da ordem pública, por conveniência da instrução criminal e para garantia da ordem econômica”. Maria Isabel Fleck concluiu: “ao verificar o site do ‘novojornal’, fica patente que o mesmo é utilizado para lançar ofensas à honra de autoridades públicas, achincalhando e ofendendo a todos que se posicionam contra os interesses do grupo, imputando verdades àqueles que cumprem seus deveres funcionais”.
 
De Minas Gerais, a prisão foi divulgada pela imprensa sem detalhes sobre a censura. Apenas o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais emitiu nota de repúdio à ameaça sobre o veículo e a imprensa livre. Na Câmara Estadual, o bloco Minas Sem Censura, que reúne deputados do PT, PMDB e PRB também alertaram sobre a censura prévia. 
 
“Quando do surgimento da Lista de Furnas, encaminhei o relatório à Polícia Federal e, por isso, o vice-presidente nacional do PSDB tentou a cassação do meu mandato. É a mesma situação. A censura tem agentes no Ministério Público e no Judiciário, mas, quando é com a imprensa, quem organiza a perseguição é a própria irmã do senador, Andréa Neves”, havia dito Rogério Correia (PT).
 
A pena imposta pela juíza prescrevia em 20 anos. 
 
Leia a decisão de Maria Isabel Fleck, da 2ª Vara Criminal de Belo Horizonte:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A vitória de Covas e seu impacto sobre os planos de Doria

39 comentários

  1. A política e os jornalistas

    Faço aqui as congratulações a honrosos jornalistas que denunciaram e denunciam esse fato. A maior parte desses ditos profissionais calou-se. Passada e perdida a eleição em Minas, o PSDB começa a desarticular suas “forças” de repressão particulares, que pelo visto envolve diferentes escalões e setores do judiciário. Lamentável.

  2. Parece que a decisão tucanaparelhada em MG foi marromênu assim:

    “Passou a eleição … perdemos … pode soltá-los”

  3. Sem defesa

    Preso sem defesa e sem julgamento e vai ficar tudo sem justiça? O PSDB nas mãos de Aécio ficou tão sem juízo quanto ele mesmo. É bem capaz, de agora em diante, que o Aécio, que já está convocando um exército de oposição, tentando de todas as formas enfraquecer o governo e que instrumentalizou a justiça em todos os seus âmbitos, cometer as maiores atrocidades contra o povo e ficar tudo por isso mesmo. Precisamos urgentemente de mobilizações gerais pela reforma política, pela reforma judiciária antes que a baderna se propague ainda mais.

    • JORNALISTA FOI SOLTO

      Infelizmente tenho certeza de que Carone não está bem para agora tomar decisões agora.  Mesmo porque um Jornalista que eu gostava de ler foi a favor de sua prisão. Certamente devem haver muitos outros Jornalistas e grande imprensa que não gostaram da divulgação da ladroeira e  muitos crimes praticados por TUCANOS.  CARONE deve se cuidar, buscar apoios e continuar a guerra contra os canalhas.

      • Ele tem é que sair do país…

        …tucanos não brincam em serviço.

        Capaz de ele fazer o cover do Herzog.  A mídia vai dizer que ele estava “deprimido”.

        No fim, não vai ter nem túnel com o nome dele.

         

  4. Esta Juíza poderia julgar

    Esta Juíza poderia julgar ações contra a Veja, assim acho que os Civita & Cia ficariam presos por pelo menos 20 ANOS, SEM PRESCRIÇÃO.

  5. Não se enganem

     

    Profissional experiente, de uma área que prefiro não revelar, com trânsito livre no Jardim Botânico, afirmou que, após a reeleição da Dona Dilma, o ambiente ficou anuviado e a apreensão e o mêdo paira nos corvélicos e urubulinos labirintos globais.

    Se for verdade, tá di boa!

    É bão dimais…

  6. Carone foi para isolamento quando começou o 2º turno

    Delator do mensalão tucano e jornalista foram soltos em BH; Carone foi para isolamento quando começou o 2º turno, diz irmã

    publicado em 4 de novembro de 2014 às 19:21

    O jornalista Marco Aurélio Carone e Nílton Monteiro

    por Conceição Lemes

    Por volta das 11h desta terça-feira 4, foram postos em liberdade, em Belo Horizonte (MG), Nilton Monteiro e o jornalista Marco Aurélio Carone.

    Segundo a versão oficial, os dois foram acusados de formar quadrilha para disseminar documentos falsos, inclusive por meio de um endereço na internet, com o objetivo de extorquir acusados.

    Mas há outra explicação, que remete a um fato político: Nílton Monteiro e Marco Aurélio Carone se tornaram uma pedra no sapato dos tucanos em geral e do senador Aécio Neves em particular, que, à época da prisão dos dois, pretendia ser candidato à Presidência da República.

    Carone mantinha o site Novo Jornal, onde publicava denúncias contra os tucanos mineiros, especialmente Aécio Neves, que governou Minas de 2003 a 2010.

    A sua prisão ocorreu em 20 de janeiro deste ano. Na época, o bloco parlamentar Minas Sem Censura (MSC) denunciou: a prisão preventiva do jornalista era uma armação e tinha a ver com o chamado “mensalão tucano” e a Lista de Furnas no contexto das eleições de 2014.

    Os advogados de Carone tinham impetrado vários habeas corpus em favor do seu cliente no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Só que nenhum foi julgado ainda.

    A decisão de libertá-lo partiu do juiz  Dr. Haroldo Andre Toscano de Oliveira, titular da 2ª Vara Criminal de Belo Horizonte.

    Devido a problemas de saúde, Carone estava preso na enfermaria do complexo penitenciário de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de BH.

    Porém, de acordo com a sua irmã, quando iniciou o segundo turno da eleição presidencial, Carone foi transferido da enfermaria para isolamento, para que não tivesse contato com ninguém.

    Passado o segundo turno, voltou para a enfermaria.

    Nílton Monteiro é principal testemunha contra a cúpula do PSDB em Minas Gerais. Em 2005, revelou a trama urdida pelos tucanos para desviar dinheiro público para o financiamento das campanhas de Eduardo Azeredo à reeleição ao governo do Estado e de parlamentares de vários partidos, em 1998. O caso ficou conhecido como o mensalão tucano, ou mineiro.

    Nílton também foi testemunha do caso da Lista de Furnas, que envolvia esquema de financiamento de campanha de tucanos mineiros e aliados na eleição de 2002.

    Ele estava preso, desde maio de 2013, também no complexo penitenciário Nelson Hungria, em Contagem.

    Em dezembro de 2013, concedeu  entrevista exclusiva à jornalista Rodrigues, em reportagem especial para o Viomundo.

    Nilton se declarou inocente e jurou ser vítima de uma armação de políticos denunciados no esquema do mensalão tucano, que queriam mantê-lo na cadeia afastado dos holofotes.

    “Por detrás da minha prisão está o Aécio Neves… Eu fui operador do esquema junto com o Marcos Valério”, frisou na entrevista ao Viomundo.

    Coincidência ou não, Nilton Monteiro e Marco Aurélio Carone só foram libertados após o término das eleições de 2014.

    Será que se Aécio Neves tivesse vencido, eles já estariam em casa hoje?

    Leia também: 

    Conceição Lemes: O balanço das denúncias contra Aécio que a mídia ignorou

    Deputados pedem inclusão de Cemig e Lista de Furnas no mensalão tucano

    Geraldo Elísio: “Forjando provas mediante intimidação”

    Rogério Correia: “Inquérito contra jornalista é fantasioso, peça de ficção”

    Preso diz que oferta de delação em MG buscava comprometer petista

    ‘Ordens superiores’ impedem visita a preso: ‘Segurança do Estado’

    Advogado diz que morte de modelo tem ligação com mensalão tucano

    Com medo de morrer, delator do mensalão tucano se diz perseguido

     

  7.  
    Alô Ministério Público de

     

    Alô Ministério Público de Minas, quem atenta contra o Estado Democrático de Direito é a “veja” !!!

  8. O Brasil e Minas se livraram

    O Brasil e Minas se livraram de uma!

    E tem um monte de bobocas indo atrás da mídia maldita, capitaneada pelos grupos sujos da direita, apoiando a figura como “líder” da oposição. Tá na hora de lembrar mais um clássico da nossa MPB, Nassif: Faz Me Rir.

  9. …-parabenizar esses
    …-parabenizar esses verdadeiros profissionais de imprensa, que corajosamente denunciam os des
    mandos dos imperialistas…-o vosso destemor ao
    exercerem o nobre dever de homens de imprensa
    será sempre lembrados como heróis que honram a
    nobre profissão…-o jornalismo…-impresa livre e compromissada com a verdade…- shallon !…-Goethe-Br.

  10. esperaramm o fim das

    esperaramm o fim das eleições.

    muito suspeito isso.

    pior: colocaram o cara em isolamento no segundo turno.

    muito significativo.

    que medo foi esse?

  11. Mais um livro denúncia

    Agora é a hora de eles escreverem um livro contando a história de vida deles. Se houver mais ameaças, podem sair do País e continuarem a escrever. Mais uma sujeira que irá para a história do País.

    • Esquece, o Pimentel faz

      Esquece, o Pimentel faz política – dizem por aqui em BH que é o mais tucano dos petistas – ombreado com o Aécio e seu grupo político.

  12. Devagar as coisas vão

    Devagar as coisas vão entrando nos eixos, por aqui.

    Vocês acreditam que até os jornalistas, mais, o sindicato dos jornalistas, estão colocando as garras de fora? Como é fácil enganar trouxas…

  13. Que tempo

    Foram libertados, muito bem. So que agora fica como, toda essa historia ? São acusados de um monte de supostas ações, foram presos antes do julgamento e sofrem processo. A pergunta é: como ficaram preso praticamente sem direito a defesa, como acreditar nesse processo, cheio de acusações aburdas para um jornalista ? Até de chantagem ele é acusado. A sustentação da juiza para mantê-los preso é simulada. Eh obvio que houve uma contaminação no inquérito e essa historia não vai terminar bem para Carone, que fi pré-condenado e se vera praticamente impedido daqui para frente de exercer a profissão de jornalista em Minas Gerais 

  14. Minas virou isso!

    Aqui na minha querida Minas Gerais tudo foi invertido nos últimos 12 anos, coincidentemente durante a passagem do PSDB pelo poder no estado. Os bandidos estão soltos e espalhados pelo MP, Judiciário, TCE, Legislativo, Executivo e na imprensa, é claro! Vai demorar para ajeitarmos as coisas!

  15. Solto em BH somente após as ELEIÇÕES Marco Aurélio Carone.

    Tenha a certeza MARCOS ANTÔNIO FLORES CARONE todas as denuncias REGISTRADAS no NOVO JORNAL contra as FALCATRUAS do AÉCIOPORTO na POLITICA que a IMPRESSA GOLPISTA MINEIRA insiste em esconder, CONTRIBUÍRAM e MUITO para a VEDADE vencer a MENTIRA nas ELEIÇÕES de 2014.

  16. E esse Aécio Neves ainda posa

    E esse Aécio Neves ainda posa de bom moço e diz que é vítima das mentiras do PT.

    É f.. ver isso e não poder fazer nada.

    O PT está há 12 anos recebendo porrada no JN.

    O Aécio NEves não suportaria 12 minutos, a carreira dele ia para o espaço.

  17. E os advogados nao vao fazer

    E os advogados nao vao fazer nada, todos os seus direitos foram violados pela dita juiza a serviço do PSDB, tem que entrar como açao na CORTE INTERAMERICANA, pois aqui nao temos judiciario, apenas BALCAO DE NEGOCIOS do PSDB, DEM, PPS, E MIDIA CORRUPTA. Uma pouco vergonha, esta  injustiça de MG, alias, do AECIO!!!

  18. E os advogados nao vao fazer

    E os advogados nao vao fazer nada, todos os seus direitos foram violados pela dita juiza a serviço do PSDB, tem que entrar como açao na CORTE INTERAMERICANA, pois aqui nao temos judiciario, apenas BALCAO DE NEGOCIOS do PSDB, DEM, PPS, E MIDIA CORRUPTA. Uma pouco vergonha, esta  injustiça de MG, alias, do AECIO!!!

  19. “A juíza sustentou a prisão
    “A juíza sustentou a prisão “tendo em vista a necessidade de garantia da ordem pública, por conveniência da instrução criminal e para garantia da ordem econômica”.Uai,sô? A Veja foi enquadrada?Maria Isabel Fleck concluiu: “ao verificar o site do ‘novojornal’, fica patente que o mesmo é utilizado para lançar ofensas à honra de autoridades públicas, achincalhando e ofendendo a todos que se posicionam contra os interesses do grupo, imputando verdades àqueles que cumprem seus deveres funcionais”.Jurava que era a Rede Globo! Ou Estadão. Podia até ser a Folha, sô. 

  20. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome