Em documentário, Lewandowski se diz “surpreso” com “guinada jurisprudencial” para barrar Lula na eleição

Jornal GGN – O ministro Ricardo Lewandowski disse, em documentário produzido por Kennedy Alencar para a BBC, que o Tribunal Superior Eleitoral deu uma surpreendente “guinada jurisprudencial” para impedir Lula de ser candidato a presidente na eleição de 2018.
 
Segundo o magistrado, a Lei de Eleições diz claramente que uma candidatura sub judice pode ser registrada. Lula, por outro lado, foi barrado no TSE, a despeito de mensagem enviada pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU ao estado brasileiro, exigindo que o petista tivesse seus direitos políticos assegurados.
 
“Eu fiquei surpreso com essa guinada jurisprudencial, porque a Lei de Eleições, em seu artigo 16-A, é absolutamente expressa no sentido de dizer que aqueles candidatos que estão sub judice – ou estão respondendo a processos, em linguagem popular – têm direito de participar de todos os atos eleitorais por sua conta e risco.”
 
A declaração do ministro pode ser conferida a partir dos 11 minutos do vídeo abaixo [a parte 3 do documentário] .
 
https://www.youtube.com/watch?v=VpQ_8vgpQZc width:700 height:394
 
Na mesma produção, Lewandowski evitou chamar o impeachment de Dilma Rousseff de golpe e criticou duramente o vazamento do grampo que a Lava Jato fez na ex-presidente e em Lula. A gravação da coversa foi entregue por Sergio Moro à imprensa poucas horas depois de ter sido feita.
 
O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também disse que Moro não tinha o direito de vazar o grampo que atingia a presidência da República.
 
Janot também foi crítico a Moro em outra passagem, quando diz que nem pensaria duas vezes se fosse convidado para ser ministro do Supremo ou da Justiça. Para Janot, aceitar um convite do gênero comprometeria a imagem da Lava Jato.

11 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paulo Jr

- 2019-01-24 09:37:22

Lembro uma vez dilma

Lembro uma vez dilma reclamando q, no auge da crise lewandowski solicitou uma reunião pra...... falat do aumento do judiciário!!

 

Inacreditável esse camarada.... vai pro lixo!

José Maurício de Almeida

- 2019-01-24 07:37:41

Isso acontecia em Roma
Isso acontecia em Roma também Por isso se chama política Interesses dos mais fortes

celso silva

- 2019-01-23 20:58:18

Este fala, fala, fala, mas

Este fala, fala, fala, mas não faz nada. Na minha opinião, desta gaelra dos quintos do supreminho só se salva o Marco Aurélio. 

Mauro L Oliveira

- 2019-01-23 19:33:51

Documentário Lewandowski
Não tenho dúvidas do golpe armado contra o PT. A elite brasileira com o judiciário, inclusive o STF e os políticos mais corruptos foram os responsáveis pelo golpe. Isso deveria ser revisto como novas eleições e com Lula na disputa. Lewandowski foi cúmplice dessa aberração golpista. Professor Mauro Lúcio de Oliveira

Ezequiel

- 2019-01-23 19:30:26

Fiquei "SUPRESO" tbm
Fiquei "SUPRESO" tbm

emerson57

- 2019-01-23 19:09:41

"Eu fiquei surpreso"

Eu também fiquei surpreso quando Lewandowski se prestou a presidir a farsa perpetrada no senado do Brasil contra Dilma Roussef.

João Sabóia Jr.

- 2019-01-23 19:08:42

Triste

Muito triste recordar o que tivemos em oposição aos dias sombrios que viveremos

Ivan de Union

- 2019-01-23 18:56:36

O cordao das marias madalenas

O cordao das marias madalenas arrependidas cada vez aumenta mais.

Tarde demais e pouco demais.

Pedro Paulino da Silva

- 2019-01-23 18:34:40

Surpresa de Lewandowski
Infelizmente o mundo sabe da omissão e da politicagem de alguns ministros do STF e da Lava Jato. Não temos mais motivos para acreditar no STF. Até acredito que exista uma força estranha dominando a Suprema Corte. Penso que forças do exército estão pressionando o judiciário brasileiro a fazer seu jogo.

Teo Santos

- 2019-01-23 18:30:33

Sim,mas o que ele fez a esse

Sim,mas o que ele fez a esse respeito?

Miranda

- 2019-01-23 17:59:54

O documentario apresenta os

O documentario apresenta os defensores da democracia e da justiça social (Lula principalmente) como iguais a Temer, Cunha e outras raposas. Ao finalizar dizendo que o Bozo defende a luta contra a corrupçao, deixa de ver seu passado ligado as milícias, e sua campanha suja e cheia de ilegalidades. Kennedy Alencar quis ser tao neutro, que acabou sendo parcial.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador