Exclusivo: Zucolotto não dá entrevista e duas pessoas do escritório dele seguem o repórter

Dentro do projeto que une o Jornal GGN e DCM, “A Indústria da Delação Premiada”, Joaquim de Carvalho traz mais uma grande reportagem diretamente de Curitiba. Lá, o primeiro-amigo Zucolotto se recusa a dar entrevistas, e funcionários dele seguem o repórter. Outras matérias da série podem ser vistas aqui.

https://www.youtube.com/watch?v=WM-1YQd7tY8 height:394

17 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

João Bovino

- 2017-12-20 19:47:37

É máfia

A coisa toda tá se assemelhando a atitudes de mafiosos. 

Jorge Fernandes

- 2017-12-20 17:33:25

Recapitulando:

 

A advogada Cata Preta, foi ameaçada de morte pela quadrilha de curitiba. Após a advogada se refugiar nos eua, a quadrilha de curitiba, colocou a frente das delações premiadas, o advogado Zucoloto, sócio de Rosangela Moro
A primeira doleira a ajudar a laja a jato, após não concordar com crimes que o mpf queria que ela assumisse, passou a ser ameaçada de morte. Teve seu escritório incendiado criminosamente.
Tacal Duran, teve que se refugiar na Espanha, após ameaças de morte a ele e sua familia.

 

Exatamente o modus operandi da mafia

 

 

hc.coelho

- 2017-12-20 14:06:14

Claro que tem culpa no cartório.

Bataria dar a entrevista e esclarcer o possível engano do tacla duran.

Se não o fizer é por que tem culpa no cartório.

Quando o moro patiu na frente para defendê-lo assimiu a responsabilidade pelo que o zucoloto fez, então agora se trata de provar a inocência do zucoloto e do moro assim envolvido.

Basta esclarecer com a sua palvra e entrevista. Já tiveram semanas para preparar o esclarecimento. As questões estão em aberto.

Se não o fizer é por que é culpado. Simples assim

Alexander

- 2017-12-20 13:01:08

Como já destacado por outros,

Como já destacado por outros, o repórter tem que ter cuidado com a Milícia de Curitiba.

WALDOMIRO PEREIRA DA SILVA

- 2017-12-20 12:36:12

Vai que o Zucolotto esteja

Vai que o Zucolotto esteja sob proteção ex judiciária.

No Brazil de hoje tem de tudo, de juiz revendo sentenças de 100 anos para em regime residencial com tornozeleira a Cunha em hotel 5 estrelas com segurança fortalecida.

Tudo a custa do estado de direito vilipendiado e mais os milhões de dólares sumidos e outros cobrados a titulo de trabalho exaustivo.

Que nos falem os advogados que defendem seus pacientes em delações PREMIADÍSSIMAS.

Todos construindo suas histórias.

João de Paiva

- 2017-12-20 12:16:16

Esse e Marcelo Auler estão nas cabeças

Ao lado de Marcelo Auelr, Joaquim de Carvalho tem se mostrado um dos mais corajosos e competentes repórteres investigativos em atividade no Brasil.

Essa parceria do GGN e do DCM é um verdadeiro 'gol-de-placa'. Parabéns a ambas as equipes. A blogosfera e os portais progressitas precisam unir forças, para enfrentar a ditadura do Brasil pós-golpe, já que esta ditadura é das togas, dos paletós do MP e dos coletes das polícias.

Não se deve arrefecer. É preciso continuar no 'ataque', pois as ORCRIMs midiáticas e judiciárias, com destaque para a Fraude a Jato, estão sentindo a tempestade se aproximar e está com o casco fortemente avariado; nas últimas semanas, sobretudo depois do bombástico depoimento do advogado Rodrigo Tacla Durán à CPMI da JBS, vários tiros alto e médio calibres acertaram em cheio a embarcação da ORCRIM lavajateira.

nilo filho

- 2017-12-20 08:57:52

  CRIAR DIFICULDADES PARA

 

CRIAR DIFICULDADES PARA VENDER FACILIDADES

(fragmentos publicados: breve apanhado)

1. ALBERTO VANUCCI, Prof.de Ciência Política na Universidade de Pisa, It, orientador de cursos de Pós Graduação em análise e prevenção do crime organizado e da corrupção, estudioso, especialista e autor de inúmeros livros e estudos em organização criminosa e corrupção como, por exemplo, Corruzione politica e amministrazione pubblica (1995), Il mercato della corruzione (1997), Un paese anormale (1999), Corrupt Exchanges (1999), Mãos Limpas (2007), The hidden order of corruptios (2012) entre outros - ao apontar os fracassos da operação Mãos Limpas na Itália - modelo da Lava Jato - diz que:

"pior [de tudo], na Itália, agora, os políticos corruptos, servidores públicos e empresários aprenderam a lição da Mãos Limpas e não estão cometendo os mesmos erros daqueles que foram presos. 

Nos últimos anos, eles desenvolveram técnicas mais sofisticadas para praticar corrupção com mais chances de ficarem impunes, como dissimular pagamentos de propinas, ou multiplicar conflitos de interesses"

(BBC)

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/03/160316_lavajato_dois_anos_entrevista_lab

***

2. VITO LO MONACO presidente do CENTRO STUDI PIO LA TORRE, Instituto Italiano responsável pelo Projeto Educativo Antimáfia, diz:

"A máfia é forte porque se infiltra no Estado"

http://ansabrasil.com.br/brasil/noticias/italianos/noticias/2017/04/27/mafia-e-mais-forte-que-estado-para-quase-50-dos-italianos_f2d8b35b-7e13-45f7-816e-6b0451db5b44.html

2.a. Advogados são condenados por envolvimento com organização criminosa

Conjur: 03/12/2017

https://www.conjur.com.br/2017-dez-03/advogados-sao-condenados-envolvimento-faccao-criminosa

2.b. Infiltração do PCC no Judiciário de São Paulo é investigada

https://tvuol.uol.com.br/video/mp-investiga-infiltracao-do-pcc-no-judiciario-paulista-0402cc993172e0a95326

2.c. Desembargador (Minas Gerais) que vende liminares a favor de traficantes 

‪https://www.youtube.com/watch?v=axpy0ipOt9s

2.d. Ministro da Justiça afirma que a escolha para o Comando da Polícia Militar no Estado do Rio de Janeiro é fruto de um acordo entre políticos, deputados estaduais e o crime organizado...

http://justificando.cartacapital.com.br/2017/11/06/nao-ha-novidade-na-fala-do-ministro-da-justica-sobre-relacao-entre-policia-e-crime-organizado/

2.e. Corrupção no Exército? Procuradoria denuncia esquema de militares

https://www.cartacapital.com.br/politica/corrupcao-nas-forcas-armadas-procuradoria-denuncia-esquema-com-militares/

***

3. “Gorjeta” milionária para o MP nos acordos de delação premiada

https://www.brasil247.com/pt/247/rs247/330492/Pimenta-denuncia-%E2%80%9Cgorjeta%E2%80%9D-milion%C3%A1ria-para-o-MP-nos-acordos-de-dela%C3%A7%C3%A3o.htm

***

4. Cercado de corruptos Moro pede ajuda para combater - ele diz - a corrupção

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/331063/Damous-como-%C3%A9-que-Moro-se-mistura-com-gente-que-ele-diz-combater.htm

***

5. Amigo de Moro que teria pedido 5 milhões por fora (propina) em troca de delação será convocado por CPMI

https://jornalggn.com.br/noticia/amigo-de-moro-que-teria-pedido-propina-em-troca-de-delacao-sera-convocado-por-cpmi

***

6. MATÉRIAS SOBRE DELAÇÕES - GGN E DCM (pequeno resumo de dados e fatos)

Caso 1: O INSÓLITO ACORDO

LUIZ AUGUSTO FRANÇA, MARCO BILINSKI e VINICIUS BORIN peixes graúdos no mundo dos doleiros e das empresas offshore - pioneiros no mercado com os Paraísos Fiscais e com dinheiro não declarado (lavagem de $$ sujo e ilícito) - e operadores da Odebrecht.

Celebraram - na Lava Jato - Acordo de Delação Premiada com o MPF de Curitiba e depois homologado (aprovado) por Sérgio Moro com as seguintes (e incompreensívies) benesses:

Penas de 8 anos em Regime Aberto diferenciado por um (1) ano e a Suspensão Condicional da Pena sem condições e Multa de apenas 3,4 milhões quando teriam recebido 326 milhões.

As penas propostas para os três foram:

a.          Condenação à pena unificada máxima de 8 anos de reclusão e suspensão dos demais feitos criminais.

b.         Um ano em Regime Aberto diferenciado, com a única obrigação de recolhimento domiciliar noturno nos dias úteis   (das 20 às 6 horas) e integral nos feriados e fins de semana, sem tornozeleira.

c.         Seis meses em regime aberto com recolhimento integral apenas nos finais de semana e feriado, sem tornozeleira.

d.         De 3 a 6 meses de pena restritiva de direitos: 6 horas semanais de prestação de serviços à comunidade.

e.         Depois disso, suspensão condicional da pena, sem quaisquer condições restritivas pelo período restante

f.         Ficou acertada, ainda, a possibilidade de 6 viagens nacionais ou internacionais a trabalho, durante o cumprimento da pena prevista, com prévia autorização judicial pelo período máximo de 7 dias

g.         E uma multa de apenas US$ 1 milhão, que será paga apenas após a repatriação de valores do exterior.

Para saber quanto dinheiro eles ganharam, a conta é simples. Recebiam 4% sobre as operações da Odebrecht feitas através do banco. Dois valores aparecem relacionados às operações do Meinl Bank relacionadas  à Odebrecht — ora 1,6 bilhão, ora 2,6 bilhões. De dólares.

Considerando que o número correto seja 1,6 bilhão de dólares, a comissão do grupo foi de cerca de 64 milhões de dólares. Além disso, o banco recebia mais 2% pela movimentação oficial do dinheiro, o que representaria mais 32 milhões.

No total, estima-se que os três, mais Olívio Rodrigues, o quarto sócio — além dos dois sócios ocultos — receberam 96 milhões de dólares de comissão, o que corresponde a 326 milhões de reais.

Mas a Lava Jato só cobrou dos três a multa de R$ 3,4 milhões de reais e fichou ridícula pela corporal em Regime Aberto diferenciado. 

***

Caso 2: DARIO MESSER

DARIO MESSER esquecido pela Lava Jato, da mesma forma como foi esquecido no caso Banestado, cujo juiz do processo foi Sérgio Moro.

É bastante estranho que MESSER apontado como o maior doleiro do Brasil e que esteve por trás das maiores operações realizadas pelo grupo - de França, Bilinski e Borin - foi omitido da Delação acordada e homologada.

Estranho, ainda, pois MESSER é antigo conhecido do juiz SERGIO MORO, apareceu no escândalo do Banestado como grande operador e, também, dali se safou. SÉRGIO MORO foi o juiz do caso Banestado. E MESSER de lá se saiu livre, sem arranhões.

https://jornalggn.com.br/noticia/exclusivo-banqueiros-da-odebrecht-omitiram-informacoes-em-delacao-da-lava-jato-e-tiveram-multa-irrisoria

Nota: BANESTADO: (contabilizados) 134 bilhões de dólares levados ao exterior (evasão de divisas, sonegação e impostos, remessa ilegal de divisas). Atingia a nata do PSDB e do PMDB na época do governo de FHC. Moro condenou 26 "laranjas"(pessoas comuns usadas para desviar $$$. Nenhum nome importante foi condenado como políticos; empresários e donos de empreiteiras envolvidas (Odebrecht, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, OAS, Camargo Correia), de mídia (Globo, Abril, RBS, RTB-Sílvio Santos, Correio Braziliense) e outros grandes figurões. Delator doleiro: o de sempre, Youssef. Delações, 30. Processos desmembrados, arquivados, crimes prescritos, 26 condenações sem importância e  ainda poucos paralizados nos Tribunais. Valor contabilizado em reais 436 bilhões, hoje. A acrescer ainda o juros e correção das moedas (fatos apurados entre 1966 a 2002 durante os governos do PSDB, PMDB, PTB, PFL).

http://www.robertorequiao.com.br/discurso-do-senador-requiao-sobre-o-caso-banestado/

https://www.cartacapital.com.br/revista/874/a-semente-dos-escandalos-9478.html

***

Caso 3: TECLA DURÁN

CARLOS ZUCOLOTTO sócio de escritório da esposa de Sérgio Moro, amigo próximo e padrinho de casamento do casal teria pedido 5 milhões de reais por fora para conseguir acerto mitigado em delação na Lava Jato.

Assista video na matéria publicada:

http://www.tijolaco.com.br/blog/tacla-duran-e-moro-vice-so-nao-ve-por-aqui/

DURÁN junta - na CPMI - documentos comprovando a oferta e diversos outros documentos que revelam os subterrâneos da Lava Jato:

30/11/2017

Documentos em delação de executivos da Odebrecht foram adulterados, diz Durán

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/11/documentos-em-delacao-de-executivos-da-odebrecht-foram-adulterados-diz-tacla-duran

https://jornalggn.com.br/noticia/exclusivo-planilhas-apresentadas-por-tacla-duran-mostram-que-lava-jato-omitiu-contas-de-joao-santana-por-joaquim-de-carv

01/12/2017

Advogado [padrinho, advogado e] amigo de Sergio Moro será convidado a explicar R$ 5 milhões 'por fora'

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/12/advogado-amigo-sergio-moro-deve-explicar-5-milhoes-por-fora

30/11/2017

Para deputados Durán revela subterrâneos da Lava Jato

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/11/para-deputados-depoimento-de-tacla-duran-revela-sombras-e-subterraneo-da-lava-jato

***

Caso 4: CLÁUDIA CRUZ

A jornalista Cláudia Cruz, esposa do deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, foi absolvida hoje pelo juiz Sérgio Moro da acusação da prática dos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão de divisas no processo que investiga o pagamento de propina oriunda do superfaturamento do contrato entre a Petrobras e a Compagnie Beninoise des Hydrocarbures Sarl para exploração de petróleo no Campo de Benin, na África.

Mesmo apontando gastos elevados de Cláudia Cunha como por exemplo 23 mil dólares em um hotel em Miami e 7.700 dólares na boutique Chanel em Paris, Moro a absolveu...

http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2017-05/lava-jato-sergio-moro-absolve-esposa-de-eduardo-cunha-por-falta-de-provas

https://brasil.elpais.com/brasil/2017/05/25/politica/1495744886_256344.html

Nota: Compare com o tratamento dado à Marisa, esposa do Lula...

***

6.a - SANTANA E O ADVOGADO IRMÃO DO PROCURADOR

O advogado vale tanto quanto pesam suas relações pessoais junto à força tarefa da lava jato.

De repente, advogados sem nenhuma experiência na área penal tornaram-se requisitados e pagos a preço de ouro sendo regiamente remunerados por acordos fechados com seus conhecidos da Lava Jato.

https://jornalggn.com.br/noticia/exclusivo-o-caso-joao-santana-e-o-advogado-irmao-do-procurador-por-luis-nassif

6.b - A INDÚSTRIA DA DELAÇÃO PREMIADA

. Escritórios de advocacia faturando alto na intermediação às escuras, não transparentes.

. O elo com a máfia das falências no PR: a mulher de Moro.

https://jornalggn.com.br/noticia/o-elo-entre-a-industria-da-delacao-premiada-e-a-mafia-das-falencias-no-pr-a-mulher-de-moro-por-joaquim-de-carvalho

6.c - DURÁN X PROCURADORES DA LAVA JATO

Tacla Durán diz que procuradores da Lava Jato ameaçaram sua família para forçar delação

https://jornalggn.com.br/noticia/tacla-duran-diz-que-procuradores-da-lava-jato-ameacaram-sua-familia-para-forcar-delacao

***

7. AL CAPONE:

"Mensagens aos pais

            Hoje em dia as pessoas já não respeitam nada. Antes, colocávamos num pedestal a virtude, a honra, a verdade e a lei... A corrupção campeia na vida americana de nossos dias. Onde não se obedece outra lei, a corrupção é a única lei. A corrupção está minando este país. A virtude, a honra e a lei se evaporaram de nossas vidas."

(Declarações de Al Capone ao jornalista Cornelius Vanderbilt Jr. Entrevista publicada na revista Liberty em 17 de outubro de 1931, dias antes de Al Capone ir para a prisão).

GALEANO, Eduardo. De Pernas pro ar. A escola do mundo ao avesso. Porto Alegre, RS: L&PM Editores, 2015, p.1

***

8. MÁFIA. MODELO DA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Servindo de modelo básico aos outros grupos mafiosos, por exemplo, a Máfia Siciliana (Gamorra) tem uma estrutura piramidal:

a. Base composta por criminosos comuns (como assaltantes, pistoleiros, sequestradores, extorquidores, corruptores, etc). Os "soldati".

b. No andar logo acima, os homens de (aparente) honra composta por criminosos engravatados infiltrados em Instituições, Organizações  e Empresas tanto Públicas como Privadas, encarregados de darem proteção e legitimidade às organizações, ações e grupos mafiosos (como sacerdotes, pastores, religiosos, professores, comerciantes, industriais, empresários da mídia, jornalistas, Juízes/Magistrados, Procuradores/Promotores Públicos, Delegados/Agentes Policiais, Advogados, militares, Políticos, Parlamentares, Governantes e outros tantos infiltrados). Os "uomini d'onore".

- fanno relazione con la politica, con la economia, con la chiesa, con i giornalisti... fanno  relazione con tutti...un mondo di relazione... I' uomini d'onore è il centro di un piccolo universo

c. Acima, ainda, os comissários mandatários regionais e de circunscrição, que se submetem ao chefe geral normalmente escolhido por eles. "Comissione":  cúpula do comando nas regiões.

d. Por último, o grande Chefe. O "il capo".

- una decina di uomini d'onore forma una famiglia

- diversi famiglie formano un mandamento [ circunscrição ]

- più mandamenti eleggono un capo della cupola o comissione

***

9. DESTRUIÇÃO E DESMONTE DO ESTADO, INDÚSTRIAS E EMPREGOS. 

A conseqüente desnacionalização do patrimônio nacional

Notórios os danos que a denominada operação tem causado à nação brasileira, à nossa indústria, e empresas, e à nossa gente.

Apenas para demonstração, dias deste a FUP expediu nota apontando os enormes prejuízos causados à extração, às empresas e aos empregos nos setores ligados ao petrôleo e ao gás, um dos mais importantes para a economia nacional

https://www.brasil247.com/pt/247/rio247/331128/Petroleiros-acusam-Moro-de-destruir-empregos-e-a-Petrobras.htm

http://www.dw.com/pt-br/executivos-alem%C3%A3es-deixam-o-brasil/a-41657616

 

10. UMBERTO ECO

Aqui cabe a chamada - do talvez o maior e mais importante pensador italiano da metade do Século XX e início do Século XXI - Umberto Eco:

"já há quem diga que, depois da queda do Muro de Berlim e do desmantelamento da União Soviética, os americanos já não precisam dos partidos que podiam manobrar e os deixaram nas mãos dos magistrados, ou talvez, poderíamos arriscar, os magistrados estão seguindo um roteiro escrito pelos serviços secretos americanos"

in "Número Zero" - pag. 53

***

11. NÃO SE COMBATE CORRUPÇÃO CORROMPENDO A CONSTITUIÇÃO

Ilegalidade não se combate com ilegalidade.

A defesa do Estado Democrático de Direito não pode se dar às custas dos direitos e garantias fundamentais.

A violação de direitos e garantias fundamentais, e isso vale para qualquer cidadão (culpado ou inocente, rico ou pobre, petista ou tucano),  só são comemoradas em sociedades que ainda  não foram capazes de construir uma cultura democrática, de respeito à alteridade e ao projeto constitucional de vida digna para todos. 

Nota Pública da Associação Juízes para a Democracia:

http://www.ajd.org.br/documentos_ver.php?idConteudo=202

Prof. Pedro Serrano:

Não há imoralidade maior do que a degradação de direitos

A maior, mais intensa e danosa das corrupções é aquela que corrompe os direitos fundamentais

https://www.conjur.com.br/2017-dez-11/pedro-serrano-nao-imoralidade-maior-vulnerar-direitos

11.a -  QUEBRA DA LEGALIDADE

E mais, pelos próprios juízes que por ela deveriam zelar, é a mais grave das corrupções possíveis pois promove a insegurança; banaliza o direito; a tudo permite; desequilibra o Estado corrompendo a alma da sociedade; ameaça; aterroriza; desiguala; restringe a liberdade...

11.b - Prisões Preventivas ilegais (fora dos casos legais previstas), prazos de prisão preventivas longa e ilegalmente mantidas (como por exemplo de mais de um ano e cinco meses quanto a soma dos prazos legais a autorizam - no máximo - em 81 dias), conduções coercitivas ilegais (sem intimações prévias); antecipação de penas...

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/bandeira-de-mello-moro-me-parece-um-homem-muito-pouco-equilibrado/

11.c - Vazamentos - totalmente ilegais, pontuais, injustificados e muitos desconetados da questão fática processual - incentivados, tomados como forma de agir, impunes.

Por autorizar escuta ilegal, por exemplo, o magistrado espanhol Baltasar Garzón - condenado por abuso de autoridade - foi banido, suspenso e interditado de atuar por 11 anos c.f noticiou a BBC:

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2012/02/120209_garzon_condena_pai

11.d - Imparcialidade e eqüanimidade fundamentais inimaginavelmente peitadas, corroídas... Violações ao devido processo legal... Subversão, Corrupção do Direito...

https://www.conjur.com.br/2017-nov-19/advogados-jogaram-chico-lutam-fair-play-fora-campo

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/juristas-pela-democracia-questionam-atuacao-parcial-e-ativista-de-moro/

https://www.conjur.com.br/2015-jun-11/atalhos-condenar-lava-jato-direitos

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/estao-inaugurando-justica-jato-afirma-jurista-sobre-julgamento-de-lula-no-trf-4/

LIVROS:

- "Comentários a uma sentença anunciada. O processo Lula"

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/08/alma-lavada-juristas-comentam-livro-que-desmonta-sentenca-de-moro-contra-lula/

- "O caso Lula: a luta pelos direitos fundamentais"

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/11-frases-selecionadas-do-livro-que-e-a-maior-cacetada-que-moro-ja-levou-por-paulo-nogueira/

11.e. (Em bom português) JUIZ QUE COMBATE O CRIME, NÃO PRESTA:

Juiz julga e, apenas julga: juiz não toma partido a favor deste ou daquele, juiz é imparcial, juiz aplica as leis equidistante das partes envolvidas no processo e a partir das provas legais e legítimas apresentadas.

Não compete ao Juiz combater o crime, combater a corrupção. Quem combate o crime são outros agentes como o MP encarregado da persecução criminal, a Polícia preventiva e judicial, etc...

11.e. Corrupção descarada, desenfreada:

http://www.tijolaco.com.br/blog/o-pato-nao-e-pato-o-pato-e-voce/

https://www.conversaafiada.com.br/politica/lobista-da-globo-voa-de-carona-com-seu-ministro

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2017/11/historia-da-shell-mostra-que-lobby-e-corrupcao-estao-no-dna-da-empresa/

Nassif: "(...) negociatas à luz do dia, na forma de venda de estatais, venda de projetos de lei, venda de proteção, Judiciário colocando adversários em cana (como no caso do ex-governador Garotinho), Conselho Nacional de Justiça (CNJ) punindo juízes legalistas" in

https://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-da-grande-bacanal-pos-impeachment-por-luis-nassif

***

12. NÃO ESGOTAMENTO DAS IRREGULARIDADES APONTADAS

As irregularidade acima lembradas não esgotam de forma alguma outras tantas apontadas - quer pela defesa de réus, quer por veículos de publicação independentes -  concernentes, por exemplo, à quebra da exigível imparcialidade do julgador, à quebra de um julgamento eqüânime, à quebra da paridade entre às partes processuais, à quebra do princípio da ampla defesa, à quebra da exigência do devido processo legal, à quebra do estado de liberdade dos acusados, à quebra de sigilos, à quebra de transparências, à quebra da voluntariedade das delações, à quebra da regra de registro das tratativas, à quebra da confiança (e responsabilidade) processual, e, também, à quebra (e a supressão) de  narrativas de fatos relevantes...

Exemplos:

 

https://jornalggn.com.br/noticia/o-que-tacla-duran-disse-na-cpmi-que-precisa-ser-aprofundado-por-joaquim-de-carvalho

https://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-dos-limites-aos-abusos-da-lava-jato-por-luis-nassif

https://www.conjur.com.br/2017-dez-15/tj-sc-afasta-desembargador-acusado-corrupcao-agressoes

***

13. CONCLUSÃO

Tendo, portanto, em mente as advertências de VANUCCI e MONACO quanto às novas fórmulas de atuação da Máfia e de sua infiltração no Estado,  bem como, a formação modelo de uma cosca (bando) siciliana copiado por outras organizações criminosas,  grande e forte são as suspeitas de que em Curitiba um grupo de autoridades (Sérgio Moro, Procuradores da Força Tarefa do MPF, PF de Curitiba e operadores da denominada operação Lava Jato), contando com ramificações em outras instâncias no país, vem, sistematicamente, de forma recorrente, praticando ou acobertanto irregularidades - violando a CF, leis materiais e processuais - e, assim, causando prejuízos imensos e irreparáveis ao país, à soberania nacional e ao povo brasileiro em geral.

Os fatos são gravíssimos e necessitam - de forma ampla e bem transparente - serem apurados e esclarecidos.

ITA SPERATUR.

Romanelli

- 2017-12-20 07:54:38

ôh, coitado  ..O cumpadre

ôh, coitado  ..O cumpadre ZUCA se sentiu pressionado

Verdade é que dentro deste regime de MONARQUIA ABSOLUTISTA JUDICIÁRIA o "desavisado" reporter acabou por ir provocar um dos "príncipes", o advogado. advogado que junto com promotores e seus órgãos de representação (OAB e MP), com juízes e suas cortes nababescas, tornaram a vida do BRASIL um inferno nos ultimos 5 anos.

Convenhamos, mantido este regime (que só se expurgaria com a ajuda de forças Armadas DEMOCRÁTICAS) o país ficará atolado pelos próximos 50-100 anos  ..mesmo porque, NUNCA SE ESQUEÇAM, é este Poder que sempre da sustentação e "ares de legalidade" a qq regime de exceção como o que ora nos AGRIDE na isonomia e cidadania.

O bom da história é que entramos num período de recesso do Judiciário e, pelos próximos 15 dias, boa parte desta CASTA acabará por nos deixar um pouco em paz ao viajarem com suas famílias pra Europa e/ou EUA 

peregrino

- 2017-12-20 03:24:08

também recomendo muito cuidado...

não confiar se for local........................

pois indivíduos que se mostram muito à vontade, escondem a outra espécie

Cafezá

- 2017-12-20 02:12:49

O rato está encurralado. E,

O rato está encurralado. E, quando isso acontece, todo cuidado é pouco. Joaquim Carvalho tem de tomar precauções urgentes.

Henrique Finco

- 2017-12-20 01:58:50

A coisa é séria

A impressão é a de que se está lidando com uma organização que tem muito a esconder... Gente perigosa.

Leo Vieira

- 2017-12-20 01:54:34

Sozinho não

Joaquim, sozinho não. Abre a vaquinha parra contratar a sua segurança. 

Antonio C.

- 2017-12-20 01:42:22

Capangas de Curitiba.

Tá bom como comentário.

alfeu

- 2017-12-20 00:58:01

*

Nas próximas vaquinhas, deve-se incluir a segurança pessoal do reporter nos custos do projeto.

Ghamsijr

- 2017-12-20 00:19:52

Gangue curitibana

O Joaquim Carvalho tem que se cobrir de cuidados pois pode estar investigando uma perigosa gangue curitibana.

Cristiane N. Vieira

- 2017-12-19 23:36:08

Sorria, você está sendo filmado

Acho que as reportagens sobre esse caso não podem ser feitas pelo jornalista sozinho, e desacompanhado de gravações em áudio e vídeo. Perdem-se registros preciosos de informações - curiosamente, os brutamontes gravaram!, segundo relato do jornalista. E sua segurança fica sob risco. Pela gravidade do caso e pelo caráter das pessoas envolvidas, suposto pelas acusações que foram feitas, seria interessante, por precaução, planejar as ações com maior previsibilidade e respaldo técnico para gravações, principalmente dos bastidores, e acompanhamento de equipe de apoio. Não devem faltar pessoas que queiram trabalhar pro bono nessa tarefa, se necessário. Imagina o que seria ter as imagens do relato do jornalista?! Agora, provavelmente não darão a oportunidade. Mas outras surgirão. Estejam preparados!

 

SP, 19/12/2017 - 21:35

Lucio Vieira

- 2017-12-19 23:17:19

O nome para isto é PAVOR

Quem deve, teme. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador