Lava Jato usa contratos iguais para manter todas ações contra Lula nas mãos de Moro


Foto:  Rodrigo Félix Leal/Futura Press

Jornal GGN – A Operação Lava Jato usou contratos iguais para tentar condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em três acusações diferentes, com o objetivo de manter as investigações que não guardam relação direta com a Petrobras nas mãos do juiz Sérgio Moro, apontou notícia publicada pelo site do ex-presidente.

Entretanto, os contratos além de não guardarem conexão entre si ou com o ex-presidente Lula, foram usados nas peças de acusação para sustentarem algum ponto de ligação entre elas e com a estatal brasileira, a quem compete ao juiz da Vara Federal de Curitiba investigar, desde que começou as apurações sobre o caso há três anos.

Do Lula.com.br
 
 
O juiz Sérgio Moro não encontrou nenhum ato de Lula em relação a esses contratos, nem permitiu que recursos desses contratos fossem rastreados para verificar se foram pagos com eles vantagens ao presidente

Para Lula ser julgado pelo juiz de primeira instância Sérgio Moro, a Lava Jato listou, sem qualquer prova ou conexão com o ex-presidente, contratos que a OAS e a Odebrecht tinham com a Petrobrás. Fez isso de forma tão artificial que repetiu os mesmos contratos da OAS e da Odebrecht em mais de uma acusação contra Lula. A Lava Jato não investigou desvios na Petrobrás e chegou em recursos para Lula. Isso jamais foi identificado.   

Leia também:  Empresa de eventos de Deltan poderia ser cliente da fundação de R$ 2,5 bi, por Luis Nassif

Você já deve ter ouvido no Jornal Nacional que Lula foi condenado por “receber vantagens em troca de contratos com a Petrobrás”, mas isso não é verdade nem está na sentença do caso do tríplex. O juiz Sérgio Moro não encontrou nenhum ato de Lula em relação a esses contratos, nem permitiu que recursos desses contratos fossem rastreados para verificar se foram pagos com eles vantagens ao presidente. E no fim do seu julgamento Moro disse jamais ter afirmado que qualquer recursos do tríplex tenha tido origem na Petrobrás.

Ainda assim, para não perder a competência sobre o caso do tríplex, listou um contrato da OAS na Refinaria Abreu e Lima na sentença contra o ex-presidente, dispensando outros dois contratos  da Refinaria Getúlio Vargas, no Paraná, citados pelo MPF na denúncia. Esses 3 contratos são listados em TODAS as denúncias contra Lula. Sem nenhuma evidência de relação de Lula com eles, estão lá apenas para permitir que Moro tenha “em suas mãos” como diz a imprensa, casos contra o ex-presidente. Os mesmos contratos, cada um com um valor repetido de “ressarcimento” em cada denúncia, são usados em diferentes acusações, não só contra Lula, mas também contra outras pessoas. Por que não são desvios nesses contratos que estão sendo investigados. Os contratos estão sendo usado para acusar diferentes pessoas que a Lava Jato quer condenar. Estão investigando pessoas, não fatos, o que reforça a perseguição judicial contra o ex-presidente.

Leia também:  Seis anos depois e ainda perguntamos: “Onde está o Amarildo?”

Não existe, em nenhum processo contra Lula, nenhum indício de envolvimento do ex-presidente em desvios na Petrobrás. Muito menos nos contratos listados pelo Ministério Público da Lava Jato contra Lula. Ao contrário. Nas denúncias o MP cita que Paulo Roberto da Costa, Renato Duque e Pedro Barusco teriam participado em desvios nesses contratos para beneficiar Lula, junto com o ex-presidente. Mas os 3 em depoimentos como testemunha já negaram saber de qualquer vantagem indevida destinada ao ex-presidente ou terem discutido qualquer irregularidade na Petrobrás com ele. Marcelo Odebrecht, réu na ação do terreno, também disse não ter, nem ele nem Lula, discutido ou tido qualquer relação com os contratos entre a Odebrecht e a Petrobrás.

Uma coisa importante em investigações de corrupção e lavagem de dinheiro é o “follow the money” (siga o dinheiro), de que a Lava Jato em geral se orgulha de fazer. Estranhamente nas acusações contra Lula o juiz Sérgio Moro negou diversas vezes os pedidos da DEFESA para que tal exame de contas seja feito nas denúncias contra Lula, para checar se existe alguma relação entre as acusações e os contratos da Petrobrás colocados pelo Ministério Público na denúncia.

A listagem de contratos da Petrobrás foi fundamental para Moro tirar da Justiça de São Paulo as acusações contra Lula e Marisa Letícia sobre o tríplex. Na justiça paulista todos os réus foram inocentados.

A questão é importante porque a constituição garante que alguém tem que ser julgado onde aconteceram os fatos relatados e por um juiz escolhido por sorteio ou que já investigue um caso conexo. Um juiz não pode escolher quem julga. Mas a força-tarefa da Lava Jato listou artificialmente contratos da Petrobrás nos casos contra Lula para que Moro pudesse julgá–lo. E nem com seu exército de delatores que fecharam acordos com a Operação conseguiram qualquer prova de envolvimento do ex-presidente com desvios na Petrobrás, muito menos qualquer relação do presidente com os contratos listados. Nem com todo o apoio da mídia Moro conseguiu provas que permitissem apontar atos ilegais de Lula, condenando-o por “atos indeterminados”.

Leia também:  Xadrez rápido: Moro usa Globo para calar Veja e atinge Deltan, por Luis Nassif

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

14 comentários

  1. A pergunta que fica: Algum

    A pergunta que fica: Algum dia esses agentes do Estado serão responsabilizados pelo mal que fazem a um cidadão (e, a reboque, com um país)?
    Acredito que não haverá reparação possível.
    E saber que o destino de uma nação está pendurado por um fio de sentença, que não suporta um sopro, de tão frágil e inconsistente.
    E haverá aquele com ar no pulmão para derrubá-la?
     

  2. Organização Criminosa

    Os atos da Farsa a Jato que serviram para instituir uma perseguição judicial contra o Presidente Lula são atos típicos de quadrilheiros e, portanto, além da farsa há uma inversão total das posições e acusador e réu, pois os réus são claramente os criminosos que engendraram uma ação judicial calcada em mentiras, presunções de culpa, suposições e pressuposições.

  3. Já escrevi aqui várias vezes:

    Já escrevi aqui várias vezes: TODOS os integrantes da lava rato tem de ser demitidos do serviço público, processados, presos e fuzilados.

    Acusação: crimes de lesa pátria, associação com a rede globo para destruição da democracia no brasil e blindagem de ladrões para cometimento de crimes continuados, fora os praticados por eles mesmos tais como a venda de delações e roubo de dinheiro de delatores.

  4. Lava jato

    Ao fundamentar seu artigo em “apontou notícia publicada pelo site do ex-presidente.” mostra a total falta de compromisso com a verdade, própria de um militante partidário sem ética nem honestidade intelectual

  5. Continuando Levar na Brincadeira a Justiça

    Não  é   possível  promotores  e  Juiz   Moro , continuar  a  levar  na   base  da  brincadeira   a   seriedade   da  justiça  neste  País,  além  de  estarem  usando  recursos   públicos ,  quer  dizer,  gastando  dinheiro  público  para  realizar  um  deserviço    ao  povo  brasileiro, investigações  sem  provas,  que  possuem  parecer  de  perseguição  política,  este  pessoal   precisam    de  parar  de  inventar  fatos  irreais   e  sem   provas.  Isso  simplesmente  passou  a  ser  ridículo,   mau   exemplo  para  o    Brasil !  Além  de  mostrar  para  outros  países  no  mundo,  o  baixo  nível  que  o  país  possue  de  conhecimento  no  que    refere  principalmente  em   algumas   questões   na  justiça  Federal.

     

     

  6. Quem acusa e julga sem provas

    Quem acusa e julga sem provas deveria ser CONDENADO e PROVAR DO “PROPRIO VENENO” seja quem for … democracia bananeira … !!!

  7. Em qualquer pais civilizados
    Em qualquer pais civilizados estes funcionarios publicos ja estariam presos por crimes como fraude processual….lesa patria…..conspiracao contra a democracia….etc…

    No entanto estao protegidos pelo Depto de Justica Americano, dono do golpe, e Globo e mercenarios a seriço dos interesses americanos….

    Os EUA estao dando a direçao a esta farsa….o FBI ja confessou o apoio a Destruiçao a Jato….

    As nossas Instituiçoes foram convertidas em organizaçoes criminosas a serviço de uma quadrilha de deu um golpe de Estado e colocou la dona Dodge….Carmem….e demais serviçais da Globo e do imperialismo….
    ou alguem que os EUA nao mandaram cassar o PT como se este fosse o partido Baat, de Sadam Husseim
    …O Tio Sam nao brinca em servico…

    ….somente uma forte mobilização interna e externa impedirá o avanço desse estado de exceção

  8. É urgente abrir uma

    É urgente abrir uma sindicância ou seja o que for para apurar os erros grosseiros cometidos pelo juiz de Curitiba, bem como os do Tribunal de Porto Alegre no processo contra Lula. Não basta declarar sua nulidade, é preciso investigar esses juízes profundamente.

  9. CONDENAÇÃO POR ATO INDETERMINADO
    Condenar alguém por ato indeterminado, assemelha-se a meu ver COMO UMA CONDENAÇÃO DE RECONHECIMENTO DE PATERNIDADE COM BASE NUM EXAME DE DNA, COLHIDO DO SÊMEN DE UM HOMEM COMPROVADAMENTE ESTÉRIL COM 100% DE CHANCE DE NUNCA PODER TER SIDO PAI.

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome