Moro usou matéria da Globo como “prova documental” que triplex é do Lula

 
Jornal GGN – O juiz Sergio Moro elaborou uma síntese das “provas documentais” que, segundo ele, confirmam a denúncia da Lava Jato contra Lula por conta do triplex, e inseriu entre elas uma reportagem publicada pelo jornal O Globo, em 2010, com a informação de que o apartamento no Guarujá pertenceria à família do ex-presidente.
 
Para Moro, nenhuma das testemunhas de defesa, nem o material levado aos autos pelos advogados e tampouco o depoimento do ex-presidente Lula conseguiram explicar por que O Globo publicou que o triplex era do petista muitos anos antes da Lava Jato começar a apurar o caso.
 
“A informação, por forma desconhecida vazou, foi publicada e não foi desmentida. Aliás, segundo a referida matéria, “a Presidênca confirmou que Lula continua proprietário do imóvel”, observou Moro. 
 
Para condenar Lula a 9 anos e meio de prisão em regime fechado e o dobro do tempo afastado da funçaõ pública, Moro lançou mão do seguinte raciocínio: disse que, no decorrer do processo, colheu depoimentos a favor e contra Lula. Mas, ao final, só enxergou validade nos documentos que confirmam a teoria dos procuradores. As provas produzidas pela defesa do petista foram desvalorizadas e descartadas pelo juiz de Curitiba.
 
Na síntese das provas documentais, o juiz anexou todos os contratos assinados por Marisa Letícia, na época em que a ex-primeira-dama havia adquirido uma cota do empreendimento da Bancoop. Mas também anexou documentos sem assinaturas.
 
Moro também usou as mensagens apresentadas por Léo Pinheiro, nas alegações finais, pois elas indicam que o triplex sempre teve “atenção especial” na OAS por ser considerado de Lula desde o início das obras.
 
Os documentos que mostram que a reforma foi feita com recursos da OAS Empreendimentos também foram usados contra Lula, embora a defesa aponte que eles só provam que nenhum centavo despendido no triplex saiu de qualquer caixa de propina. 
 
Por fim, Moro ainda sobrepôs a reportagem de O Globo ao material produzido pela defesa de Lula.
 
 
 
Abaixo, a síntese de Moro:
 

21 comentários

  1. Discutir o quê?

    Duas coisas estão prontas desde sempre: o obituário de um papa e as sentenças de Moro. E, nalguns casos, trata-se de assassinato…

  2. Lula pode então ser condenado pelo sequestro do Abilio Diniz

    A globo noticiou o sequestro do Abilio Diniz por petistas.

  3. Lula é ladrão

    Lula é ladrão… entretanto não existem provas cabais para condená-lo. O objetivo do Sérgio Moro com essa sentença é ter sobrevida como juiz-estrela, continuar suas palestras e não melar a lava-jato. É tipo a Esposa traida que não tem provas; o casamento e as ilusões acabaram, mas ela talvez nunca poderá provar e logo nenhum juiz/país sério pode condenar o marido por conta de convicções pessoais e/ou teorías. 

    Lula é ladrão… mas não vão conseguir provar e tudo não passa de achismo e manipulação política. Inocente é quem acha que o ex-presidente não é promíscuo. Porém, condená-lo baseado apenas em suspeição é coisa de estado totalitário ou república de banana que não merece menos respeito ainda. 

    Lula é ladrão… e só nos resta fazer uma auto-reflexão, aprender a lição com tudo isso e sermos zelosos para que políticos promíscuos não tenham mais espaço.

    Lula é ladrão… apesar de algums notórios avanços em seus governos ele não foi o presidente que o brasil precisava, mas sim o que o país merecia. 

  4. Valdo Cruz agitador

    Esse Valdo Cruz da Globo News é um fofoqueiro de marca maior. Está espalhando que a oposição(segundo informações do grande Perondi do Temer) não quer votar a cassasão na CCJ do presidente Temer. Oposição olho no Valdo esse é um agitador de marca maior. 

  5. Quando alguém opinar que você é dono de Triplex…

    Quando você que não é um *tucano, for acusado de possuir uma mansão, um triplex, um apartamento que não estiver no seu nome… tome cuidado, pois será facultado o juiz te condenar sem provas, basta ouvir opiniões…

    Não é ainda qualquer opinião, a opinião terá que ser de um adversário seu…

    Tem um porém, se for adversário, mas não falar o que ele quiser ouvir… esqueça, a opinião também não terá validade.

    Então… se você não é um GRANDE empresário, pense muito bem antes de aplaudir a condenação de Lula.

    Desde o início do processo, entrou em campo de futebol Lula X Moro, o Moro marcou gol com as mãos? Quem apitou? Ele próprio… Ainda validou o gol.

    Sergio Moro é um juiz imparcial? Sim? Será? Ah, pois bem, acho que ele deve ser não é mesmo? Ele mesmo que ordenou a condução coercitiva ilegal.. Foi ele mesmo que Acusou… (Ministério Público assistiu…) Foi ele mesmo que julgou… 

    Tudo “serto”! Quem precisa de parceiro se faz tudo sozinho! Assim ele realmente é imparcial. Coleta prova, acusa e condena!

    *Agora se você for um filiado ao PSDB, tudo tranquilo, pode praticar qualquer tipo de crime, você será senador igual o Aécio Neves.

     

  6. Matéria jornalística só é
    Matéria jornalística só é meio de prova quando a questão em discussão é a ofensa criminosa ou passível de indenização feita pelo jornal.
    Nos demais casos, a matéria de jornal não tem valor probatório por si só. Se o jornalista enuncia um fato (a propriedade e posse de um imovel) e o registro de imóveis prova que o proprietário é outro deve prevalecer o documento público.
    Aplica-se também uma regra simples de Direito Civil: o documento particular não faz contra terceiro prova do fato que enuncia. Ele só pode fazer prova contra quem enunciou o fato e assinou o documento.
    Qualquer juiz mequetrefe conhece estas regras. Portanto, devemos considerar a hipótese de que Moro é menos do que um juiz mequetrefe. Curiosamente ele acredita que tem mais poder que a lei, doutrina e jurisprudência.

+ comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome