Por falta de provas, ministro arquiva denúncia contra Maria do Rosário (PT-RS)


Foto: Divulgação
 
Jornal GGN – O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou a denúncia contra a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). O pedido para o arquivamento partiu da própria Procuradoria-Geral da República (PGR), que havia pedido a instauração do inquérito.
 
Em acordo de delação premiada, o executivo da Odebrecht, Alexandrino de Salles, disse que a deputada pediu uma doação eleitoral de R$ 150 mil, que supostamente teriam sido pagos pelo Setor de Operações Estruturadas da empreiteira, nas eleições de 2010.
 
Entretanto, a própria Procuradoria verificou que as acusações não se sustentavam e que não havia provas para confirmar a delação premiada. Com isso, pediu o arquivamento, que foi atendido pelo ministro relator, Luiz Fux.
 
“[A apuração] não reuniu suporte probatório mínimo de materialidade e de autoria de qualquer crime (justa causa em sentido estrito) que ampare o oferecimento da denúncia”, escreveu o ministro no despacho.
 
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Lula recorre no STF por sair prejudicado em alegações finais no triplex e sítio de Atibaia

4 comentários

  1. È preciso se publicizar os autos de acusação e condenação.

    Eu sugiro que passada as festas, que se faça uma sequencia de matérias tratando passo a passo os autos de acusação e condenação de Lula. Afinal a grande imprensa trata o assunto como se a culpa estivesse formada. A analise de cada um dos itens relevantes do auto de acusação demonstraria o absurdo da condenação e imperiosa necessidade de arquivamento e absolvição por total falta de provas e ou evidências.

    • Acho que as tais festas ainda

      Acho que as tais festas ainda vão demorar para acabar. A festa do boi, a farra da bala, a orgia da bíblia, o banquete da iniciativa privada se locupletando da coisa pública – enquanto a desmonta – e por aí vai.

      Melhor já começar a publicar livros sobre o golpe em Lula e no Brasil agora…

  2. Estranho
     

    À aceitação de uma denúncia, normalmente,  precede uma investigação da polícia.

    É pelo  inquérito aberto pela polícia para a investigação de uma denúncia é que se firma a acusação que, fundamentada,  resultará na aceitação dessa denúncia pelo ministério público.

     Ora, pela evidente pobreza dos indícios acusatórios, o próprio ministério público poderia muito bem ter se recusado a aceitar a denúncia.

    O que nos leva a  concluir que a máquina judiciária foi, mais uma vez, utilizada para simplesmente perseguir.

     

  3. As Fotos do Lula no Blog 247

    Todo mundo sabe a importância de uma foto bem tirada ou por outro lado de um foto “feia” de alguém para entendimento e posterior conclusão pessoal sobre determinada reportagem. Parece que alguém do Blog 247, e nem sei quem seja o responsável por escolher as fotos de face das reportagens, quando se trata de Lula, parece sempre escolher a “pior” ou aquela em que mostra o ex-presidente “não tão bem na foto”. Não que Lula seja fotogênico. Mais alguém na minha opinião está caprichando nas piores. Coincidência? 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome