Presidente da Câmara adia votação da PEC 37

Jornal GGN – O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB-RN), adiou a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37, que restringe a investigação criminal às polícias Federal e Civil e impede o Ministério Público de abrir inquéritos.

A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa da Presidência da Câmara. A votação estava prevista para o próximo dia 26. Uma nova data deverá ser marcada durante reunião do presidente da Câmara com o grupo de trabalho que discute o texto. Na reunião de líderes, que será realizada na próxima terça-feira (25), haverá a apresentação da proposta e a definição de uma nova data para a votação pela casa.

A assessoria de imprensa da Câmara explicou que a proposta do grupo de trabalho seria apresentada na reunião de líderes da última terça-feira (18). Entretanto, o adiamento da viagem de Alves à Rússia (que passou da semana passada para esta semana), inviabilizou a reunião.

Nos últimos dias, integrantes do grupo de trabalho vêm pedindo o adiamento da votação para o segundo semestre. Segundo eles, já há um acordo quanto à essência da proposta: o Ministério Público fará investigações de forma excepcional. Falta definir quais casos se encaixariam nessa definição.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Falta de dinheiro leva Lula a adiar reforma da chácara Los Fubangos

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome