PT aciona Ministério Público contra ameaças de Braga Netto às eleições

A ação tem como plano de fundo as declarações do atual pré-candidato a vice de Bolsonaro em evento da Firjan no final do mês passado

Bolsonaro e Braga Netto
Bolsonaro na posse do Ministro da Defesa, General Braga Netto. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A bancada do PT na Câmara apresentou ontem (4) uma notícia-crime contra o ex-ministro da Defesa de Jair Bolsonaro, Walter Braga Netto (PL), por ameaças feitas contra o processo eleitoral.

O documento, protocolado no Ministério Público do Distrito Federal, pede a abertura de investigação criminal contra o general e a adoção de medidas penais, cíveis e administrativas cabíveis.

Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

A ação tem como plano de fundo as declarações do atual pré-candidato a vice de Bolsonaro em evento da Firjan no final do mês passado. O ex-ministro teria afirmado que sem a famigerada auditoria dos votos defendida pelo atual líder do executivo: “não tem eleição”.

Segundo os parlamentares, a declaração “representa uma postura ultrajante, desrespeitosa, ofensiva e criminosa” e  trata-se de “uma ameaça grave à independência do Poder Judiciário e de seus integrantes, especialmente da Corte Eleitoral, bem como um ataque às instituições republicanas e à ordem democrática nacional”. 

Leia também:

Bolsonaro acumula mais de 20 escândalos de corrupção. Confira a lista

Jornal GGN produzirá documentário sobre esquemas da ultradireita mundial e ameaça eleitoral. Saiba como apoiar

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador