Supremo decide se põe Aécio no banco dos réus nesta terça

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – A primeira turma do Supremo Tribunal Federal deve julgar na terça (17) a denúncia da Procuradoria Geral da República contra o senador Aécio Neves (PSDB), por conta dos R$ 2 milhões da JBS. O núcleo é formado pelos ministros Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Marco Aurélio Mello, que é relator do processo.

De acordo com a denúncia (em anexo), Aécio cometeu os crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça no episódio envolvendo a JBS.

O tucano diz que pediu o dinheiro para pagar sua defesa na Lava Jato, mas nega que tenha favorecido a empresa. Joesley Batista afirmou que o pagamento feito com ajuda do primo do senador e do assessor de José Perralla era propina.

No mesmo inquérito foram investigados a irmã do senador, Andréa Neves, seu primo Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima, ex-assessor de Perrella (MDB-MG). 

Abordada pelo Estadão, a defesa de Aécio disse que não espera que o caso seja julgado nesta terça, mas se ocorrer, “a expectativa é de ser rejeitado.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Gilmar Mendes diz que Exército ‘está se associando a genocídio’

7 comentários

  1. Tornar réu é fácil

    Tornar réu é fácil. Até porque nesse Supremo aí o cara virar réu e nada é a mesmíssima coisa – desde, é claro, que o réu não seja petista!

    Quero ver é condenar e mandar prender…

  2. Ele vai virar réu, a mídia

    Ele vai virar réu, a mídia talvez chute cachorro morto para tentar convencer o povo de que “A lei é para todos”, mas o processo se arrastará a perder de vista.

  3. a decisão já está tomada.

    Com uma boa desculpa, a decisão será postergada por mais alguns meses, afinal rapidez em processos da ‘justissa’ a gente já sabe para quem funciona.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome