Triplex: 68 testemunhas mostraram que Lula é acusado sem provas, diz Zanin

Jornal GGN – O advogado do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin, anunciou nesta terça-feira (7) que a defesa abriu mão das últimas quatro testemunhas que seriam ouvidas diante de Sergio Moro na ação penal em que o petista é acusado de receber um triplex, entre outras vantagens indevidas, da OAS. Mas foi mantido o depoimento do MInistro da FAzenda Henrique Meirelles.

Segundo Zanin, a decisão ocorreu após o depoimento do ex-chefe da Controladoria Geral da União, Jorge Hage Sobrinho, sobre como o governo Lula estruturou o combate à corrupção. Segundo Zanin, diversos núcleos participavam de um grupo de fiscalização, e nenhum deles levantou suspeitas em relação aos esquemas de corrupção que aconteciam na Petrobras. O próprio Moro, segundo o advogado, participava desse grupo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Moro trabalha para bilionário israelense investigado por corrupção na Suíça e EUA

4 comentários

  1. Tribunau de Justissa.

    68 testetemunhas depondo favoravelmente ao réu.

    Não é o suficiente. E não seria mesmo que fossem 680.

    Aguardam surgir apenas uma testemunha para condenar o réu.

    Esse é o país onde não sei se por falta de sorte ou castigo eu vim parar.

     

     

    • E se não surgir esta testemunha? Há dois motivos para….

      E se não surgir esta testemunha? Há dois motivos para que não surja.

      1º) Os procuradores são incompetentes ou venais ou 

      2º) simplesmente, e mais fácil, ela não existe!

  2. Não precisa de testemunha. Só precisa de uma FORTE CONVICÇÂO

    Não precisa de testemunha. Só precisa de uma FORTE CONVICÇÂO

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome