Música e emoções

Enviado por Anarquista Sério

Autoria de LuDiasBH

Olhe a chuvarada caindo na terra:
retumbando pelas janelas,
repicando pelos telhados,
gotejando nas latas velhas.

Olhe o arco-íris dançando ao léu:
brincando de pintar o sete,
derramando cores na vida,
fingindo ser parapente.

Olhe a árvore agitando os galhos:
aspergindo flores pelo chão,
roçando as folhas nos frutos,
cantando uma bela canção.

Olhe a cascata correndo pra baixo:
levando seixos, paus e mimos,
fazendo cócegas nas margens,
molhando os pés dos meninos.

Olhe o mar azulado beijando a areia:
lambuzando-a de alva espuma,
jogando para cima os calhaus,
roçando nos pés das meninas.

Olhe o rio lambendo suas margens:
brincando com as correntes,
fazendo cócegas nas raízes,
seduzindo o olhar da gente.

Olhe a brisa fresca arejando a tarde:
tocando os sinos do vento,
agitando a roupa estendida,
trazendo para terra alento.

Olhe a neve despencando em flocos:
caindo ora aqui e ora acolá,
enchendo a vista de confete,
abençoando o branco mar.

Olhe a lua perambulando pelo céu:
esbarrando nas altas serras,
iluminando tudo embaixo,
alegrando o viver na Terra.

Olhe o orvalho a gotejar nas folhas:
banhando gentes, fauna e flora,
refrescando o novo amanhecer,
anunciando o nascer da aurora

Olhe a chuvarada caindo na terra
Olhe o arco-íris dançando ao léu
Olhe a árvore agitando os galhos
Olhe a lua perambulando pelo céu
Olhe o rio lambendo suas margens
Olhe a cascata correndo pra baixo
Olhe o orvalho a gotejar nas folhas
Olhe a neve despencando em flocos
Olhe o mar azulado beijando a areia
Olhe a brisa fresca arejando a tarde
Olhe a vida! Olhe a vida! Olhe a vida!

Nota: obra de Leonid Afremov

15 comentários

  1. Lu
     Nós brigávamos no blog e

    Lu

     Nós brigávamos no blog e por e mail tbm.

      Sabe por que ? 

      Porque vc foi a mais contundente paixão platônica que tive,

       Eu acompanho seu blog desde sempre.

         Li sobre sua depressão.—e o psquiatra que procurou.E o remédio que trocou.

        Não achei conveniente publicar aqui.

               Em tempos idos, pros novatos do blog, o endereço era obrigatório.

               E eu quando me enfezava , fornecia meu endereço PUBLICAMENTE, mesmo quando Nassa eliminou tal procedimento.—ENDEREÇO QUE CONTINUA O MESMO.

               Lu , impossível descrever o tamanho da minha saudade.

                    O fato de vc ter um blog , não impede que escreva aqui.

                        Vc faz falta. Muita falta,

                     Dá um ”chego” por estas bandas.

                        Vc é especial.

                           Te gosto.

                         Abração caloroso !

                     ***************** ( lembra o dia que me perguntou o que isso significa ? )

                               Eu respondi e continuo o mesmo,

  2. OS HOMENS OCOS

    “A penny for the Old Guy”
    (Um pêni para o Velho Guy)

    – T.S.Eliot

    Nós somos os homens ocos
    Os homens empalhados
    Uns nos outros amparados
    O elmo cheio de nada. Ai de nós!
    Nossas vozes dessecadas,
    Quando juntos sussurramos,
    São quietas e inexpressas
    Como o vento na relva seca
    Ou pés de ratos sobre cacos
    Em nossa adega evaporada

    Fôrma sem forma, sombra sem cor
    Força paralisada, gesto sem vigor;

    Aqueles que atravessaram
    De olhos retos, para o outro reino da morte
    Nos recordam – se o fazem – não como violentas
    Almas danadas, mas apenas
    Como os homens ocos
    Os homens empalhados.

    T.S.Eliot – o poeta, o crítico, o ensaísta, o dramaturgo – encarna uma das mais estranhas e poderosas permanências literárias de nossa época. Estranha, porque foi ele, acima de qualquer outro, o escritor contemporâneo que mais conscientemente buscou, na tradição cultural do passado, o sentido de um tempo presente que, por estar sempre vindo a sê-lo, fosse também futuro; poderosa, porque sua obra, a um só tempo clássica e moderna, revolucionária e reacionária, realista e metafísica, está na própria raiz que informa e conforma a mentalidade poética de nossos dias, tendo exercido fecunda e duradoura influência sobre todas as gerações que se formaram a partir de 1930.

    Fonte: http://www.culturapara.art.br/opoema/tseliot/tseliot.htm

    Foto de T.S.Elliot retratatado por Sir Gerard Kelly em tela em 1962 | National Portrait Gallery. Smithsonian Institution, Washington D.C.

    • Mineiro, mineiro, que acordaste hoje Elliot

      Quase Pessoa, tantos heterônimos…

      Água que corre…

      Lagoa, rios, cachoeiras, montanhas… particularidades há nelas… ainda que se pareçam na natureza, há particularidades e saliências em rios, rochas, cursos das águas… distintos.

      Que sei,

        • Invejinha Guru !

          Só agora percebi com atenção esta coisinha que você postou aqui. Do erudito ao popular num toque!  Eu tenho mesmo muito o que aprender contigo em matéria de postagem.  

          Ai, você vai a Barbacena ?  Minha visita a Barbacena foi uma delícia. Odonir foi a perfeita anfitriã e me mostrou coisas incríveis. Quando for à cidade não deixe de avisar a Poetisa. Ela vai te encontrar e receber bem daquele jeitinho mineiro de nos fazer sentir em casa; que claro, Mineirim conhece tão bem!  Eu vou ficar daqui só aguando …

          Abraço.

          • Amiga Odonir!

            A esta altura já me conheces bem: só vou onde sou convidada: local, dia e hora marcados.

            Estarei distante de casa- você deve ter visto minha mensagem – mas meus finais de semana estarão livres para eu fazer deles o que quiser. Aquele final de semana que passamos em Barbacena/Tiradentes foi ótimo, mesmo curto.

            Aguardo notícias; preciso de tempo para providenciar hospedagem e comprar as passagens.

            Abraço.

    • Luciano:
        Simplesmente

      Luciano:

        Simplesmente sensacional !

          Valeu ! ! !

          Esse seu acervo não tem fim ?

          Todo santo dia vc tira uma do baú.

            Vou fazer uma confissão :

              Eu me relaciono com Ruy Castro via mail.

                Até ele se surpreende com vc.

                   E ele é do ramo.

                       Parabéns !

           

  3. Anarquista!

    Gosto de você. Nos diverte, é bem resolvido, faz afagos. Sim, bate de vez em quando, mas quem nunca …  Precisamos sempre de amorosidade. A vida às vezes é áspera; suavizá-la um pouquinho nos deixa entrever o humano que há em nós.

    O Fora de Pauta hoje foi teu (havia lá um certo mal humor, que o seu jogo de cintura isolou)!  Você tem estado animado, trazendo alegria e arte para nossos olhos ultimamente cansados…  Obrigada!

    Não cheguei a conhecer a autora desta tua contribuição, mas se está em alta conta com você e Odonir, temos que engrossar o coro para que volte a nos presentear com suas criações. Texto bom é sempre um presente.

    Aproveito para te desejar um Domingo de muita paz.

    Abraço.

     

  4. Anna Dutra: DESILUSÃO:
    4

    Anna Dutra: DESILUSÃO:

    4 ideias sobre “Cézanne – AS GRANDES BANHISTAS (I)”

    Mario Donini Neto09/08/2015 às 10:30 am

    Você é post no Nassif!

    Responder ↓LuDiasBHAutor do post09/08/2015 às 10:37 am

    Marinho

    Muito obrigada pela atenção e aviso.
    Fica o convite para uma visita ao blog Vírus da Arte.

    Abraços,

    Lu

    Responder ↓Mario Donini Neto09/08/2015 às 11:41 am

    Eu visito todos os dias. Desde sempre. Apenas não comento.
    Abraços!

    Responder ↓LuDiasBHAutor do post09/08/2015 às 11:48 am

    Mário

    Como vê, após o término do Alma Carioca, criei coragem e acabei criando um blog próprio, conforme conselho seus de muito antes. Mas não pude contatar os amigos, pois o meu notebook havia dado um “chilique” e perdi todos os contatos de e-mail. Fico muito feliz com a sua presença. Já estamos em todo o Brasil e em mais de 160 países.

    Sempre que quiser, poderá publicar artigos do Virusdaarte.net no Nassif ou em outros sites. É uma propaganda para nós. Lembre-se de colocar o endereço do blog.

    Feliz por reencontrá-lo. Abraços,

    Lu

     PS: Digo eu : ”lembre-se  de colocar o endereço do blog”

               Preciso comentar ?

           

      

     

    Seja bem-vindo! Deixe seu comentário abaixo.

     

  5. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome