Giro GGN Queimadas: Biomas brasileiros já perderam 226.485 km² para o fogo

No dia 15, no entanto, é o Pará que apresenta o maior número de focos de incêndio ativos.

Jornal GGN – Segundo dados do Inpe – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais eis um panorama das queimadas pelo país. O Inpe fornece dados coletados por satélites e são disponibilizados diariamente. Veja as tabelas a seguir.

Os biomas brasileiros, em setembro deste ano, tiveram juntos mais de 105 mil km² de área atingida pelo fogo. O total de janeiro a setembro alcançou a marca de 226.485 km².

O ano de 2007 foi o pior para os biomas. Neste ano, também foi o Cerrado o bioma mais atingido. No entanto, em 2010, o Cerrado conseguiu superar o feito de 2007, tendo milhares de quilometros a mais em área queimada.

O Brasil apresentou um pequeno recuo neste mês de outubro na comparação com setembro. Recuo sim, mas não em tamanho suficiente para trazer a normalidade de volta. Em outubro foram registrados, do dia 1 ao 15, 29.772 focos de incêndio.

Indo para a análise diária a situação fica bem diferente. Do dia 14 para o dia 15 de outubro o aumento de número de focos foi de 60%, indo de 990 para 1.585, no Brasil. Depois do Brasil, o que tem maior número de focos é a Bolívia, mas com 125, em recuo de 87% na comparação com o dia anterior.

Mato Grosso continua liderando em número de focos de incêndio no mês de outubro.

Mato Grosso também lidera no mês de outubro com 4.225 focos ativos.

No dia 15, no entanto, é o Pará que apresenta o maior número de focos de incêndio ativos.

Leia também:  Agência do governo autoriza 58 requerimentos minerários em terras indígenas da Amazônia

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Sendo assim, em 9 meses devastamos mais do que a Grã-Bretanha inteira.
    Isto é que é país rico, que pode se dar a tal luxo”!
    Dá um “orgulho”…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome