Stiglitz: a crise do clima é nossa terceira guerra mundial

Os defensores do Green New Deal diz que há uma grande urgência em lidar com a crise climática e destacar a escala e o escopo do que é necessário para combatê-la. Eles estão certos. Eles usam o termo “New Deal” para evocar a resposta massiva de Franklin Delano Roosevelt e do governo dos Estados Unidos à Grande Depressão. Uma analogia ainda melhor seria a mobilização do país para combater a Segunda Guerra Mundial.

Os críticos perguntam: “Podemos pagar por isso?” E reclamam que os defensores do Green New Deal confundem a luta pela preservação do planeta, com a qual todos os indivíduos de mente certa deveriam concordar, com uma agenda mais controversa para a transformação social. Em ambos os relatos, os críticos estão errados.

Sim, podemos pagar, com as políticas fiscais e a vontade coletivas certas. Mas mais importante, devemos nos dar ao luxo. A emergência climática é a nossa terceira guerra mundial. Nossas vidas e civilização como a conhecemos estão em jogo, assim como estavam na segunda guerra mundial.

Quando os EUA foram atacados durante a segunda guerra mundial, ninguém perguntou: “Podemos nos dar ao luxo de lutar contra a guerra?” Era uma questão existencial. Nós não poderíamos pagar nãopara combatê-lo. O mesmo vale para a crise climática. Aqui, já estamos experimentando os custos diretos de ignorar a questão – nos últimos anos, o país perdeu quase 2% do PIB em desastres relacionados ao clima, que incluem inundações, furacões e incêndios florestais. O custo para a nossa saúde causado por doenças relacionadas ao clima está apenas sendo catalogado, mas também chegará a dezenas de bilhões de dólares – sem mencionar o número ainda não contado de vidas perdidas. Pagaremos pelo desarranjo climático de uma forma ou de outra, então faz sentido gastar dinheiro agora para reduzir as emissões, em vez de esperar até mais tarde para pagar muito mais pelas consequências – não apenas do clima, mas também do aumento do nível do mar. É um clichê, mas é verdade: uma grama de prevenção vale um quilo de cura.

A guerra contra a emergência climática, se corretamente travada, seria realmente boa para a economia – assim como a segunda guerra mundial preparou o cenário para a era dourada da economia americana, com a taxa mais rápida de crescimento em sua história em meio à prosperidade compartilhada. O Green New Deal estimularia a demanda, assegurando que todos os recursos disponíveis fossem utilizados; e a transição para a economia verde provavelmente levaria a um novo boom. O foco de Trump nas indústrias do passado, como o carvão, está estrangulando o movimento muito mais sensato para a energia eólica e solar. Mais empregos, de longe, serão criados em energia renovável do que se perderá no carvão.

O maior desafio será organizar os recursos para o Green New Deal. Apesar da baixa taxa de desemprego “manchete”, os Estados Unidos têm grandes quantidades de recursos subutilizados e ineficientemente alocados. A proporção de pessoas empregadas em relação àquelas em idade ativa nos EUA ainda é baixa, menor do que em nosso passado, menor do que em muitos outros países e, especialmente, baixa para mulheres e minorias. Com políticas familiares de licença e apoio bem projetadas e mais flexibilidade de tempo em nosso mercado de trabalho, poderíamos trazer mais mulheres e mais cidadãos com mais de 65 anos para a força de trabalho. Devido ao nosso longo legado de discriminação, muitos de nossos recursos humanos não são usados ​​de forma tão eficiente quanto poderiam ou deveriam ser.

Leia também:  Crise climática faz Banco Mundial repensar investimentos na exportadora de carne brasileira

Enquanto a maioria dos economistas concorda que ainda há espaço para alguma expansão econômica, mesmo a curto prazo – produção adicional, que pode ser usada para combater a crise climática -, ainda há controvérsias sobre o quanto a produção poderia ser aumentada sem em pelo menos estrangulamentos de curto prazo. Quase certamente, no entanto, terá de haver uma redistribuição de recursos para combater essa guerra, assim como na segunda guerra mundial, quando a incorporação de mulheres à força de trabalho expandiu a capacidade produtiva, mas não foi suficiente.

Algumas mudanças serão fáceis, por exemplo, eliminando as dezenas de bilhões de dólares em subsídios aos combustíveis fósseis e transferindo recursos da produção de energia suja para a produção de energia limpa. Você poderia dizer, no entanto, que os Estados Unidos têm sorte: temos um sistema tributário tão mal projetado que é regressivo e repleto de brechas que seria fácil levantar mais dinheiro ao mesmo tempo em que aumentamos a eficiência econômica. A tributação de indústrias sujas, a garantia de que o capital paga pelo menos uma taxa tão alta quanto aqueles que trabalham para a vida e o fechamento de brechas fiscais proporcionariam trilhões de dólares ao governo nos próximos 10 anos, dinheiro que poderia ser gasto na luta contra o clima. emergência. Além disso,

Os esforços de mobilização da segunda guerra mundial transformaram nossa sociedade. Passamos de uma economia agrícola e uma sociedade em grande parte rural para uma economia industrial e uma sociedade em grande parte urbana. A liberação temporária de mulheres quando elas entraram na força de trabalho para que o país pudesse atender suas necessidades de guerra teve efeitos de longo prazo. Esta é a ambição dos defensores, não é irrealista, para o Green New Deal.

Não há absolutamente nenhuma razão pela qual a economia verde e inovadora do século XXI tenha de seguir os modelos econômicos e sociais da economia industrial do século 20 baseados em combustíveis fósseis, assim como não havia razão para que essa economia seguisse a economia e a sociedade. modelos das economias agrária e rural dos séculos anteriores.

2 comentários

  1. O PLANÊTA PEDE SOCORRO: O nível de consciencia tem que aumentar drasticamente,bem a educação ambiental,para que nossos descendentes possam ter um planeta limpo e viavel em flora e fauna.O país precisa dar o exemplo,mas o que estamos percebendo é o contrário; a ganãncia e o materialismo estão vencendo.salve-se quem puder.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome