Embaixada do Irã no Brasil agradece solidariedade e anuncia cerimônia pública em memória de Raisi 

Ana Gabriela Sales
Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.
[email protected]

Cerimônia em memória ao presidente do Irã, sepultado hoje, acontece nesta sexta-feira (24), em São Paulo

Ebrahim Raisi. | Foto: X/RAISI_COM

A Embaixada da República Islâmica do Irã no Brasil emitiu nota, nesta quinta-feira (23), em agradecimento as condolências prestadas por autoridades brasileiras em memória de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, vítima fatal de um acidente de helicóptero no último domingo (19). 

A Embaixada da República Islâmica do Irã em Brasília vem por meio desta nota agradecer a todos pelo envio de mensagens de condolências e solidariedade, em particular do Presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, demais autoridades do governo brasileiro, Embaixadas residentes no Brasil, partidos políticos, entidades sociais, econômicas, agrícolas e mineradoras, acadêmicos e da Imprensa“, diz o comunicado.

O órgão anunciou também uma cerimônia pública de homenagem a Raisi e aos sete membros da comitiva que o acompanhava na viagem, como o ministro das Relações Exteriores, Hossein Amirabdollahian.

Segundo o texto, “em observância ao luto oficial de cinco dias decretado pelo Líder Supremo da Revolução Islâmica do Irã, a bandeira da República Islâmica do Irã será hasteada a meio- mastro durante este período. E, além da abertura de um livro de condolências na Embaixada da República Islâmica do Irã em Brasília, será realizada uma cerimônia pública de homenagem póstuma pelo mártir do Presidente da República Islâmica do Irä, Dr. Seyed Ebrahim Raisi, do Ministro das Relações Exteriores, Dr. Hossein Amir-Abdollahian, e da sua comitiva, em São Paulo”.

O evento público acontecerá nesta sexta-feira (24), na Mesquita de Mohammad Rasulallah, conhecida como Mesquita de Brás, a partir das 19h. A cerimônia foi marcada para um dia após Raisi ser sepultado no santuário Imam Reza, na cidade de Mashhad, considerado o local islâmico mais sagrado do Irã.

Leia também:

Ana Gabriela Sales

Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador