A morte de Paulo Nogueira e o desrespeito aos jornalistas mais experientes, por Sidney Rezende

paulo-nogueira.jpg

Foto: Reprodução

Do SRZD

A morte de Paulo Nogueira e o desrespeito aos jornalistas mais experientes

A morte do jornalista Paulo Nogueira, 61 anos, do Diário do Centro do Mundo (DCM), vítima de um câncer severo; a decisão de Mino Carta, 83 anos, da Carta Capital, em não mais escrever editoriais em sua revista; e o afastamento definitivo por decisão da EBC de profissionais da qualidade de Luiz Nassif, Albino Castro, Tereza Cruvinel e Emir Sader são provas do empobrecimento do jornalismo brasileiro e atraso do país. Perdemos todos. O pluralismo é a melhor ferramenta para se alcançar a isenção que tanto precisamos.

Neste vídeo, eu convido você a não aceitar esta política de ódio que tenta calar vozes de todas as linhagens ideológicas. De Jânio de Freitas, de 85 anos, a Reinaldo Azevedo, de 55. O contraditório é a base da reflexão democrática.

Assine

6 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Adi

- 2017-07-01 07:31:22

Magnífico o artigo
Belíssimo seu comentário, mas esdrúxulo colocar o reinaldo azedo no mesmo patamar dos outros ilustres.. .. É querer forçar a barra do intelecto dps demais....

Serjão

- 2017-07-01 06:22:33

No Cavalo de Troia do anti-petismo

Esse reinaldo azevedo foi um dos iniciadores dos ataques ao Chico Buarque.

Textos antigos desse extra-ordinário "jornalista" afirmavam que o poeta cometia plágio em suas letras.

Segundo esse fulano, fomentador do ódio irracional que tomou conta de grande parcela dos brasileiros, Chico Buarque, na música Pedaço de Mim, plagiou nada menos do que William Shakespeare.

Uma de suas funções, juntamente com os seus iguais, é a de destruir os ícones do Brasil, qualquer um que possa servir como referencial de um povo, como um fator de identidade da Nação Brasileira.

O seu melhor lugar seria na globounius, servindo à matriz do lado de dentro.

 

Dudu Cartucho

- 2017-07-01 00:53:22

Muita falta, fará falta,

Muita falta, fará falta, Paulo Nogueira! Sem palavras...

jose antonio santosjj

- 2017-06-30 18:59:18

RIP

Inumeras vezes visitei o blog do PN.  Gostava do que escrevia e concordava com muito do que escreveu.

Espero que alguem de talento assuma o seu posto, é a melhor  homenagem para ele.

Agora,  o que o nome do reinado azevedo esta fazendo ai no blog?

Vamos parar de ser bonzinhos, esse não vale nada. É um pit bull da direita.

Fernando J.

- 2017-06-30 18:28:41

Auto-explicativo (ligue os fatos)

1) Sydnei Rezende: "...e o afastamento definitivo por decisão da EBC de profissionais da qualidade de Luiz Nassif, Albino Castro, Tereza Cruvinel e Emir Sader são provas do empobrecimento do jornalismo brasileiro e atraso do país. Perdemos todos. "

2) Ontem, no GGN: "São duas informações trazidas pela notícia. A primeira, é a de que o TRF 4 não abdicou do estrito controle da legalidade, ao contrário das manifestações iniciais a favor do relaxamento do estado de direito. A segunda, o incrível déficit de informação do país. Do lado da velha mídia, pelo fato de só privilegiar notícias de condenações. Do lado da nova, pela incapacidade de um acompanhamento meticuloso dos casos. "[video:https://jornalggn.com.br/noticia/nassif-a-crise-da-lava-jato-e-os-ganhos-de-lula-e-temer]

3) Precisa explicar mais ainda? 

Antonio Dias

- 2017-06-30 17:34:39

A morte de Paulo Nogueira e o desrespeito aos mais experientes

Infelizmente, isso não está acontecendo somente com os jornalistas. Em vários órgãos e empresas vem, sistematicamente, ocorrendo a dispensa das pessoas que estão por volta dos 50 anos (seriam velhas?) que são substituídas por profissionais mais jovnes que, simplesmente, ignoram a experiência e a história ao tentar implantar suas idéias "revolucionárias" e "modernas". Na área da administração, por exemplo, isso já virou um cancer.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador