Agência Xeque: matéria do Estadão sobre militares não é checável

O título é taxativo: “Militares fazem alerta: o inimigo ainda é o PT” e o texto, dúbio.

O título é taxativo: “Militares fazem alerta: o inimigo ainda é o PT”.

O texto, dúbio:

“A possibilidade de Lula obter o benefício de uma prisão mais branda neste ano reacendeu um alerta na caserna. Militares de alta patente temem que, com liberdade para articular e receber visitas, o ex-presidente invista na criação de um novo “poste” para futuras eleições. O receio aumenta conforme os núcleos de poder da gestão Jair Bolsonaro se digladiam e a avaliação do governo dá sinais de estar em viés de baixa. Por isso, a ordem entre os militares é evitar disputas estéreis e se lembrar sempre de quem é o inimigo comum: a esquerda e o PT”.

Trata-se de velho vício da cobertura. Entrevista-se um empresário e solta-se matéria dizendo que “ os empresários” pensam isso ou aquilo.

Lembra a história do elefante e dos 7 cegos. No caso, é evidente que a nota foi escrita a partir da conversa com UM militar ou, provavelmente, por nenhum.

A cobertura brasiliense ainda não conseguiu identificar os diversos grupos de influência que compõem as Forças Armadas. Há os militares da reserva, egressos dos Clubes Militares, que estão no governo de Bolsonaro. Há o alto comando das Forças Armadas. Entre as forças, há informações vagas de que o Exército é mais radical do que a Aeronáutica e a Marinha. Há os grupos de engenharia, mais interessados em tecnologia.

Enfim, é um universo amplo que é reduzido, pela nota, a um genérico “militares”. Volta-se ao caso do elefante e dos 7 cegos. Se eu conversar com um militar legalista e ele disser que tem que reduzir o clima de guerra – como o próprio Hamilton Mourão tem dito – poderei usar o genérico “os militares são a favor da distensão”.

Leia também:  Deputados querem convocar presidente do Coaf sobre investigação de Glenn Greenwald

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

18 comentários

  1. E se for verdade nenhuma surpresa. Bolsonaro foi escolarizado pelo exército. Esperar o que desse bando de estúpidos desonestos que não cumprem a missão essencial de um militar que é defender as divisas e as riquezas do país em respeito ao povo que paga os seus salários.
    Esse general Heleno trabalhou na ante sala do do Nuzman na organização da Olimpíada do Rio e não sabia o que ocorria? Então tá. Esses militares querem é pegar o butim na liquidação do Brasil enquanto liquidam com 80 tiros os cidadãos brasileiros.

  2. “Militares fazem alerta: o inimigo ainda é o PT”.
    Quem diz isso? Não seria aquela empresa jornalística que, como as suas similares defendem a livre concorrência e liberdade de mercado, desde que, para elas seja garantido o direito ao monopólio?
    Não seria aquele jornal do Ruy Mesquita que seus herdeiros levaram à falência e hoje respira e sobrevive sob cuidados financeiros intensivos da banca rentista? Esse mesmo! Então é só trocar a primeira palavra e a frase quase que adquire alguma credibilidade.
    “RENTISTAS fazem alerta: o inimigo ainda é o PT”. E, então, passa-se a não se ter aí nenhuma novidade! Porque o inimigo do povo brasileiro (e do PT, que o representa) sempre foi, é e será sempre a BANCA RENTISTA. Enquanto for permitido e tolerado que essa abominação exista e predomine.

  3. Pro Estadão o inimigo TAMBÉM continua a ser o PT, PT, PT (enquanto este existir).
    É um tremendo erro de avaliação achar que a ala bestialogica é diferente da ala “liberal”. O que querem dos militares (e dos poroes) é uma atitude mais firme contra o Partido dos Trabalhadores, é esta a mensagem da tal “materia”.

  4. Esses militares não percebem que com essa atitude eles se posicionam como inimigos do povo? Até onde eles pretendem levar essa farsa. O que vai provocar é um descrédito as Forças Armadas.

  5. KKKK para o Etchegoyen e o FHC. O “eles” não concordam com a venda da Petrobrás, do pré sal, dos Correios, dos aeroportos, da Amazonia, da base de Alcântara, na capitalização da Previdência etc. Os dois aí, junto com a Globo e a grande imprensa fazem lobby e ganham um “troco” na liquidação.
    Vão se catar. Republicanismo eu só acredito da Dilma.

    • Ou… o que é mais provável depois do desastre Bolsonaro e pelo fato do FHC ter repercutido o tuíte, o outro é o Psdb. O general de família de torturador deve estar articulando com o FHC “de sempre” o parlamentarismo ou algo parecido. Sono tutti mafiosi.

  6. o tal cara que se chama redator deseja algo
    e imagina que alguém possa virar seu personagem
    -= dele -,
    isto é, inventa, porque imagina que o que a fonte
    falou ou pensava em falar há um tempo ainda vale agora…
    é por essas e tantas outras, que
    a grande mídia não tem nenhuma credibilidade…

  7. Diz-se que uma frase diz mais sobre quem a pronúncia do que sobre a quem se destina. A imprensa anti Lula e antiesquerda é a responsável pelo caos que se abate no país. Além de alimentar continuamente o ódio. Acham que assim fazem notícia e história. Até hoje, fizeram um meia culpa de araque pelas barbaridades que cometeram durante a ditadura. Agora a querem de volta. A imprensa é o inimigo. Não esqueçam.

  8. FORA DE PAUTA, MAS NEM TANTO…
    Para interessadxs em conhecer Greta Thunberg, a ativista ambiental sueca de 16 anos que vale por um milhão de políticxs profissionais e outro tanto de meios de comunicação, por agir com responsabilidade e mobilizar a opinião pública sobre o futuro da humanidade (desculpe, me empolguei, rs), passei a tarde de ontem e o início desta manhã legendando 3 vídeos, 2 sobre sua visita ao Reino Unido, onde conversou com Jeremy Corbyn (Theresa May, a primeira-ministra, amarelou, rs) entre outrxs, e participou de protestos com o Extinction Rebellion, e 1 outro editado sobre seu discurso no Fórum Econômico Mundial em Davos, em janeiro deste ano – o discurso todo é tão revolucionário que vou encontrar tempo para legendar inteiro, e certamente por isso sofreu assepsia nos trechos que tocam na ferida capitalista, mas o que está aqui serve como introdução ao trabalho sheróico em sua desconcertante sinceridade e coragem juvenil, de Greta Thunberg.

    1 – Se forem verificados erros ou inadequação nas traduções ou legendas, por favor, relatem.
    2 – Para interessadxs em conhecer o trabalho dela, vão ao site https://www.fridaysforfuture.org (o discurso que vai aqui editado está na íntegra no endereço https://www.fridaysforfuture.org/greta-speeches#greta_speech_jan25_2019).
    3 – Como diz Greta, isso é uma emergência, e não uma modinha ou um movimento político como outro qualquer que pode esperar o ritmo histórico – a Natureza não pode, assim como você quando sente fome, sede, ou vontade de ir ao banheiro; os ritmos e exigências biológicos precisam ser respeitados, certo?

    O Efeito Greta Thunberg – sua visita a Londres em 2 minutos [Guardian]
    https://youtu.be/pt44ZrHpmxk

    Greta Thunberg no ‘Guardian ao vivo’: “Isso é uma emergência” [Guardian]
    https://youtu.be/HJK0Bhp9qC0

    “Eu quero que vocês entrem em pânico”, alerta Greta Thunberg em Davos 2019.
    https://youtu.be/WsHq1reG-Wg

    Sampa/SP, 29/04/2019 11:48

    • O vídeo “Greta Thunberg no ‘Guardian ao vivo’: “Isso é uma emergência” [Guardian]” foi substituído para correção da legenda.
      Novo vídeo em https://www.youtube.com/watch?v=Ujz8TM4BZHA.
      Desculpem.
      E compartilhem, se possível. A mensagem de Greta e de seus/suas coetâneo/as é importante, e são vídeos de apenas 2 minutos! Fugir do problema não o fará desaparecer…

      Sampa/SP, 30/04/2019 – 02:24

    • “Pequena memória para um tempo sem memória”, Gonzaguinha.

      Tempos para arqueólogos, de resgatar culturas tão ricas soterradas pela ignorância e pelo esquecimento, retomar o fio da meada pelo fio da memória compartilhada em carne e osso e não apenas em bits/bytes.
      Tempos para Justiça de Reparação, não apenas para o/as marginalizado/as da espécie humana, mas para A marginalizada, A explorada, A invisibilizada, A violada, A rejeitada, A escravizada, A despossuída, A que está sob diuturno ataque físico e simbólico, A NATUREZA, contra a qual despejamos todo nosso lixo, “industrial, comercial”, emocional e psicológico.
      Culturas e sociedades fundadas e mantidas sobre o império da violência não podem prosperar.
      Precisamos do colapso do capitalismo para que verdadeiras civilizações sejam (re)construídas.
      Quem tem medo de pensar na superação do capitalismo? Se temos medo até de pensar, como seremos capazes de alcançá-la se não for pelas suas próprias armas, a violência e a injustiça?
      O mundo precisa de utopia que não vire propaganda de banco, e tentar a Reparação (não apenas compensação, não apenas indenização, não apenas materialidade, não apenas trégua nem só acerto de contas) como processo integral que reconheça a violência primordial, feita contra o seio natural do qual escolhemos a orfandade com os reflexos de destruição entre os da mesma espécie biológica, é o único caminho possível para re-encantar o mundo e religar as pessoas entre si e com sua matriz renegada. Olhem o que os jovens da Europa e USA estão fazendo! Um jovem grego na beleza e no sobrenome foi preso há pouco nos USA por defender as terras indígenas, no Reino Unido um senhor comemorou na semana passada seus 83 anos (salvo engano) sendo preso em desobediência civil por protestar contra a inação política e social sobre a crise climática (https://conexaoplaneta.com.br/blog/aos-83-anos-ativista-pelo-clima-protesta-em-cima-de-trem-em-londres-e-pelos-meus-netos-diz-emocionado/, COMO ISSO NÃO É NOTÍCIA?), milhares de meninas e meninos e agora seus pais e parentes lotam as ruas diariamente em diversas cidades pelo mundo para ecoar os gritos da Natureza por socorro.
      O apocalipse da civilização ocidental judaico-cristã é um sintoma – para usar os termos da psicanálise/medicina – de que o caminho está errado! Cultura e natureza não precisam ser inimigas, isso é coisa de modernos idiotas porque na Antiguidade dos povos realmente sábios nunca foi assim.
      Ainda temos tempo, segundo os cientistas e lindinho/as ativistas por todo o mundo, mas ele está voando – podemos escolher se rumo ao precipício ou a uma segunda chance.
      Quem tiver amor-próprio e pelos seus humanos de estimação, se não um sentido de ética menos hipócrita, acorde enquanto é tempo: lutar contra a crise ecológica e climática não é pela Natureza que ela não precisa de nós, é por nós, PQP, onde foi que as pessoas esqueceram que não são autosuficientes?

      Gonzanguinha Pequena Memória para um tempo sem memória (2m19s, versão reduzida)
      https://www.youtube.com/watch?v=_8kbEccj33c

      Gonzaguinha – Pequena Memória para um tempo sem Memória.mp4 (4m12)
      https://www.youtube.com/watch?v=SJ_1pjnW2Lg

      Sampa/SP, 29/04/2019 – 16:14

  9. Militares fazem alerta: o inimigo do ESTADÃO sempre foi o PT, pois a manutenção do PT na vida pública significa que eles continuam e continuarão a pregar no deserto. Deve ser o maior medo em quem acredita que dá as cartas na vida pública do país.

  10. E o pavãozão, aquele do “no meu governo não tinha essas coisas de corrupção”, fala em personalismo, com os militares até o pescoço com o bozo, os pit-boys e o astrologo maluco, mas deve ter ficado puto mesmo foi com o sucesso da entrevista do Lula.
    Todas as vezes que Lula disser sou inocente, me libertem. Teremos um Estadão, um Dallagnol, um Moro, um general com o… na mão para defender a continuidade da prisão ilegal de Lula. Mas a historia ainda atropela essa gente.

  11. Sim! E daí?
    Os militares que serão os únicos funcionários públicos em que se fala num novo plano de reestruturação da carreira que resulta mais dinheiro para eles, vão dizer o que. Agora gostaria de saber a segunda parte da questão. Se eles foram contrariados que vão fazer? Sair dando 80 tiros em todo o povo brasileiro? Será? Talvez sim, talvez não.

  12. Carnaval de enredo único e o mesmo de sempre: Pressionar o supremo para que estuprando a constituição e ignorando todas as regras do direito Lula seja mantido preso. Pelo menos até que os entreguistas vendilhões peguem cada um sua parte no butim.

  13. E se uma Ala do Supremo menos acovardada e com alguns resquícios de vergonha,mandasse investigar até as penultimas consequencias, as milicias digitais bolsonaristas,financiadas com grana não sei de onde,repassadas a sites de aluguéis e revistas de fachada,segundo dizem,para meter Zé Antonio no xilindró e outros quais quais,ainda assim Lulão ficaria no pote?Livre pensar é só pensar,dizia Millor.

  14. A velha mídia fazendo o seu terrorismo o PT e os demais partidos de esquerda não devem se intimidar. O que as mídias familiares, as Forças Armadas e o Empresariado já trouxeram de bom para o trabalhador brasileiro?
    Com o apoio do povo voltaremos, não ha outra maneira. o povo é quem vai decidir.

  15. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome