Brasilianas discute propostas da CPI dos crimes cibernéticos

Especialistas alertam que documento fere regras do Marco Civil da Internet 
 
 
 
Brasilinas.org – Nessa quinta-feira (07) o Brasilianas.org grava um debate sobre as propostas da Comissão Parlamentar de Inquérito dos Crimes Cibernéticos, da Câmara dos Deputados. Após nove meses de trabalho, a CPI, presidida pela deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), editou um relatório assinado pelos deputados Espiridião Amin (PP-SC), Sandro Alex (PSD-PR), Rafael Motta (PSB-RN), Daniel Coelho (PSDB-PE) e Rodrigo Martins (PSB-PI), que prevê o bloqueio de serviços que sejam considerados ilegais pela justiça e a prisão de quem invadir perfis de redes sociais, entre outras medidas.
 
Apesar de ter como objetivo atacar de frente os crimes cometidos por meio do ambiente digital, especialistas alertam que o texto fere leis do Marco Civil da Internet. A expectativa é que as propostas de lei da CPI dos Crimes Cibernéticos sejam votadas entre os dias 12 e 13 de abril no plenário da Câmara dos Deputados. 
 
Para avaliar o pacote e os possíveis riscos que poderá trazer à liberdade dos usuários no Brasil, o apresentador Luis Nassif recebe a coordenadora executiva do Intervozes, Ana Claudia Mielke, o professor do Departamento de Sociologia da UNIFESP, Henrique Parra, e a pesquisadora gestora do Centro de Tecnologia e Sociedade da FGV Direito Rio, Marília Maciel. 
 
Além das regras propostas pela CPI, o programa também irá abordar o papel da tecnologia da informação nos conflitos políticos atuais e a liberdade no ambiente web e o respeito aos preceitos constitucionais e dos direitos humanos. 
Sobre os convidados
 
– Ana Claudia Mielke, Coordenadora Executiva do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social
– Henrique Zoqui Martins Parra, Sociólogo professor do Departamento de Ciências Sociais da UNIFESP e pesquisador da Rede Latino-Americana de Estudos em Vigilância, Tecnologia e Sociedade (LAVITS).
– Marilia Maciel, pesquisadora gestora do Centro de Tecnologia e Sociedade (CTS) da FGV DIREITO RIO. Atua na linha de pesquisa “Governança da Internet e Direitos Humanos”. 
 

1 comentário

  1. Ate o nome da CPI esta errado!

    Falta de ler um livro de vez em quando da eh nisso!

    http://www.dictionary.com/browse/cybernetics

    http://www.merriam-webster.com/dictionary/cybernetics

    “Cibernetico” eh a palavra errada, pois se refere a qualquer crime eletronico e nao tem a ver com a internet em si.  A palavra pre-existe a internet em varias decadas (inventada em 1948) e eu ja a conheco dos anos 70.

    O que eles querem eh criminalizar internautas -eles tem competencia tecnica pra classificarem crimes ciberneticos agora?  Pois eu digo que nao tem competencia tecnica sequer para crimes internautas.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome