CARF ajudou a precipitar decadência da RBS

 
A venda da parte catarinense do grupo RBS deve-se a uma sucessão de fatores negativos. Mas o ponto central foi a reviravolta no CARF (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).
 
O grupo deixou de recolher R$ 280 milhões em 2001. Com atualização, juros e mora, deve ascender hoje em dia a algo entre R$ 600 a R$ 800 milhões.
 
O grupo já vinha mal, depois da era Eduardo “Duda” Sirotski, sobrinho do fundador, Nelson. No tempo em que foi presidida pelo ex-Ministro-chefe da Casa Civil no governo FHC, Nelson Parente, a RBS conseguiu um aporte do Fundo Gávea, de Armínio Fraga, equivalente a 15% de seu capital.
 
O fundo já saiu da empresa.
 
Na gestão Duda, a RBS meteu-se em um sem número de investimentos de baixo retorno na Internet. Perdeu o foco no novo e teve que carregar o peso do antigo – quatro jornais no Rio Grande do Sul e 4 em Santa Catarina.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

20 comentários

  1. Democratização da mídia é sonho de consumo no Br

    Essa RBS, afiliada da globo-esgoto, vai tarde.. O sonho de consumo dos brasileiros é a democratização da mídia. Um país não pode ficar refém de uma imprensa nas mãos de poucas famílias, partidarizada e que só existe em função de garantir os próprios interesses… Precisamos de informação plural, isso sim… !!

  2. “O fundo já saiu da

    “O fundo já saiu da empresa”.

    E a empresa? Já saiu do fundo?

    P. S. – Parece que a sonegação de impostos é uma prática no “sistema” globo, e a corrupção um um método de esconder esses “mal feitos”, não é mesmo?

  3. Só uma perguntinha = RBS

    Só uma perguntinha = RBS recebeu um dinheirinho da mãe BNDS? Se a resposta for sim, quer dizer que, indiretamente, vou levar um calote de uma dívida que fizeram em meu nome? Brasil é robin hood às avessas = quem mais tem, mais recebe; quem menos mais, mais tiram. Aqui corta-se na carne de quem já é pele e osso. 

  4. Jornais, revistas e TV na era

    Jornais, revistas e TV na era da internet, são como as antigas enciclopédias, seu destino  é o lixo. Mas quando dependem do  dinheiro publico e fraudes para sobreviverem se desesperam e tentam incentivar o Golpe.

  5. Valor de venda da RBS/SC,

    Valor de venda da RBS/SC, 700mi, segundo fontes…

     

    Me parece que venderam a RBS/SC para pagar o Carf e assim  se manter “vivo” pelo menos no RS.

  6. Procedimento padrão
    Cada vez mais me convenço que a sonegação de impostos e todo o tipo de vantagem fiscal irregualr é o padrão de comportamento de nossa elite.

    Depois querem que vá protestar na paulista.

    Será que pensam que todo mundo é alienado?

  7. A venda da parte catarinense

    A venda da parte catarinense do grupo sonegador e corruptor deveria e deve ser investigada. Nào dá para aceitar que,neste momento,um grupo não pertencente a este setor estaria disposto a “doar”quase 1 BILHÃO de reais em um negócio sem futuro.

    Mais que salvar os sonegadores coruptores e golpista da afiliada de rede golpista no sul a “doação”tem caráter de injeção de recursos no golpe que,se vier a dar resultado,será pago com todos os juros possíveis e imagináveis com os recursos do contribuinte.

    Essa gente foi golpista,é golpista e sempre será golpista.

    Todo sacrifício pela democracia é pouco.

  8. É o início do FIM da RBS.

    É o início do FIM da RBS. Todos os verdadeiros ladrões de DINHEIRO PÚBLICO  tem que pagar pela corrupção que praticam.

    PRINCIPALMENTE  por serem da área de comunicação em que a responsabilidade é muito maior,  POR enganar o Povo e amedrontar as autoridades(ninguém quer aparecer na mídia por ser simplesmente discordante das opiniões desses poderosos safados.

    ESSE PODER, a mídia, quando defende setores bem definidos e normalmente corruptos, PREJUDICA TODO UM POVO. Milhões de Seres Humanos sofrem por causa deles.

    Em caso do GOLPE dar certo (bem provável) voltaremos a FOME, AO DESEMPREGO, AO ANALFABETISMO, A ESCRAVIDÃO, pois a DITADURA CAPITALISTA voltará com suas matanças, prisões, torturas e expulsões do País. Toda a América Latina já conhece isso(menos Cuba, é claro).

    Se não apelar-mos para a China e outros dos BRICS, ficaremos sob a ameaça terrorista americano/sionista comno Iraque, Líbis, Síria, Afeganistão, Palestina, etc.

     

  9. Desfazimento de bens quando corre investigação

    que pode levar à insolvência não é um troço proibido pela Lei? Com a palavra o diligente, independente, atuante, rápido, competente e imparcial Ministério Público Federal do Brasil. Não li nada a respeito do bloqueio desses valores para garantia de que os tributos supostamente envolvidos poderão ser pagos um dia. Com a palavra, mais uma vez, o MPF da República Federativa do Brasil………………………

  10. Morrem na lama

    Morrem e morrem eleameados como todos os outros. Literlamente na lam, com exceção da revistinha do esgoto que ja morreu imersa em excrementos. Salva, ainda, a rede globo, que tem tutu para ter prejuizo até que um governo “seu” venha ao poder, se vier.

  11. se  eu  ou  voce devesse  280

    se  eu  ou  voce devesse  280 milhoes em 2001  e   quizesse  pagar  hoje   eu  tenho  certeza que  os  calculos  por  baixo  chegariam   1.500  (um  trilhao  e  meio  ou  mais. por  isso nao vejo  ser o  carf  quem ajudou  a empresa  a entrar em colapso, éla  sim  foi  mal  administrada, e  sonegaram  muita   grana. 

     

  12. em 70, lembro, a rbs defendia

    em 70, lembro, a rbs defendia o endurecimento do regime militar…

    agora, vende o ramo catarinense…

    espero que pague os impostos que não pagou….

    são especialistas em sonegação, de informações

    e agora de impostos…

    que a falencia os sauda….

    • Comemoro o fracasso dos

      Comemoro o fracasso dos caras, mas como assim não tem concorrente, cara? Internet, videogame, netflix, celular e etc são pesados concorrentes desse povo.

  13. correção

    Caro Nassif. apenas a título de correção. O fundador é Maurício Sirotski Sobrinho, Nelson é seu filho e o Duda é sobrinho neto. Mas a história mostra que o pai constrói e os filhos destroem. Outra questão interessante, é que tendo uma empresa de comunicação os descentendes não estudam jornalismo, vão cursar adminstração e fazem estas coisas de phds.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome