Fugindo da Globo, jornais miram investigados da Lava Jato no Bahamas Leaks

 
Jornal GGN – Quando o GGN noticiava o império das contas offshores relacionadas ao Grupo Globo e à família Marinho em Bahamas e Panamá, na última sexta-feira (23), os jornais brasileiros que têm acesso aos 175 mil registros de empresas no paraíso fiscal do Caribe miravam outros alvos: entre todos os investigados da Operação Lava Jato, encontraram apenas 7 com contas nos Bahamas Leaks.
 
O blog de Fernando Rodrigues, do Uol, mobilizou 11 repórteres para varrer o mais novo gigante banco de dados de empresas registradas no paraíso fiscal para verificar quem têm as contas entre: todos os condenados na Lava Jato, todos os ministros de Estado, presidente e ex-presidentes da República, os 11 ministros do STF e os que se aposentaram nos últimos 15 anos, todos os ministros do TCU e os que se aposentaram nos últimos 15 anos, 513 deputados federais, 81 senadores e seus suplentes e diretores da Petrobras desde a fundação da estatal.
 
Nessa primeira parte da varredura, encontrou o nome de Léo Pinheiro, da OAS; envolvido com duas offshores no paraíso fiscal; a empreiteira Queiroz Galvão, que tem o registro de duas empresas em Bahamas e afirmou ao Blog que obedecem à legislação brasileira, estão ativas e destinam-se à realização de investimentos internacionais; a Odebrecht, que tem três contas no país; o dono da Engevix, José Antunes Sobrinho, que foi preso na 19º fase da Lava Jato, aparece como diretor de uma offshore que, segundo seu advogado, teve os recursos declarados à Receita.
 
Também surgem o banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, relacionado às offshores Latin Holdings Investment Corporation e ASE Securities Limited, que ainda segundo sua assessoria foram declaradas à Justiça; e o lobista Guilherme Esteves de Jesus, que chegou a ser preso preventivamente na Lava Jato, e tem registradas duas offshores em Bahamas em seu nome, mas nega a existência delas.
 
Na última sexta (23), o GGN revelou que o Grupo Globo tem contas, além do Panamá, no paraíso fiscal de Bahamas. É a Globo Overseas LTD, que foi aberta em janeiro de 1999 e desligada em agosto de 2002, datas que coincidem com a criação da também holandesa Globo Overseas pelo grupo, para conseguir adquirir os direitos de transmissão da Copa do Mundo no Brasil de 2002.
 
Para o feito, o grupo televisivo adquiriu diversas contas offshores e empresas no exterior, para fugir dos impostos, gerando uma fraude fiscal que somava R$ 615 milhões à época, o que hoje representaria mais de R$ 1 bilhão.
 
No Bahamas Leaks, a Globo Overseas aparece relacionada ao escritório  Icaza, Gonzalez, Ruiz & Aleman, o mesmo que nos Panamá Papers trouxe a conexão da Globo com a Mossack Fonseca. Esse escritório criou a panamenha Chibcha Investment Corporation, que traz os irmãos Marinho como sócios, e também criou a Blainville International Inc, controladora da famosa Agropecuária Veine, que aparece como uma das donas do helicóptero Augusta 109, que servia à família Marinho.
 
Além disso, dois integrantes da família que controla as Organizações Globo aparecem também em Bahamas Leaks. O próprio José Roberto Marinho, surgindo como presidente, vice-presidente, tesoureiro e secretário da empresa New World Real State, e Paulo Daudt Marinho, filho de José Roberto Marinho, que é registrado como dono da empresa offshore Canary Global LTD.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Macbeth tupiniquim, ato 1 cena 3, por Fábio de Oliveira Ribeiro

9 comentários

  1. IDEIA PARA A RESISTENCIA 

    IDEIA PARA A RESISTENCIA  PROGRESSISTA: “MOVIMENTO OCCUPY PARATY HOUSE”

    Sei que está sendo complicado o jogo para a ala progressista brasileira, com constantes ataques cruéis, sórdidos e tudo de mais baixo da parte dos golpistas, coincidindo com datas importantes de nosso movimento, com a clara finalidade de esvaziar nossos atos, como o que ocorreu dia 22/09, justamente no dia da paralisação. Mas não podemos nos desanimar quando o que está em risco é a democracia e a melhor defesa é o ataque, por isso sugiro um movimento coordenado que pode abrir uma brecha nas trincheiras da Casa Grande: ocupar permanentemente a praia frente a Paraty House. Considerando que a praia em frente ao tríplex dos Marinhos é pública, assim como uma praça e, a casa é hoje a prova materializada da hipocrisia da Globo e do partidarismo da justiça nacional, sugiro:

    Montar um acampamento permanente em frente a casa, com revezamento dos militantes ao longo da semanaFazer um banner no modelo de um outdoor com a foto que foi divulgada com o nome da proprietária em um dos documentos apreendidos na operação lava jato e fixa-lo na praia.Montar uma campanha em todos os meios possíveis (watts app, facebook, youtube, blogosfera, twitter, panfletos, etc) visando a divulgação da ocupação na imprensa nacional e internacional com uma reivindicação bem clara: só desocupar a praia quando for aberto investigação sobre a ligação da família Marinho com a Mossak Fonseca (poderíamos incluir aí também um pedido de CPI sobre Furnas, Transalão, etc).Manter o assunto constantemente em destaque no trending top das redes sociais, fóruns de discussão, etc. Convidar algumas personalidades progressistas para entrevistas e eventos diretos da praia, a ser transmitidos pelo Youtube, Vimeo, etc.Para isto ser possível, é necessário considerar a criação de um fundo, a ser administrado por um movimento (poderia ser a FBP, Mídia Ninja ou outra entidade a ser discutida) com uma conta corrente para aceitar doações visando exclusivamente a manutenção dos militantes acampados na praia e a divulgação diária na mídia. Poderia ser considerado até mesmo a criação de Bots para a constante postagem de mensagens nos portais da grande mídia com a hashtag # OCCUPYPARATYHOUSE, no modelo que os coxinhas já fazem aqui.

    Este movimento, ser for bem feito e surtir resultado, poderá resultar em uma operação que revelará mais dinheiro sujo do que umas dez Lava Jatos inteiras, escondido em paraísos fiscais oriundos de sonegação fiscal da Casa Grande. Fica a dica.

    PLANO B: Caso o plano acima se mostre impraticável, uma ideia de menor porte, porém mais barata, seria ocupar a Praça dos Três Poderes  e montar lá um outdoor com a foto do triplex e a foto da assinatura.Se possível fazer uma maquete bem grande da casa pra chamar a atenção e montar um cenário tipo uma praia mesmo, com guarda sol e tudo.A noticia no link a seguir reforça essa necessidade de mexer nesse ninho de vespas:http://www.ocafezinho.com/2016/09/22/jose-roberto-marinho-aparece-no-bahamas-leaks/.

  2. Os sete

    Os “apenas sete” encontrados pelo jornalista Fernando Rodrigues tem um total patrimonial  infinitamente superior ao do grupo Globo. O prejuízo que estes sete deram aos cofres públicos também supostamente foram muito, muito mais significativo do que supostamente os Marinhos deram ou tentaram aplicar. Quantos bilhões as empreiteiras teriam surrupiado do Estado através da corrupção? Ou seriam conspirações de promotores e de um  juiz de primeira instância o resultado das investigações contra os acusados na Lava Jato?

    • Só queria entender

      Se existem ladrões que roubam bilhões, milhões e milhares, a partir de qual valor devem ser denunciados?

      As empreiteiras tem esquemas sim, subornam, superfaturam e tem que dar conta do que fez. Mas desde quando fazem isso? Desde de 2003 ou se puxarmos o fio vai vir muita gente pura e indignada?

      Punição sem hipocrisia é o mínimo, se houver boa intenção, é claro.

  3. Calendas gregas

    Mais uma manchete, notícia que vai para as calendas gregas.

    Ou alguém tem dúvidas sobre?

    O resultado do TRF4: 13 X 1 para o Moro.

    Ou seja, 13 para a gangue estado policialesco jurídico midiático e zero para a Democracia.

    Não temos mais argumentos para contrapor o que se passa no país.

    Infelizmente, são muito poucas pessoas que se aperceberam do que está por trás de toda essa manobra, embevecidos pela exitosa campanha de combate a corrupção, não enxergando de maneira dolosa que só um lado do espectro político é vitimizado, mas a grande maioria, por ignorância mesmo, também acreditam na redenção desse mal no país extinguindo o PT.

    Em 2010 o PT ganhou de lavada as eleições gerais no país ( ver aqui: http://eleicoes.uol.com.br/2010/raio-x/2/presidente/votacao-por-estado/ ) e teve muita gente, aqui inclusive, que temia o desaparecimento do psdb e que isso não seria bom para a democracia.

    Mal sabiam o que estava por vir, achando que Lula e o PT teriam vida fácil com os seus governos republicanos.

    A direita estava babando de raiva, mas niguém estava atento para as monobras que começaram com o mensalão e a lava jato há mais de dois anos.

    Não perceberam que nenhum partido de esquerda (?) governa impunemente por tanto tempo.

    Da elite nós sabemos o que sempre podemos esperar, mas a grande maioria da classe média tem noção política pior do que aos dos analfabetos funcionais e políticos. E isso é o pior dos cenários.

    Somado a isso, a grande mídia arquitetou com a direita empresarial, política, judicial o arcabouço para satanizar o PT.

    Estão conseguindo. 

    Até aonde eles vão chegar, não sei dizer.

    Mas só sei dizer que com palavras apenas, não terá o mínimo efeito.

    Todo mundo está em estado entorpecido como tivesse tomado nembutal.

    Estamos todos vivendo a versão brasileira da seita do Jim Jones.

    Todos estão indo para o calabouço sem ter a menor reação.

    A direita está esfuziante.

    Nem eles estão acreditando que seria tão fácil tomar nosso pirulito.

    Estamos vivendo o que a nova série do History Channel está passando: A Ciência do engano.

    Confiram, e verão que nós estamos sendo enganados.

    De cada capítulo você tira uma conclusão para os dias que estamos vivendo.

  4. Uai ……

    O chefe da “organização criminosa” dono do triplex  e do sitio sem dono, não tem nem uns trocadinhos em contas secretas???

  5. Qual o desdobramento dessas acusações?

    Vai ser simplesmente ignorado??? Existe alguma investigação???

    Qual o posicionamento da Polícia Federal sobre o tema??? Se é crime a polícia não deveria ter acesso aos dados???

    Se bem que… do jeito que tá… melhor deixar longe da polícia e do judiciário… 

    • Não vem ao caso. O Estado

      Não vem ao caso. O Estado brasileiro sempre foi de exceção. Sempre tratou os pobres, pretos e prostitutas como inimigos. E usou contra eles o direito penal do inimigo. Agora tudo ficou mais escancarado. Os golpistas perderam a vergonha.

       E diante da falta de reação do povo eles irão avançar até fazer retornar a escravidão. Cada vez terão mais certeza que o povo tem sangue de barata e aceitará até o retorno a condição de  escravo. Avançarão sobre direitos.  Nem direito a vida o povo terá, quanto mais a dignidade.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome