“Na Sala de Visitas” aborda política econômica de Temer e partidarismo do judiciário

Controle ideológico da economia, queda de Dilma e música brasileira caipira – Acompanhe a partir de agora nova edição do programa “Na Sala de Visitas com Luis Nassif”
https://www.youtube.com/watch?v=FnBXW5jK54g width:700 height:394
 
Jornal GGN – Nesta nova edição do programa “Na Sala de Visitas”, Luis Nassif entrevista Pedro Rossi, professor doutor do Instituto de Economia da Unicamp e autor do livro “Taxa de Câmbio e Política Cambial no Brasil”, recém lançado em São Paulo pela FGV Editora. 
 
Rossi explica quem controla o câmbio no mundo, fala do jogo ideológico no controle dessa taxa e, ainda, faz uma análise da política econômica de Temer, especialmente do chamado “nominalismo”, que é o estabelecimento de um teto para as despesas públicas, onde os gastos do Estado passarão a crescer igual ou menor que a inflação. Cálculos realizados pelo professor revelam que em 20 anos, com a implantação do nominalismo, os custos do Estado brasileiro vão reduzir de 18% para 12,5%. O principal gasto será com a Previdência, em torno de 8%, portanto sobrará apenas 4,5% do orçamento do governo federal para os demais gastos, incluindo saúde, educação, judiciário e forças armadas. 
 
Em seguida Nassif conversa com Lenio Streck, advogado, ex-procurador de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul e professor na Universidade do Vale do Rio dos Sinos. O filósofo do direito fala sobre as garantias processuais constitucionais que vem sendo desrespeitadas nos procedimentos da Lava Jato e o partidarismo do judiciário.  
 
Por fim, o Sala de Visitas recebe dois monstros da música brasileira, Renato Brasil e Breno Ruiz, hoje na vanguarda do renascimento da música brasileira. 
 
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora