Para entender a montagem da Veja

 

Sobre a posição atual dos grupos de mídia

A atuação da mídia como partido foi liderada pelo falecido Roberto Civita, do grupo Abril, inspirado no modelo de atuação de Rupert Murdock nos Estados Unidos.

Sentindo o fim do monopólio virtual do mercado de opinião, com o avanço da Internet, Murdock montou uma frente política com os demais grupos de midia para eleger o seu presidente. Buscou na ultra-direita a retórica mais virulenta, inaugurou os ataques pessoais a políticos e jornalistas “inimigos”, inundou o país de boatos e injúrias da pior espécie, disseminando-as pelas redes sociais. E valeu-se de todos os recursos dos grupos de mídia – dramatização da notícia, demonização do inimigo, aceno com o fim dos tempos – para emplacar seu candidato.

Perdeu e a primeira atitude de Barack Obama, eleito, foi convidar os presidentes da Apple, Google e Facebook para visitá-lo na Casa Branca.

Foi a marca das eleições brasileiras de 2006 e, especialmente, de 2010.

O padrão é cansativo, de tão previsível.

Veja saia na frente com seus factoides e o grupo repercutia em seguida. O fórum de orquestração se dava no Instituto Millenium. A um mês das eleições, aumentava-se a dose e tentava-se a bala de prata.

A morte de Civita acelerou o processo de perda de rumo dos grupos de mídia  Pagou-se um preço caro com a orquestração contra a Copa do Mundo, que marcou o fundo do poço da credibilidade da mídia.

Sem a antiga orquestração, os jornalões passaram a agir com o fígado, sem obedecer a uma estratégia concatenada.

Leia também:  A demissão da direção da Época: uma perda para o jornalismo, por Luis Nassif

De um lado, perceberam que precisariam recuperar credibilidade para dar eficácia às rodadas de ataque que antecederiam as eleições. Aí um jornal levanta o caso do aeroporto de Aécio, os outros vão atrás, na crença de um escândalo menor legitimando os escândalos maiores contra o PT. De repente, o tema sai do controle, e Aécio se queima.

Depois, vêem  Marina subindo, e ajudam na ascensão.

No meio do caminho dão-se conta de uma realidade:

1.    Aécio lhes garante a volta ao controle do Estado.

2.    Com Dilma, nada perdem, mas nada ganham. Dilma mantém a cartelização da publicidade  mas não faz negócios.

3.    Marina é uma incógnita. Seu programa aprofunda o conceito de democracia participativa ao mesmo tempo em que ela se curva às pressões de pastores evangélicos – o grupo que mais cresceu na mídia tradicional, enfrentando inclusive o poder da Globo. A política econômica é mercadista mas seus princípios ambientais são contra a economia real. Ora ela diz sim, ora ela diz não.

Sobre o álibi Veja

Em um segundo turno, entre  ela e Dilma, o ódio ao PT fala mais alto. Embora o Estadão avente a hipótese de que Marina seja braço auxiliar de Lula – o que comprova que  os jornalões estão pretendendo tirar da blogosfera até o monopólio das teorias conspiratórias.

Não mais que de repente, o factoide de Veja traz a esperança de uma respiração boca a boca capaz de ressuscitar a candidatura Aécio,.

O fato em si é simples.

Leia também:  Snowden defende Vaza Jato: "se a informação é de interesse público e verdadeira, tem que ser divulgada"

Não se discute a existência do esquema Paulo Roberto Costa. É evidente que controlava uma organização criminosa incrustada na Petrobras e que tinha padrinhos políticos. E é fato que gravou depoimentos, dentro do acordo de delação premiada.

A reportagem da Veja não traz um indício de acesso ao relato. Pode ter enfiado na reportagem o que ela achasse melhor. Ou alguém acredita no respeito da revista pelos fatos?

O que importa é a maneira como os grupos de mídia tratam o escândalo.

Soltam a matéria, dão a repercussão e cobrem as páginas dos jornais com matérias sem fontes, informando que “o comando da campanha de Dilma entrou em pânico”, “o PT vai ter que alterar sua estratégia e parar de falar no pré-sal”, “fontes do Palácio temem que as revelações derrotem Dilma” e coisas do gênero.

Não há menção a nomes e isso lembra em muito a cobertura brasiliense do Planalto no período Geisel. O primeiro time da mídia ouvia Golbery em off. O segundo time, o Sargento Quinsan, personagem folclórico, espécie de ordenança de um dos secretários de Geisel. Na reportagem, tanto um quanto outro era “fonte do Palácio”. Ou não? Aparentemente o fantasma de Quinsan voltou a frequentar o Palácio.

No centro da campanha de Dilma, a capa de Veja foi interpretada como um tiro de festim. E a repercussão da mídia atribuída à falta de experiência política das direções de redação, incapazes de avaliações mais aprofundadas sobre estratégias políticas do noticiário. Não se tem dúvida de que o segundo turno será entre Dilma e Marina.

Leia também:  Petroleiros entregaram carta e fizeram apelo aos governadores do Nordeste

Se houvesse algum efeito, seria a favor de Dilma. Há 12 anos, os eleitores de Lula e Dilma convivem com denúncias e factoides. Se continuam eleitores, é porque as denúncias não têm mais eficácia.

Já os simpatizantes de Marina, atraídos pela ideia de que ela é diferente, são bombardeados com factoides informando que Marina é igual ao PT.

Provavelmente os leitores aumentarão a convicção de que, com Dilma ou Marina, o jornal será sempre igual.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

131 comentários

  1. Hoje pela manhã, aqui em

    Hoje pela manhã, aqui em Minas, a Rádio Itatiaia fez verdadeira campanha de ataque ao governo Dilma com base nas denúncias sem prova da Veja e da Globo. É assim que funciona este mafioso esquema de comunicações no Brasil. Eles escondem os inúmeros casos envolvendo os tucanos e atacam o PT como se fosse o único partido responsável por todos os males do país.

    Somente em Minas são muitos os casos abafados pela mídia: o mensalão tucano – inclusive com um candidato ao governo que recebeu R$ 300 mil das empresas de Marcos Valério supostamente para prestar consultoria jurídica, mesmo não tendo apresentado um único texto escrito desta consultoria. O caso do helicóptero do Perrela e do Aecioporto, nem falam nisto mais. Em Minas, para a mídia, isto nem existiu. A não aplicação dos percentuais de educação e saúde pelo governo de Minas, respaldado por um TCE aparelhado pelos tucanos, nada disso aparece na mídia. E muitos outros casos.

    Agora, bastou um deletor apresentar denúncias sem provas, e divulgadas de forma seletiva por Veja e Globo para que a mídia mineira, Itatiaia à frente, transformasse os acusados em condenados, sempre enfatizando que a Dilma é a culpada de tudo.

    Uma vergonha esta mídia mineira e brasileira. Até quando vamos tolerar isto?

      • Estão desesperados. Perderão

        Estão desesperados. Perderão as TETAS. Quase a unanimidade dos radialistas dessa cloaca estão na folha da Primeira Irmã. 

      • Ivan,

        Mas, infelizmente, a Itatiaia é popular, e completamente tucana e antipetista. Atinge muuuuito mais gente que a Veja, que atinge uma ínfima minoria. A função da Veja é puxar a boiada.

      • Concordo com vc, jeca e

        Concordo com vc, jeca e provinciana! Tenho vergonha de falar que essa rádio é a mais sintonizada aqui em BH.

         

  2. radio estadão

    Incrivel mobilizam o correspondente na Suiça para dar a noticia que ” autoridades suiças estão investigando pessoas ligadas a Petrobrás com contas no paraíso” (reporter enfatiza que não são contas da Petrobrás  ,vai que alguem o processe igual ao Francis ! ! !)sem nomes, sem valores, sem nada de  de concreto apenas para mencionar o PT o PMDB e o PSB.

  3. Concordo integralmente. Essa

    Concordo integralmente. Essa é a visão correta do quadro. Que o o delator fez as declarações, tudo indica que fez. E que o esquema existiu, é muito provável que tenha sim existido, apesar das provas serem o que importa. Sem provas, nada feito.

    No entanto, isso é um problema de corrupção que o Governo Dilma está combatendo, apesar de muitos de seus apoiadores na blogosfera agirem em sentido contrário quando descontroem, ao negar os fatos, ao negar a validade da investigação, ao negar a punição dos eventuais responsáveis, o correto discurso de Dilma que aponta o seu Governo como não conivente com a corrupção. Esse discurso faz o jogo da oposição. O único discurso correto é o de Dilma, que se coloca, de forma republicana, contra o esquema de corrupção e exige apuração e investigação. Essa é a postura correta e é isso que ela tem feito. Esse discurso de Dilma contraria diretamente a ideia do PT como partido da corrupção.

    O problema é mesmo a atitude da mídia que repercutiu o caso, sem que a investigação tenha se iniciado direito, com claras intenções eleitorais.

    • Alessandre “Anistia para os

      Alessandre “Anistia para os estupradores, torturadores e assassinos da ditadura” Argolo, ao falar em pessoas que negam a “punição de eventuais responsáveis”, você não estaria falando da AP 470, conhecida como Mentirão?

      Julgamento de Exceção capitaneado por Joaquim Barbosa e o PIG, marcado por violações pornográficas do devido processo legal, como o Inquérito 2474, onde provas da inocência de réus foram escondidas para garantir a condenação?

      É que, ao contrário de você, há pessoas que valorizam nossas liberdades civis.

      • De novo o mensalão, aquilo fartamente comprovado?

        Os defensores do mensalão estão afundando a campanha da Dilma. Nível Daytona para baixo. O cara é fake e fala, jecamente, em “liberdade civil” hahaha, expressão que ele viu em algum filme americano. “Liberdade civil”, tsc tsc tsc. Pegue na minha e balance rsrsrs.

        • Para Argola todos são fake

          O cara deve ter ouviu a musica do Simple Red, intendeu o que significa fake e agora repete como maritaca em fim de tarde. E agora pega filosofia de butiquim da revista Seleções Readers Digest e fica dando uma de filósofo. Quer aparecer? Enfia um espanador sabe a onde e dá uma de pavão! E como advogado de quinta, nem tem intelectual suficiente para compreender os questionamentos de juristas renonamods brasileiros e discutir a picaretagem do Mentirão e do fujão Barbosa!

          • Fake debilóide, parceiro do Dou e Tomo, Reader’s Digest é ótima

            Como passatempo, é excepcional. Jornalismo fait diver. Diverte, instrui, sem maiores pretensões.

            De resto, você é tão idiota que já está dando na cara quem você é rsrsrs.

            Nem preciso rastrear o teu IP para saber. É um tanto óbvio e não menos vergonhoso rsrsrs.

             

        • Nenhuma surpresa, o advogado

          Nenhuma surpresa, o advogado mal formado nem sabe o que são liberdades civis, só sabe papagaiar “currupaco, mensalão foi o maior caso de corrupção da história do Brasil, “currupaco, mensalão foi o maior caso de corrupção da história do Brasil” rsrsrsrsrsrs

  4. Já tinha comentado em três oportunidades:

    A cronologia é sempre a mesma

    1) Um desafeto procura um  jornalista e passa uma informação. O jornalista, sem investigar, sopra a informação que serve de balão de ensaio.

    2) Determinado “veículo” se encarrega do “ponta pé” inicial.

    3) Uma série de denúncias é preparada  para alimentar a cadeia da notícia.

    4) A massificação das denúncias, verdadeiras ou não,  intensifica a “verdade” pretendida.

    5) Essas denúncias, pelo tempo de exposição, começam a atingir seus objetivos

    6) A população já as repercutiu intensamente

    Marina não percebeu  

    Marina não percebeu que é a grande mídia que está envolvendo o seu partido nos escândalos?

    Não percebeu que quem estará sendo beneficiado com essas prematuras  (e não apuradas) denúncias é Aécio Neves.

    Ela é burra ou falsa?

    Ou covarde em não criticar a mídia e o seu denuncismo?

    A imprensa requentou 

    A imprensa requentou as denuncias contra o PT e abriu fogo contra o PSB.

    A intenção é clara.

    Levar Aécio ao 2º turno.

     

    • resposta

      Ela é burra ou falsa?

      vou responder com outra pergunta:

      aonde está a opção:

      Todas respostas estão corretas?

    • Perfeito, caro Assis

      Perfeito, caro Assis Ribeiro!

      Já, quanto o “Marina não percebeu…”, acho que ela deva estar instrumentalizada a fazer justo isso, já que seu eleitorado é majoritariamente feito da massa dos “indignados” de sempre. Logo, qualquer coisa que mais “pegue no PT” do que nela, interessa a quem por trás dela se encontra.

  5. Não sei se alguém já avaliou

    Não sei se alguém já avaliou um aspecto do sensacionalismo ou tendenciosidade que se manifesta graficamente nas capas de mau gosto ou piegas da veja. A quantas bancas de jornal (fora pontos de venda em supermercados, lojas, etc) a revista é enviada pelo Brasil? Quantas pessoas passam diante de bancas diariamente e são atingidas pela capa da veja exposta? Assim, a capa passa a fazer o papel de uma propaganda que atinge o público muitas vezes em momentos em que ele está de guarda baixa, passando, esperando um ônibus diante do ponto de ônibus. A capa não é feita para atrair o leitor, mas sim para funcionar, por si só, como um elemento de proganda e campanha. Dane-se o que tem escrito lá dentro, o que vai ficar na memória do transeunto é a imagem e também a frase de feito, o mesmo vale para as manchetes que distorcem ou até contrariam o conteúdo da notícia no interior do jornal. A primeira página tá exposta na banca, o público passa, lê aquilo, não le a matéria, mas depois ouve nos telejornais a versão que o cartel da mídia divulga. Enfim, desde que Dilma ganhou a eleição tinha gente gritando “Ley de Medios” e pedindo coragem para enfrentar a mídia…

    “O sol nas bancas de revista me enche de alegria e preguiça.

    Quem le tanta notícia?”

  6. Dúvidas que persistem

    Em primeiro lugar, houve vazamento ou tudo é criação da revista? A PF confirma ou vai fazer de conta que não tem responsabilidade no caso?  Em segundo lugar, se houve de fato vazamento, quem vazou?  Em terceiro, vazamento de informação em segredo de justiça é crime ou o tal segredo só vale para preservar alguns?  Em quarto, se é crime e se houve vazamento, o “vazador” vai sair incólume, sem nenhuma punição? Em  quinto, por que motivo as autoridades encarregadas do caso (depoimento) não se pronunciam? Em sexto, tais autoridades não sabem que o seu silêncio atua em favor da boataria? Em sétimo, elas sabem mas querem é isso mesmo? Há muitas outras dúvidas, mas prefiro parar por aqui.

  7. O factóide Paulo Costa é

    O factóide Paulo Costa é sinal de desespero. Além dos pontos argumentados pelo Nassif, quem seria levado a votar no Aécio em nome da ética?

    Ao perceberem o fracasso, vão voltar a insistir que Marina precisa assumir compromissos concretos, ou seja, se comprometer com os interesses do oligopólio midiático.

  8. Ontem como hoje… Nada de novo no Front…

    Vale lembrar aqui o que pensava Eça de Queiroz à respeito dos conservadores e da grande Imprensa por eles financiada… “Não há exemplo na História dos séculos de que uma classe conservadora, por uma lenta evolução da consciência, a si mesmo se regenere, se depure e se moralize…”…

  9. Incrivel é que para se acabar

    Incrivel é que para se acabar com essa festança não seria muito dificil, apenas  aprovar leis que coibissem o abuso, mas parece que os congressistas são eleitos sem saberam o que devem fazer naqueles plenarios estranhos, ou aqueles deputados e senadores que vivem reclamando de tudo, mas, não cumprem a sua obrigação que é apresentar alternativas para mudar.

    • Não é bem assim, caro

      Não é bem assim, caro Cláudio! Acho.

      O problema da mídia partidária é que ela se converteu num partido. E aí, polarizou; virou uma espécie de religião vagabunda. “Quando o feitiço é demais, vira bicho e come o próprio dono”. Mas, a esmagadora maioria manter-se-á como gado. É da natureza da sociedade.

  10. “Não se tem dúvida de que o

    “Não se tem dúvida de que o segundo turno será entre Dilma e Marina.”

    Ponto final!

    Ontem, a presidenta declarou que foram orgãos do governo que investigaram e desmontaram o esquema. É bom ela repetir isto com bastante ênfase para o povão.

    Agora, não tem escândalo que ajude Aécio. O cara é muito fraco. Deu entrevista sobre a notícia do vazamento tentando mostrar indignação, mas não passa firmeza. Parece coisa forçada. Para piorar o quadro, nos papagaios de pirata que o rodeavam estava Eduardo Azeredo, o pai de todos os mensalões.

  11. Desespero,mesmo modus operandi de sempre-querem ganhar no grito

    A Petrobras era um convento de freiras antigamente. A plataforma que afundou e o um quinto de seu valor que sustentou durante a era das trevas FHC, foram providências divina. Aaahhh, a quem querem enganar? O aumento de valor e de lucros da Petrobras deixam claro que agora ela se tornou mais profissional, ao contrário, no desgoverno demotucano de FHC, lá era um antro de falcatruas, sendo o auge da corrupção nessa Estatal. Os verdadeiros grandes escândalos ocorreram nos governos anteriores. Conhecido me falou que presenciou desmandos, na vista de todos, quando trabalhava lá ainda na década de 80. Porém, antes não havia interesse em investigá-los. Essas ações orquestratadas, semelhantes à forma de operação da máfia, nada mais são que pura e simplesmente ataques políticos desesperados.

  12. Marina e Foro de São Paulo

    Meus caros, 

     

    O partido da Marina faz parte do Foro de São Paulo, criado pelo Lula e do qual o PT faz parte há anos, evidentemente com mais influência que a maioria dos outros partidos e organizações membros. Até o momento a Marina não se posicionou a respeito das resoluções que o Foro prescreve aos países da América Latina, especialmente para as direcionadas ao Brasil. Basta irmos nas atas do foro e lá veremos uma das “recomendações” aos partidos membros no encontro de 2005 e que foi “acatada” pelo Brasil: “Recomendamos que los partidos del Foro de São Paulo hagan esfuerzos y gestiones en sus respectivos países para lograr homologar o revalidar los títulos [dos médicos cubanos] con el objetivo de reinsertar nuestros jóvenes en nuestros pueblos”. Que “conspiração” é essa? Poucos anos depois aparece essa história de “mais médicos” para o Brasil. Sem falar dos investimentos que o Brasil fez em Cuba sob o pretexto de “retorno” financeiro para o Brasil. Está mais que evidente que a política brasileira está, sim, sendo guiada por um organismo internacional com grandessíssima influência do PT, mas com interesses internacionais, que não são o interesse do povo, pois a esse nada interessa mandar dinheiro para ditadura cubana, seja construindo portos, seja mal pagando “profissionais de saúde”. Nesse cenário, tem-se toda a razão de entender a Marina sob o “comando” do Lula, pois ela se submente ao seu partido, que se submete ao Foro. Enquanto ela não mostrar que nada tem a ver com essa organização internacional socialista latino-americana, a mim ela não engana com essa história de “nova política”, pretendendo parecer um “meio termo” entre Aécio e Dilma.

    João

      • Boa pergunta seria mesmo: de

        Boa pergunta seria mesmo: de onde vem o dinheiro desse Foro? Quem paga os encontros frequentes dos grupos de trabalho? Nesse sentido, poder-se-ia até descobrir que a citada senhora seja uma contribuinte, assim como eu e você, cidadãos brasileiros. ;D

  13. 7 de Setembro

    Tribuna Presidencial, desfile da Independência.

    O semblante da Presidenta era “leve”. A tranquilidade era tamanha, no momento em que parava para tirar fotos, em meio ao desfile, que me impressionou. Ao final, nos olhamos nos olhos.

    Ela devia levar este ar para o próximo debate, firme e calmo.

     

  14. SE TUDO QUE SE TEM É A VEJA, ENTÃO NÃO SE TEM NADA!

    Como diria o jornalista Mino Carta, até o mundo mineral sabe que a VEJA é uma revista ultraconservadora e que se opõe a qualquer um que se oponha à sua linha editorial e política. O PT, Lula, Dilma, e quem quer que pense diferente da VEJA, torna-se um inimigo visceral a ser caçado,  sem tréguas. O mais ingênuo jornalista sabe que VEJA não faz reportagem, saindo a campo, colhendo informações, checando dados, cruzando informações… Para a VEJA não importam os fatos, danem-se eles. Para a VEJA, a realidade tem que se encaixar ao que ela pensa, ao que ela quer, já previamente construído pelos chefões dela. A VEJA diz o que quer e sua redação procura os meios de construir o que se pretende, de forma a dar verossimilhança ao ponto de vista da revista. E como se faz isso? Um serviçal procura alguma fonte confiável à revista e faz as perguntas que deem embasamento à construção que a revista quer. O nome disso é “pensata”.É o que a VEJA faz.

  15. Aécio tá fora do jogo desde

    Aécio tá fora do jogo desde sempre porque é um total desconhecido no Norte e no Nordeste, afora por ter um único discurso: de atacar Dilma e o PT. Talvez por ser mal-assessorado ficou pior na fita do que Serra em seu tempo. Dilma tem eleitores certos, a maioria é a mesma que votaria em Lula, embora alguns votariam nele e não nela, mas são poucos, e estes ainda se encontram indecisos quanto a Aécio e Marina. Dos meus familiares e amigos, tenho observado que muitos deles, que sempre votaram no PT, hoje não sabem em quem votar, apenas em quem não votar: em Dilma. Ontem mesmo uma sobrinha, que faz consultoria econômica para um banco estrangeiro, que diz que 2015 será o pior ano para a Economia do país, disse-me o seguinte: “Se o PT continuar governando vai se tornar um partido ditador”. Acho que a disputa prossegue indefinida porque o que não faltam são indecisos. Fico imaginando omo ficará o Congresso, com o povo votando com base nos santinhos jogados nas ruas, só pra encherem as urnas. 

  16. A vaca e as tres tetas

    A manipulação do pensamento continua indiferentemente do advento da internet, o diferencial é que o leitor ganhou uma ferramenta unica de ter acesso as duas faces das noticias.

    Textos existem tentando explicar os acontecimentos de acordo com seus interesses, como antigamente, só que agora as janelas da net estão disponiveis para o contra argumento, o leitor foi alçado a categoria de interlocutor, ganhou voz.

    E é ai que o mundo politico ganhou um adversario forte e inesperado. O deboche politico e a ironia foram confrontados, as manifestações de ruas se alastraram como materialização destas vozes, que antes indignadas e desesperançadas não tinham como se manifestar.

    Antes a revolta popular ia num crescendo, e mesmo alimentada pela indiferença dos que estavam no poder por acreditarem serem invulneraveis, até a explosão incontrolovel dando surgimento as revoluções, a França e a Russia são os exemplos mais recentes desta realidade.

    Talvez hoje, com a internet não existem mais condições do balão encher até o limite da explosão, e neste sentido ganham quem esteja no poder, mas, o poder é objeto de cobiça e como tal sempre havera quem o busque com avidez, na democracia é a oposição que fara de tudo para substituir quem detenha o poder.

    Num Pais civilizado a democracia tende a se aperfeiçoar na caça deste poder, nas regiões menos favorecidas intelectualmente, onde existam condições de manipulação das massas, sempre haverá grupos que desejarão se perpetuar no poder das mais diversas maneiras.

    Hoje no Brasil estamos a meio caminho desta realidade, ainda não chegamos em lugar algum, e tambem não estamos mais naquele passado que o povo era considerado simples curral eleitoral.

    O cenario lembra a primeira guerra mundial em que as batalhas aconteciam nas trincheiras. As condições macros não são ideais, porem é necessario esperar os acontecimentos para que as relações evoluam e assim a mudança do poder não gere tanta resistencia.

    Quando esta alternancia for considerada um fato normal e inevitavel, e o cenário financeiro seja mais equilibrado, e a renda esteja mais harmoniosamente distribuída, os grupos deixarão de considerar as eleições como se fossem batalhas e uma guerra a ser vencida e naturalmente aceitar-se-a que a oposição e o governo são a mesma realidade de uma democracia.

    A realidade eleitoral no Brasil contemporâneo esta bem definida. O poder esta fatiado em três porções bem definidas. O PT representa uma fatia, o PSDB outra e o PMDB agrega a massa de manobra que define as eleições. Esta massa de manobra incluindo ai os insatisfeitos com o processo eleitoral que anula e vota em branco é o alvo das forças atuais que buscam a vitória na próxima eleição.

    No momento o cenário eleitoral aponta para uma mudança tendo a Marina Silva como expoente da insatisfação que deseja esta mudança.

    A mídia que articula contra o PT foi pega de surpresa com a súbita ascensão de Marina com a morte do titular de sua campanha, no momento voltam a artilharia contra ela na esperança de que o PSDB volte a se apresentar como a alternativa desta mudança.

    Mas… Para a surpresa de muitos a realidade se estabelece sem consulta, e tudo indica que esta sera mais uma eleição definida pelo inesperado.

     

  17. A primeira atitude de Dilma

    A primeira atitude de Dilma ao ser eleita foi receber os cumprimentos de varios feche de estados. Ao fim da fila, Edir Macedo e Douglas Tavolaro, diretor de jornalisno da Record.

    Se os eleitores de Dilma e Lula lhe confiam o voto independente da existência de corrupção, minha tese de que parte da população vive uma crise ética esta legitimida.

    A corrupção passou a ser aceita pelos partidários como um mal necessário política e isso me preocupa.

    • Não, os eleitores do Lula e

      Não, os eleitores do Lula e da Dilma votam no PT porque o partido acabou com o cargo de Engavetador Geral da República, combatendo a corrupção como nunca e garantindo total liberdade aos orgãos do Estado brasileiro como o Judiciário, a Polícia Federal e o Ministério Público para investigar, processar e  julgar os responsáveis por atos de corrupção, tendo sempre uma atitude republicana de não interferência, mesmo sabendo que alguns desses orgãos foram loteados pelo o PSDB no período que o partido era governo, como fica demonstrado na caso do Trensalão Tucano em São Paulo, que o Ministério Público através de um dos seus promotores “esqueceu” na gaveta o pedido de informações da justiça Suíça, ou do Judiciário (pressionado pela mídia) que esqueceu de usar o mesmo critério usado para julgar o PT quando recebeu a denúncia do Mensalão Tucano e do DEM, enviando as duas para primeira instância (o que significa na prática o não julgamento), ou ainda, quando a Polícia Federal através de um de seus delegados vaza fotos forjadas de montanhas de dinheiro na eleição de 2006 com o intuito de impedir a reeleição do Lula, ou quando aceita que um helicóptero de propriedade de um político ligado ao candidato do PSDB com 1/5 tonelada  de cocaína avaliada 10 milhões de reais pertencia ao piloto (que aliás já está solto) e encerra a investigação. A verdade é que o erro do PT foi não ter feito uma profunda reforma no Judiciário, Polícia Federal e Ministério Público para garantir que esses orgãos tivesse uma atitude realmente impacial e republicana na busca pela justiça e não  fossem apenas instrumentos da oposição e da mídia para combater o governo.

  18. “Não mais que de repente, o

    “Não mais que de repente, o factoide de Veja traz a esperança de uma respiração boca a boca capaz de ressuscitar a candidatura Aécio,.”
    NADA! Absolutamente nada mais ressuscita a campanha de Aécio. A candidatura Aécio já nasceu morta: O PSDB é um partido paulista, sucessor do PRP; aliás, mais PRP que a UDN. Aécio não é o candidato da tucanada paulista. E sabe disso! E tem mais trinta anos pela frente pra chegar à Presidência. Depois de ter visto todas “as ondas se chocarem e estudar-lhes as espumas”, como bem disse seu avô.

    “Provavelmente os leitores aumentarão a convicção de que, com Dilma ou Marina, o jornal será sempre igual.”

    Ouvi isso ontem de pelo menos três pessoas.

    Ao turbinarem Marina, dissecaram de vez a candidatura de Aécio. E agora Inês é morta!

  19. Veja, Petrobras, José Cardozo

    Qual é o papel do Zé Cardozo (ministro da Justiça?) nisto tudo? Ele já assinou a ficha de inscrição do PSDB? Porque ele é refém da veja e da Polícia Federal (que supostamente é subordinada a êle)?

    josé maria

    • Pô, fui lá no link, e esse

      Pô, fui lá no link, e esse tal Saraiva postou ontem a memória de um depoimento do Costa à CPI, laaaa’ atrás.Foi da época em que ele ainda negava gato na tuba da atuação dele na Petrobrás.

      Aliás, estou pouco me lixando para os negócios escusos que o cidadão pudesse ter com a globo. Quero saber, quando realmente acabar o sigilo, o que foi armado por ele e outros  na Petrobrás. Não que vá adiantar alguma coisa, mas sempre é curioso acompanhar esses esquemas e a naturalidade com que eles tratam de milhões de reais.

  20. O PIG já é e sempre foi o

    O PIG já é e sempre foi o lixo da da nossa mídia,só que agora estão trabalhando com o seu volume morto ou seja,volume morto de lixo é chorume,então a credibilidade do PIG é ZERO.

  21. Se a Veja é a favor, serei

    Se a Veja é a favor, serei contra. Se a Veja é contra, serei a favor. Adoto esta atitude intelectual há bastante tempo. Ela nunca se mostrou falha, portanto, continuará sendo empregada por mim enquanto aquela merda de revista for publicada. 

  22. a grande mídia perderá mais


    a grande mídia perderá mais ainda

    a pouca credibilidade que  acha que tem,

    afundando-se num mar de mentiras

    cujas ondas virarão tsunamis que demorarão  a se escoarem nas praias de remota sensatez com que terão de administrar suas loucuras  futuramente.

    será finalmente a dialética  vingança histórica

    – a reversão do tal “mar de lama” atribuído ao governo getulista e que ajudou no suícídio de getúlio.

    esse mar de lama e de mentira que atribuem aos seus inimigos,

    certamente ajudará a fogá-los mais ainda na

    putrefação em que se envolveram historiamente – incluir aí  o concluio com os civis da elite retrógrada e com os militares na derrubada-golpe contra jango e as instituições em 64.

    o que chama mais a atenção neste atual caso

    é que o desgaste moral dessa grande mídia leva junto a já desgastada justiça brasileira –

    o mpf acusa, julga e condena sem que haja uma reação à altura do que significa a palavra justiça.

    vide os absurdos cometidos

    pelos barbosões da vida e da morte

    no caso dito impropriamente mensalão.

    agora o mpf nem chia quando a grande mídia quer praticar

    esteliontato eleitoral com essa tal de delação premiada.

    se a delação é premiada e é sigilosa, isto é,

    em segredo, como é que esse famigerado segredo

    vira manchete midiática senão pelo consórcio impudico

    – no mínimo, sou gentil e prevenido com esse poder quase medieval- inquisitorial no brasil  –

    entre o judiciário, o tucanato, como sempre, e o devorador institucional pig?

     

  23. Denúncias

    Soube das denúncias via um amigo PSDBista rouxo. Enviou-me até a foto do Titanic afundando. Eu perguntei a ele: Fulano, esta denúncia veio da revista ÓIA? Porque se foi, ignore.

  24. E ai gente, vamos ficar a reboque das manipulaçoes da Veja?

    E ai gente, vamos ficar a reboque das manipulaçoes da Veja? Precisamos é sair à cata do voto para elegermos Dilma, não podemos cair nesse golpe do pig, vamos nos animar, temos motivos para derrotar essa direita vagaba

  25. serviço gratuito de sinopse & resumão resumido do ggn-nassif

    resumo da matéria

    “O fato em si é simples. [… y los fatos simples costumam ser subversivos! quando não, explosivos!]

    Não se discute a existência do esquema Paulo Roberto Costa. É evidente que controlava uma organização criminosa incrustada na Petrobras e que tinha padrinhos políticos. E é fato que gravou depoimentos, dentro do acordo de delação premiada.”

    comentário-síntese da sinopse ggn-nassif: … e é domínio de fato positivo operante que Petrobras, o petróleo é nosso, é a joia das joias da coroa nacionalista à esquerda do poder… donde se conclui:

    que não há mais “bobão inocente sonhador honoris causa chão de fábrica” na política lulopetista, exceto, Suplicy, o cara do bem honestamente honesto… o melhor que nossa pioneira oriundi indústria de banha & sabão produziu no país das oportunidades perdidas, menos é claro! a primeira ideia fixa oportunidade de uma vez no poder da política de governo se bandear de mala & cuia para a burguesia afidalgada “classe média espaço gourmet da chaui” oriundo, il vero! de suas raízes pobretonas, como diria o negro sem cota nem maricota machado de assis…

    … [e o resto do papel aceita tudo embrulha peixe no dia seguinte do post-manchete]:

    é puro malte da melhor “pulp fiction” de marketing político no modo crítico dos doutores teólogo-políticos de plantão eleitoral até a linha de chegada boca de urna cabeça a cabeça de planilhas mercado mediocracia versus estado lulopetista de fato de direito…

      • Até nisso Marina se parece com Collor.

        Até nisso Marina se parece com Collor. Partidários de Collor, como vc, espalhavam por ai que se Lula ganhasse iria confiscar a poupança. Quem cconfiscou a poupança? E mais uma semelhança: André Lara Rezende, que sugeriu o confisco da poupança(e se deu bem até com isso, ficou milionário da noite pro dia) é guru da Marina Silva. 

      • O Brasil tem hoje 380 bilhões de dólares

        De reserva cambial. O FMI está pago. Temos superavit na balança comercial. Em 2015 as refinarias vão acabar com a importação de combustíveis. Cara, tu não sabe nada de história? Quando o Collor sequestrou a poupança, estavamos com reservas zeradas e com moratória, deviamos mas não pagavamos. Hoje a dívida PIB está abaixo de 34%. Nunca esteve tão baixa! A maioria dos paises estão com dívida PIB superior ao PIB, isto é, acima de 100% do PIB. Vai estudar um pouquinho antes de escrever besteira!

  26. Creio que o Aécio e seu time

    Creio que o Aécio e seu time estao em um sinuca de bico. Por isso, eles ainda não atacaram Marina.

    Na verdade, como disse Nassif, o odio pelo PT é imenso, um preconceito, racismo ideoligico que os deixa de maos atadas. Primero os chefoes da campanha de Aecio não sabem como chegar ao segundo turno. Sabem que não podem bater em Marina muito. Pois, podem perder a chance de tirar o PT do poder.

    Segundo, ao mesmo tempo, que não conseguem se imaginar fora do poder, ou pelo menos, fora da parte central do poder, tem dificuldades para acetiar a uma migração do poder para um terceiro, no caso Marina.

    Ao PT resta sair as ruas e convercer o povo (classe CDE) que ainda são melhores que os outros.

     

  27. Creio que o Aécio e seu time

    Creio que o Aécio e seu time estao em um sinuca de bico. Por isso, eles ainda não atacaram Marina.

    Na verdade, como disse Nassif, o odio pelo PT é imenso, um preconceito, racismo ideoligico que os deixa de maos atadas. Primero os chefoes da campanha de Aecio não sabem como chegar ao segundo turno. Sabem que não podem bater em Marina muito. Pois, podem perder a chance de tirar o PT do poder.

    Segundo, ao mesmo tempo, que não conseguem se imaginar fora do poder, ou pelo menos, fora da parte central do poder, tem dificuldades para acetiar a uma migração do poder para um terceiro, no caso Marina.

    Ao PT resta sair as ruas e convercer o povo (classe CDE) que ainda são melhores que os outros.

     

  28. Teorias da conspiração.

    Nassif narra mais uma teoria da conspiração mas não lança nenhum argumento que desmonte as denúncias de corrupção na PTrobras.
    Infelizmente, entre os PTistas é assim, se não podem safar-se das denúncias tentam minimizá-las desacreditando suas fontes ou colocando os holofotes nos envolvidos de outros partidos.
    Só posso sentir pena de quem prefere não ver a verdade.

    • Você costuma ler antes de

      Você costuma ler antes de comentar, ou já vem com o comentário pronto?

      “Não se discute a existência do esquema Paulo Roberto Costa. É evidente que controlava uma organização criminosa incrustada na Petrobras e que tinha padrinhos políticos. E é fato que gravou depoimentos, dentro do acordo de delação premiada.” 

      • Ora, se não se discute, qual

        Ora, se não se discute, qual o problema com a reportagem? Ou o certo é denunciar a fonte e dizer quem vazou?

          • Então por que ninguém

            Então por que ninguém processa a revista por calúnia e difamação? Medo de perder?

          • kkkkkk

            Muito boa Sergio… Até agora não sei quem é o chefe da quadrilha???

            Talvez seja o Vito mesmo! KKKKKKKK

            Se eu soubesse quem é o chefe, juro que denunciaria.

            Só conheço seus planos e “Cavalos de Troia”. Um deles explodiu sem onda este fim de semana. Na justiça de que “Estado” mesmo minha gente? Banestado diz alguma coisa para alguém?

            Minha única tristeza é que de tudo que planejaram, quase tudo, está sendo alcançado.

            Eles querem a Marina presidente. Ela é a bola da vez desde o começo! Aécio nunca teve chance! Eles elegerão Marina nem que para isto tenham de fraudar as eleições, palavras ditas em alto e bom som bem próximo de meus ouvidos.

            De tudo que fiquei sabendo, 100% se concluiu. É muito assustador! Isto representa um enorme poder, ou o maior teatro do universo a céu aberto.

            Estou para acreditar que somos meros espectadores tolos, assistindo uma peça, interagimos com os personagens e nem nos damos contas que estamos fazendo papel de idiotas!

            Dançamos a música da forma que eles querem, eles atiram ossos e corremos atrás com animaizinhos bem domesticados!

            Para vocês terem uma ideia se é para ser assustador. Podemos colocar num saco só, todas as revoluções e golpes que tivemos, todos os escândalos de corrupção de nossa história, incluímos ai todos estes atribuídos ao PT, PSDB, etc.

            Tudo isto junto não chega aos pés do que realmente vem acontecendo no mundo. O Brasil é só uma peça neste tabuleiro!

             

    • Ora, ora…

      Denúncia de corrupção do PT vindo da “sujíssima” Veja?(Royalties para Helio Fernandes). Ora, ora…

      pausa para boas risadas…

  29. O Nassif só errou uma coisa

    O Nassif só errou uma coisa aí, que o segundo turno vai ser entre Dilma e Marina. Não vai ocorrer segundo turno, anota os números aí:

    Dilma 42%

    Marina 21%

    Aécio 16%

    Nanicos 4%

    brancos/nulos e abstenção 17%

  30.  
    A Maria Osmarina, burra,

     

    A Maria Osmarina, burra, tenho certeza que não é. No entanato, falsa e hipócrita, não há a menor dúvida quanto a isso. Ela percebe sim, que o factoide lançado pelo cartel mediático à soldo do Inst. Millenium, é uma tentativa desesperada final para tentar soerguer do brejo em que está atolado o vadio do Aécio.

    Como ela era uma espécie de estepe de aro menor, que de repente, entra como solução emergencial e se torna o pneu para seguir viagem. Como o original não presta e perde pressão. A Maria Osmarina se mantém calibrada, pra carregar o andor dos reacionários conservadores da direita. Pura postura oportunista de víbora que sabe a hora de dar o bote. E conhece muito bem, a pouca eficácia desses factoides.

    Orlando

  31. “Em Roma, era permitido que

    “Em Roma, era permitido que um cidadão acusasse outro, Isso era conforme ao espírito da república, em que cada cidadão deve ter, para o bem público, um zelo sem limites, em que cada cidadão deve ter nas mãos todos os direitos da pátria. Seguiram-se, sob os imperadores, as máximas da república: e logo se viu surgir um gênero funesto de homens, um bando de delatores. Quem quer que tivesse muitos defeitos e muitos talentos, uma alma muito baixa e um espírito ambicioso buscava um criminoso cuja condenação pudesse agradar ao príncipe: era o caminho para chegar às horas e à riqueza, algo que não vemos entre nós.

     

    Temos hoje uma lei admirável, é a que determina que o príncipe, coroado para fazer executar as leis, aponte um oficial em cada tribunal, para perseguir em seu nome todos os crimes: de sorte que a função dos delatores é desconhecida em nosso meio. E se se suspeitar que esse vingador público abuse do seu ministério, ele será obrigado a dar o nome do seu denunciante.” (DO ESPÍRITO DAS LEIS, Montesquieu, Martin Claret,  2ª reimpressão -2011, p. 97)

     

    Não temos vivemos numa monarquia, portanto, não temos um príncipe coroado para exigir o cumprimento das leis. Temos, entretanto, algo bem melhor: um corpo de servidores públicos concursados que desfrutam de garantias constitucionais para, em nome do Estado, perseguir os crimes (o Ministério Público Federal e os Ministérios Públicos Estaduais, cada qual com sua competência fixada na CF/88). Os delatores entre nós, portanto, deveriam ser repreendidos e rejeitados pela imprensa, cuja função não é e não deveria ser apoiar aquela prática funesta que arruinou Roma sob os imperadores. 

     

    Mas no Brasil, principalmente depois que o PT chegou ao poder, as empresas de comunicação tem usado e premiado os delatores que se prestam a servir de instrumentos políticos nas mãos dos Barões da Mídia, como se eles (os donos das empresas de comunicação) fossem príncipes da verdade encarregados de governar o Brasil. Agem como se a imprensa tivesse o poder de perseguir, julgar, condenar e executar publicamente seus adversários políticos, tratando-os como criminosos mesmo quando não tenham sido denunciados pelo Ministério Público ao Poder Judiciário. Ao amplificar a voz corrompida dos delatores, os jornalistas não só esvaziam a atividade do Ministério Público como conspiram para a destruição da paz pública que decorre do regular cumprimento da Lei dentro dos limites da própria Lei. 

     

  32. Previsivel e manjado.

    Isso não tira um pe de formigia de voto da Dilma. Por que os escandalos da Veja se tornaram previsiveis e manjados. Tava demorando. Quem odeia vai continuar odiando com  denuncia ou sem denuncia. A novidade é envolver Eduardo Campos. Acho que Veja exagerou na dose de manipulação e cinismo. Colocar uma liderança partidaria  cujo tragico falecimento provocou uma comoção nacional, me parece em excesso de maldade que pode se virar contra os resultados esperados. Concordo com a maioria dos comentaristas sobre a candidatura de Aecio. Virou fumaça. A vida segue o seu curso, inclusive naquilo que a Veja sabe fazer muito bem: mentir. Dizer que teve acesso a um depoimento que é sigiloso e criptografado, é mentira. Eu só queria saber o que a PF tem a dizer sobre isso.

    • Gostei de sua colocaçao, 

      Gostei de sua colocaçao,  Maria Silva a respeito desse assunto, foi a mais esclarecedora e representa o meu pensamento.Eu continuo votando em Dilma porque esses factóides são manjados mesmo !

  33. Retratação, erro meu: Ricardo Antunes tá no PSOL

    Errei, me retrato, desculpem: se, ontem, domingo, confundi listas de apoiadores, não há justificativas. (o Título era “Ricardo Antunes tá com Marina”. O que compromete, no conjunto, o que escrevi prolixamente:

    http://jornalggn.com.br/noticia/ombudsman-chama-de-desproporcional-avaliacao-negativa-de-marina#comment-426907

    Ricardo Antunes (ver pelo Google) em entrevistas e artigos faz uma crítica pela esquerda, ou é “entrismo” ou é um equívoco desse intelectual que admiro. Novamente, sem justificativas, errei.

  34. Veja e suas fontes

    A matéria da Veja não tem fontes. Ou melhor, qualquer fonte serve, se for para atacar o governo.

    Até recentemente, a fonte das maiores “reportagens” da Veja se chamava Carlos Augusto Ramos, codinome Carlinhos Cachoeira. Lembra? Ele se valia de um foca da revista, o Policarpo, apelidado de Caneta.

    São essas as fontes da Veja.

    No caso do delator mais recente, acho que a melhor pista é de que o vazamento é obra de um advogado, que tem duas letras “k” no apelido, e que atua na defesa de algum acusado.

    No mais, é repetir tudo aquilo que a mídia esconde: Paulo Roberto Costa não é obra do PT na Petrobras. Entrou na empresa em 1979, começou a ocupar postos de direção em 1995 (início do primeiro governo FHC, que agora finge que não o conhece), foi indicado em 2004 pelo PP para o cargo em que estava ultimamente, e foi demitido em 2012 quando finalmente Dilma e Graça Foster conseguiram romper as barreiras que o protegiam.

     

    • “A matéria da Veja não tem

      “A matéria da Veja não tem fontes. Ou melhor, qualquer fonte serve, se for para atacar o governo”:

      Nao eh preciso, Veja eh burra.

      Eu estou dizendo com todas as letras que essa “reportagem” tem indicacoes claras de quem foi a fonte.  So que eu nao conheco os acusados pra saber quem sao.  Experimentalmente, AINDA estou apostando em um politico com ligacoes ao esquema de corrupcao na Petrobras E TAMBEM com trabalhos previos para a Abril, que decidiu mandar uma mensagem aos outros envolvidos.

      E AINDA acho que a reportagem o nomeou.  Falta me o background analitico, no entanto.

  35. A algo de novo?

    Desta vez a coisa foi um pouco diferente.

    A grande imprensa repercutiu Veja, inclusive o JN, mas com muito cuidado, deixando claro que não havia comprovações.

    Manchetes neutras no sábado e no domingo, não trouxeram nenhuma informação nova, ou seja, não houve um esforço da redação para aprofundar as investigações. Na segunda nenhum alarde.

     

    • mais do mesmo

      Não tenha esperanças quanto a isso Sérgio. No momento em que escrevo esse comentário, a página pricipal do portal UOL mostra 5 notícias negativas ao PT no início da mesma. O Jornal Nacional dedicará cerca de 10 a 15 min todos os dias, até o dia do segundo turno. Não darão trégua e o ataque será o mais duro  de todos. É o preço que Dilma pagará por, assim como Lula, não ter enfrentado esse monopólio das comunicações no Brasil.

    • tbé percebi….

      …um certo cuidado do resto da midia p/ alardear a reportagem da Veja…mesmo pq ficou tão na cara ao envolverem o Eduardo Campos tbé q o objetivo ficou claro e cristalino!

      Bem fez a Dilma em pedir ao STF acesso a delação p/ punir quem quer q seja, uma vez comprovado é claro,

  36. 12 anos

    Sinceramente não sei o que é pior, a revista Veja ou esse site, ambos são completamente parciais! Recebi uma recomendação de um grande amigo de acompanhar esse site mas é impossivel não identificar nas primeiras frases sua tendência! Estou a 5 anos fora do pais, mas precisamente na Africa e não tenho a menor dúvida dos malefícios que atual governo vem provendo a meu pais.

    O governo anterior também não merece tratamento diferente!

    Estou cansado dessa dicotomia PT x PSDB, é hora de trocar a direção do nosso pais! Não é uma questão de tendência politica! O PT deixou de ser uma esperança há muitos anos! Não é possivel ver todos os dias em todos os meios de comunicação (nacional e internacional) os dados claramente negativos de nosso pais, não é uma herança do governo anterior, não é uma estratégia da oposição, é fato!

    Estamos mais uma vez em um momento delicado. O que o atual governo tem a oferecer de diferente? Qual ação vem sendo tomada? Precisamos abdicar desse pobre e inutil debate de quem é mais corrupto ou ineficiente! Alguem ainda tem dúvida de que após 12 anos de poder nada mudou no Brasil! De que nenhuma ação sustentável foi tomada?! Que as reformas trabalhistas/legislativa/tributária estão completamente inalteradas?!

    Qual o benefício de manter o governo atual? Por acaso as obras do PAC irão acontecer? A Petrobras e Vale irão voltar a ser autonomas e rentáveis?  A saude e educação terão reais melhorias?! Quantos anos o atual governo precisa para trazer ações de impacto real e construtivo?! Estamos falando de 12 anos!  Ainda existe uma força da midia para destruir a Dilma e o PT? Precisamos ler e escrever ainda sobre isso?!

    Sou um cidadão trababador e amo meu pais! Quero mudança!, pode ser aArina, Aécio ou outro candidato! Quero um novo partido! É necessário revesar as lideranças do nosso pais! Não acredito em risco de retrocesso! No pior das hipoteses será o mais do mesmo!

    • Volta para o Noblat

      Eu acho que voce esta em Jupiter. Volte para o Noblat. Lá todo mundo é  “imparcial” …  A trollagem tá ficando cada vez mais  doentia…   

    • O que está sendo questionado

      O que está sendo questionado é um tipo de jornalismo viesado…

       

      Esta análise vc não faz…. porque será?

       

      concordas ou não que a imprensa tenta golpear?

    • Não entendi suas

      Não entendi suas considerações: está cansado da dicotomia PT X PSDB e quer mudança para Aécio, que é PSDB. Quer um novo partido? Nenhuma das opções que temos a disposição no país lhe agradam? Arregasse as mangas e parta para a fundação de um novo partido, pois para isso é só conseguir 500.000 assinaturas. Esses tucanos enrustidos!!

    • Esta fora do Brasil,

      Esta fora do Brasil, indiganada,  falou em mudanças, que  pode ser Marina, Aécio ou outro qualquer. Pena, vc tem tudo para ser mais um coxinha, perdi meu tempo lendo seu comentario.  

    • Nada mudou no país? Pleno

      Nada mudou no país? Pleno emprego diz algo pra você? Hoje eu recebo propostas de emprego todo dia. No tempo de FHC eu recebia porta na cara todo dia. É só comparar.

    • Como diria Jack

      Vamos por partes.

      Você está na África e se informa sobre o Brasil pela Globo internacional?

      Se sim, talvez você não esteja com a melhor fonte de informações.

      Quanto a este site, ele é assim mesmo, a maioria é de esquerda, alguns são comunistas, mas o debate é a tônica.

      Você vai encontrar aqui também o pessoal da direita, alguns conservadores e vários neoliberais.

      Há religiosos e ateus e grandes debates. Há os defensores das causas LGBT e os defensores da causa negra e os defensores da educação inclusiva e os defensores de muitas outras causas.

      Procurando um pouco mais, você vai encontrar até alguns marineiros de carteirinha.

      Ou seja, aqui não tem opinião comum nem consenso sobre nada.

      No começo você estranha, algumas vezes você apanha mas logo você não vive sem ele.

    • Os 50 graus a sombra torraram seus miolos ou foi o vírus?

      Esta a 5 anos fora do Brasil, deve se informar pela rede globo e revista veja, não sabe nada e vem perguntar o que mudou em 12 anos do Brasil? Que fique mais 5 anos aí e cuidado com o ebola!

    • Que dicotomia?

      Trocar a ´´dicotomia pt x psdb´´ para colocar no lugar o pensamento único de um falso moralismo aliado a um modelo econômico derrotado e impopular? A verdadeira questão aí é sobre o papel do Estado em um país ainda com enorme dívida social, a despeito de avanços importantes nos últimos 12 anos.

    • 5 anos fora do país

      Mara Alcantara, Você deve receber as notícias que a mídia internacional colhe de suas congêneres no país francamente contra um projeto de soberania tecnológica financeira e diplomática e ainda com inclusão social, você acha que é fácil pegar um país em que praticamente não havia msis estaleiros e transformar essa indústria na 4ª do mundo, firmar contratos para comprasde caças belgas com transferência de tecnologia e ajudar a criar um  banco de investimento no contexto de um organismo como o BRICS, e firmar contratos para venda de 40 aviões à China, além de garantir um índice de nacionalização de 90% para as compras necesárias à exploração do Pré-sal???????

    • 5 anos fora do país

      Mara Alcantara, Você deve receber as notícias que a mídia internacional colhe de suas congêneres no país francamente contra um projeto de soberania tecnológica financeira e diplomática e ainda com inclusão social, você acha que é fácil pegar um país em que praticamente não havia msis estaleiros e transformar essa indústria na 4ª do mundo, firmar contratos para comprasde caças belgas com transferência de tecnologia e ajudar a criar um  banco de investimento no contexto de um organismo como o BRICS, e firmar contratos para venda de 40 aviões à China, além de garantir um índice de nacionalização de 90% para as compras necesárias à exploração do Pré-sal???????

    • Mudar de A para B quando B=A.

      Mara Alcântara, na verdade, é hora de você continuar aí na África. E cuidado com os leões, se eles estiverem com fome, você será o couvert.

    • Cidadão trabalhador e

      Cidadão trabalhador e alienado!!!???

      Tá na cara que você vai votar na Bláblárina. Para um cidadão que quer mudança mas não sabe qual, qualquer uma serve.

      Mesmo sabendo que a Marina vai fechar esse país em 06 meses.

      Se você quer mudança de verdade comece pela reforma política. Depis lute por uma melhor distribuição de renda e finalize lutando por uma limpeza completa do Judiciário (ainda bem que o alemão recalcado já se aposentou e foi morar em Miami).

      Daí em diante pare de sonegar imposto, jogar lixo na rua, estacionar carro em lugar proibido, etc…. Depois de tudo isso quem sabe o Brasil vai ficar parecido com aqueles países que vocês, new middle class, adoram: primeiro mundo!!!!!!

  37. Ou alguém acredita no respeito da revista pelos fatos?

    “Ou alguém acredita no respeito da revista pelos fatos?”

    Eu! É um órgão da imprensa que depende de vendas e credibilidade. Vc deveria saber disso mais do que eu.

    E Dilma também acredita, já que demitiu vários ministros com reportagens da revista.

     

    Quanto à Marina, “Ora ela diz sim, ora ela diz não.”, é a metamorfose “ambulanto” igual daquele de 2002, e ambos mudaram para melhor na minha opinião…. ou você quer que ela continue contra o pré-sal? Ora….

  38. A reportagem é criminosa.

    A reportagem é criminosa. Lança no opróbrio o nome de cidadãos e cidadãs sem nenhuma base factual. 

    Acho que está na hora de se “dar nome aos bois”. Se fosse nos EUA, Inglaterra, França, Alemanha, os proprietários e editores da dita grande imprensa no Brasil já estariam todos na CADEIA. Não estão porque o Ministério Público, o Poder Judiciário são complacentes, ou, o que mais grave, alça acima dos demais direitos fundamentais, a exemplo do direito à honra e a imagem pessoal, a dita liberdade de imprensa. 

    Se, como argui o serviçal da Globo Ricardo Noblat, há um “mar de lama na Petrobrás”, na imprensa brasileira há todo um oceano de safadezas. 

  39. Covardia da Veja

    Não estou dizendo que os políticos não tenham culpa no cartório. Mas a forma que a Veja divulgou o vazamento é no mínimo covarde, irregular e ilegal. Eis algumas perguntas em relação a este caso: 1- Por que o depoimento acontece às vésperas da eleições e à véspera do sete de setembro?. 2 – Sabendo-se que não há certeza das palavras exatas de Paulo Roberto da Costa, como os acusados poderão se defender durante a campanha? 3 – O que garante que este vazamento não é seletivo, condenando uns e aliviando outros? 4 – O que garante que o depoimento é verdadeiro e os nomes citados são verdadeiros? 5 – Se os nomes citados forem falsos como pagar o prejuízo de uma eleição perdida? 6 – Nesta fase preliminar sigilosa, o funcionário que vazou a notícia também não cometeu crime? 7 – Por que o funcionário mesmo jurando segredo vazou a informação? Queria acelerar a investigação em época de eleição? 7.1 – Queria interferir na eleição? 7.2 – Recebeu propina? 7.3 – Ou por outro motivo qualquer? 8 – Aquele que recebe a informação sob segredo de justiça não está também cometendo um crime? 

    • É isso

      De pleno acordo, Gustavo. Dentre os “escândalos” de 2010, um foi contra um “vazamento” de informações da Receita sobre inimputáveis do PSDB (como todos sabemos, pessoas do PSDB são nimputáveis, por ordem divina). A mesma mídia que, hoje, acha a coisa mais natural do mundo o crime de vazamento de informações sob segredo de justiça, fez na época o maior escarcéu. A PF, então, agiu pressurosa para encontrar, com a máxima rapidez os autores do “vazamento”, que nem houve. Hoje, nada…  

      • Corrijo-me

        Segundo informa o UOL, a direção da PF abriu, como é sua obrigação, inquérito para apurar o vazamento criminoso. Parabéns pela iniciativa que, espero, dê resultados.

  40. DEMOCRACIA EM RISCO

    Prezados, em seus cometários, roubo do PT pode. Pergunto por toda essa raiva  de seus adversarios, que querem um país melhor do que está?

  41. para a turma do tucarina (tucano+marina) ou da turma do marinano

    PETROBRAS QUER SABER TUDO. 
    O PIG SÓ UMA PARTE

    Quais são todas as mutretas do sr Youssef ?

    COMPARTILHE

    O Conversa Afiada reproduz nota da Petrobras:

    NOTA À IMPRENSA

    Os meios de comunicação vêm, desde sexta-feira (5/9), veiculando matérias envolvendo o nome da Petrobras a partir de informações não oficiais, obtidas dos depoimentos que o Sr. Paulo Roberto Costa estaria prestando na Polícia Federal.
    Sobre isso a Petrobras esclarece que:

    1. Não é devido comentar sobre conteúdos não oficiais publicados nos meios de comunicação. Também não cabe comentar sobre investigações em curso ou sobre declarações de pessoas ou empresas sendo investigadas pela Polícia Federal ou por qualquer outro organismo de controle.
    2. Sobre seus empreendimentos e negócios, a empresa vem fornecendo informações continuadamente a toda sociedade através do seu site http://www.petrobras.com.br, de Notas à Imprensa, de respostas aos meios de comunicação e de comunicados de Fatos Relevantes. Dessa forma deixa transparente tudo que se relaciona com os assuntos em análise ou em investigação.

    3. Ademais, a empresa cumpre rigorosamente seu dever e vem prestando todas as informações solicitadas pela Polícia Federal – PF, Tribunal de Contas da União – TCU, Controladoria Geral da União – CGU e Ministério Público – MP, além de estar sempre informando a estes Órgãos sobre novos fatos e dados de que tenha conhecimento.
    4. É de interesse da direção da Empresa ver a conclusão de todas as investigações em curso por todos aqueles Órgãos. Com este propósito, continuará contribuindo para que isto ocorra rápida e eficazmente. Neste sentido, a Petrobras requereu ao Juiz responsável pela Operação Lava Jato acesso às informações relativas à Petrobras que o Sr. Paulo Roberto Costa já forneceu no âmbito da delação premiada, bem como enviou cartas às empresas citadas nos veículos de comunicação, solicitando informações sobre a existência de seus contratos com empresas ligadas ao Sr. Alberto Youssef e sobre qualquer envolvimento com as atividades objeto desta investigação. Tais informações subsidiarão as Comissões Internas de Apuração já instaladas.

    5. Por fim, a Diretoria Executiva informa aos seus acionistas e empregados que a empresa continua trabalhando normalmente em todas as suas unidades para atender a seus objetivos empresariais, visto que atos irregulares, que possam ter sido cometidos por uma pessoa ou grupo de pessoas, empregados ou não da empresa, não representam a conduta da instituição Petrobras e de sua força de trabalho constituída por milhares de empregados.

    Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional

     

  42. para a turma do tucarina (tucano+marina) ou da turma do marinano
     Publicado em 08/09/2014

    PAULO ROBERTO E O 
    ROMPIMENTO DE DUDU 
    COM DILMA

    Foi por isso que o Dudu combateu a MP dos Portos ?

    COMPARTILHE

    Do Tijolaço:

     

    GOVERNO DILMA JÁ TINHA ABERTO INVESTIGAÇÃO SOBRE NEGÓCIOS PAULO ROBERTO COSTA – EDUARDO CAMPOS

    Os nossos jornais, bons em escândalo e muito ruins em juntar pecinhas,  deixam de informar aos seus distintos leitores as razões de Paulo Roberto Costa, o autor da tal delação premiada, ter arrolado Eduardo Campos como sua testemunha de defesa e, depois, desistido de seu depoimento.

    Que negócios, afinal, os uniam?

    Quem quiser uma boa pista, procure saber da investigação, aberta há três meses – dia 9 de junho – pela Controladoria Geral da União sobre o uso da antecipação de recursos feita pela Petrobras ao Governo do Estado de Pernambuco, para que este fizesse as obras de modernização do Porto de Suape e do entorno da Refinaria Abreu e Lima, próxima a ele.

    E por razões que vêm lá de longe e não se pode separar do “rompimento” entre Eduardo Campos e o Governo Federal.

    Vou fazer uma rememoração de fatos, quem sabe haja algum “jornalista investigativo” ainda capaz de seguir as pistas.

    Que, afinal, estão todas publicadas nos jornais, esperando apenas que alguém as reúna.

    Em 2008, Eduardo Campos e Paulo Roberto Costa assinaram, com direito a ampla cobertura da mídia, um acordo pelo qual a Petrobras anteciparia ao Governo de Pernambuco, R$ 475 milhões para obras de ampliação e aprofundamento de Suape, como antecipação das tarifas portuárias  que teria de pagar pelo uso futuro de suas instalações.

    Nada de errado nisso, faz parte do processo federativo delegar obras e prover recursos.

    Só que isso colocava diretamente sob o controle do Governo estadual as licitações, contratações e pagamentos, cabendo à Petrobras, simplesmente, repassar recursos à media em que o projeto avançasse, no que, em administração pública, chamamos de “cronograma físico-financeiro”.

    Mas a coisa, em Pernambuco, não andou. E só em 2011, com a interveniência da Secretaria Especial de Portos do Governo Federal – comandada, aliás, pelo PSB – foi dada a ordem de serviço para o início das obras de dragagem,festejada pelos socialistas.

    Elas foram licitadas  e contratadas com base apenas no projeto básico e tiveram um reajuste  de R$ 62 milhões no preço, de R$ 275 milhões para R$ 337 milhões.

    Em maio de 2013, a obra de dragagem  – ganha pela holandesa Van Oord – foi interrompida por falta de pagamento.

    A Secretaria de Portos da Presidência (SEP)  parou na metade o repasse de verbas, porque rejeitou as prestações de contas apresentadas pela administração do porto, ligada ao governo estadual.

    Além disso, como narrou, na época, o Estadão, “a SEP diz que os custos de mobilização e desmobilização da obra em Suape são muito superiores aos praticados em 14 portos brasileiros. O valor orçado é quase o dobro do maior preço pago em outras unidades. Gestores do porto alegam que os equipamentos usados ali são diferenciados, o que eleva os preços.

    O Governo Dilma não recuou diante das pressões de Campos pela liberação e é o próprio jornal paulista quem diz que o episódio Suape “ foi causa de embate entre Dilma e Campos”.

    E o processo avançou para o inquérito aberto pela CGU, órgão diretamente subordinado à Presidência, com base naquele antigo documento, de 2008, ” assinado pelo então diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, hoje preso no Paraná por conta de supostos desvios de recursos públicos empregados na refinaria de Abreu e Lima; o então governador de Pernambuco, Eduardo Campos, candidato do PSB à Presidência da República; e o presidente do Porto de Suape na época, Fernando Bezerra Coelho, ex-ministro de Integração Nacional no governo da presidente Dilma Rousseff, aliado de Campos e candidato ao Senado por Pernambuco”.

    Fernando Bezarra Coelho, aliás, tem irmão, cunhada e filho na lista do doleiro Albetyo Youseff.

    Todas as informações elencadas aqui são públicas e publicadas antes do acidente fatal de Eduardo Campos, que podia se defender delas.

    Restringem-se a fatos e processos administrativos e não contêm, como reclama Marina, qualquer “ilação”.

    Mas provam, de maneira inequívoca e factual como o Governo Dilma, há mais de um ano, investigava a regularidade dos negócios de Paulo Roberto Costa e, especificamente, aqueles em que teve entendimentos com o então governador de Pernambuco, Eduardo Campos.

    Como a imprensa brasileira faz política eleitoral  e não jornalismo, ainda está avaliando se “deixa” que este quebra-cabeças seja montado aos olhos de seus leitores, aguardando para ver se “interessa” ou não aos seus planos políticos.

    Mas, pessoalmente, acho que não dá para “segurar”.

    Em tempo: o amigo navegante há de se lembrar da batalha para aprovar a MP dos Portos, que o Anthony Garotinho, da tribuna da Câmara chamou de “MP dos Porcos” ou “MP do Tio Patinhas“. Lembra que o Roberto Comunista Freire, o Dudu, e o Pauzinho do Dantas se uniram para impedir que a MP fosse aprovada ? A Dilma ganhou. E vai ganhar de novo… Ah…, entendeu, Bláblá, ou precisa desenhar ? Por falar nisso: quem é o dono do jatinho ?

     

  43. Mídia pra cá, veja pra lá,

    Mídia pra cá, veja pra lá, mas essa “reportagem ” teve um aspecto muito positivo para a campanha da Dilma : deu a ela um bom pretexto para escalar o Miguel Rosseto , em quem ela confia, para coordenar a campanha. Isola, Rui Falcão .

  44. Tb acho… Se na década de 80

    Tb acho… Se na década de 80 e 90 Veja & Globo já era motivo de desconfiança, hj é fato notório! 

  45. Marina não é uma incognita é

    Marina não é uma incognita é por demais sabido que ela levará o Brasil a falencia. Nosso patrimonio será distribuido, a preço de banana as multis e um grupo de ladrões brasileiros

  46. Excelente texto sobre a Marina. O melhor resumo que li até agora

    Há um sentimento de mudança no ar. 12 anos de governo do PT desgastaram o partido na opinião pública. É natural. As contradições inevitáveis do exercício do poder, a relação com um congresso fisiológico, os interesses contrariados, os acordos inerentes à democracia, os escândalos. É mesmo surpreendente que chegue ao cabo desse período ainda como o partido de um quarto dos brasileiros e tendo o voto de metade deles.

    Nesse cenário, surge a candidatura de Marina Silva, que encarna, sem sombra de dúvidas, a mudança, como provarei com os links abaixo. A começar pela mudança do cenário eleitoral. Depois de um suspeito desastre de avião (que alguns acreditam se tratar de assassinato), Marina assumiu o lugar de Eduardo Campos como a candidata do PSB à presidência.

    O compromisso de Marina com a mudança não é recente. Ele já se deixava sentir quando ela mudou de religião há poucos anos, abandonando o catolicismo de opção pelos pobres e abraçando o fundamentalismo da Assembleia de Deus, que tem entre seus quadros Silas Malafaia eMarcos Feliciano, e acredita que discursos inflamados e emissões vocais desordenadas são manifestações do próprio Espírito de Deus.

    Depois Marina mais uma vez mudou quando saiu do PT por ter sido preterida na disputa interna do partido pela candidatura à presidência. Desde então ela iniciou um processo de mudança de crenças políticas que a tornou uma opção para os grandes meios de comunicação, os bancos e a classe média alta.

    Primeiro mudou-se para o PV, ganhou apoio do Itaú, finalmente concorreu à presidência, perdeu, mas não desanimou. Tentou mudar o então partido assumindo-lhe o controle, mas como não conseguiu, mudou de novo e tentou criar a Rede. Também não conseguiu apoio suficiente para criar um novo partido,e então mudou-se, de novo, para o PSB.

    A ecologista aproveitou a mudança e mudou-se para um apartamento em São Paulo, de um fazendeiro do DEM.

    Num golpe de sorte, também mudou de ideia na última hora e não embarcou com Eduardo no jato que o matou. Logo depois da tragédia, Marina mudou do papel de vice para o de viúva, declarando ter sido consolada da morte de Campos pela própria esposa dele. Com a má repercussão da declaração, ela mudou de postura e apareceu sorridente em seu velório posando para fotos ao lado de seu caixão.

    E a mudança não parou mais. Mudou o CNPJ da campanha para não ser responsabilizada pelas irregularidades do jato fantasma de sua campanha nem indenizar as famílias atingidas pela tragédia. A pacifista mudou seu compromisso da “Rede” que proibia os candidatos pela legenda de receber doações de indústrias de agrotóxicos, de armas e de bebidas, e compôs chapa com o deputado federal Beto Albuquerque, político integrante da “bancada da bala”, financiada pela indústria bélica. Ele também é financiado por fabricantes de bebidas e agrotóxicos.

    E mais mudança veio com um programa de governo que contrariava toda a sua história.

    Prometeu ao Brasil a volta da gestão econômica do PSDB. Mudou a sua posição contrária à independência do Banco Central para garantir o apoio dos bancos brasileiros.

    Mais do que isso, prometeu mudar a legislação trabalhista promovendo a terceirização em massa, e prometeu acabar com a obrigatoriedade de função social de parte do crédito bancário, enterrando o crédito imobiliário. Mas isso não era mudança suficiente. Depois de quatro tuítes de Silas Malafaia mudou a mudança do programa e se declarou contra o casamento gay.

    Depois de um editorial do Globo, também mudou a sua posição sobre o pré-sal, que prometera abandonar, e depois, mudou a posição sobre a energia nuclear. Depois de uma vida de batalha contra os transgênicos, Marina, pressionada pelo agronegócio, também mudou e afirmou que sua posição histórica era uma “lenda”.

    Mudou também sobre a transparência política. O ministro Palocci caiu por não revelar os nomes das empresas que contrataram seus serviços antes do governo. Mas ela hoje, candidata, se nega a dizer a origem de 1.6 milhões de seus rendimentos, e declarou um patrimônio de somente 135 mil reais ao TSE. Uma senadora da República.

    Finalmente, há três dias Marina mudou sua opinião sobre a tortura, que antes considerava crime imprescritível, e passou a ser contrária a revisão da lei de anistia.

    Na semana passada, ganhou o apoio do Clube Militar. Marina muda tanto que acabou por declarar seu programa de governo todo em processo de revisão. Isso é realmente novo na política. Ela é a primeira candidata da história do Brasil que descumpre seu programa de governo antes de chegar ao poder.

    Por tudo isso, não restam dúvidas que Marina é a candidata da mudança. Ela muda sem parar. Essa é sua “Nova Política”, uma mudança nova a cada dia. Não é possível acompanhar a labilidade de seu caráter ou de sua mente. Ou ela mente. Não importa. O que importa é que Marina representa a mudança, a mudança de um Brasil aberto e tolerante para um Brasil refém da intolerância fundamentalista, de um Brasil voltado para sanar sua dívida com seu povo pobre para um Brasil escravo de seus bancos, de um Brasil democrático para um Brasil mergulhado em crise institucional.

    Por isso eu mudei também. Entrego essa semana meu pedido de desfiliação do PSB e cerro fileiras contra essa terrível mudança que ameaça nosso país. Não é possível submeter o Brasil a essa catástrofe. Marina Silva é uma alma em liquidação. Por um bom acordo eleitoral vende qualquer convicção. Mas aproveitem logo. Essa promoção é por tempo limitado.

    Gustavo Castañon é filiado ao PSB desde 2001. Doutor em Psicologia e professor de Filosofia na Universidade Federal de Juiz de Fora.

  47. Pelo menos para o estadão, caiu a ficha,

    Em um momento de lucidez, no editorial de 7 de setembro de 2014, o estadão revela seus temores de que derrotar o PT não será tão fácil assim.

    Em um regime democrático e com eleições regulares, o partido ou os partidos vitoriosos precisam realizar um governo melhor do que o anterior, para continuar no poder ou impedir a volta dos derrotados.

    Esta aliás foi a aposta de FHC em “Lula o breve”, já que havia deixado um enorme desemprego, um salário mínimo de R$ 200,00,  uma dívida pública atrelada ao dólar, um país endividado, sem reservas Cambiais, e de joelhos diante do  FMI, certamente imaginou que seria muito difícil governar nestas condições.

    Mas foi ao contrário do que imaginou FHC, estas condições facilitaram a tarefa do Presidente Lula, já que ser pior seria difícil, e bastaria ser um pouco melhor.

    Com um pouco de sorte e muita competência, o  Presidente Lula conseguiu ser muito melhor do que FHC, reduziu o desemprego, garantiu aumentos reais ao Salário Mínimo, quitou a dívida com o FMI, desdolarizou a dívida interna, ampliou o crédito, as políticas sociais e ainda gerou milhões de empregos com carteira assinada(férias remuneradas, FGTS, licença médica remunerada, licença maternidade remunerada, aposentadoria, 13o. salário, PIS e acesso ao crédito).

    Caso o PT seja derrotado nestas eleições, o próximo governo,  qualquer que seja ele,  terá que ser muito melhor do que o Governo da Presidenta Dilma, principalmente na questão do emprego e dos salários, mas também nas questão das estatais.

    Hoje a Petrobras, o Banco do Brasil a Caixa econômica Federal estão gerando grande lucros, em caso de redução dos lucros ou de prejuízo, a sombra do PT estará presente.

    Ao menor sinal de recessão e desemprego, ou de redução das politicas sociais,  o PT se tornará quase invencível nas próximas eleições, principalmente se Lula for o candidato a Presidente.

    • Pelo menos para o estadão caiu a ficha

      Roberto, concordo com voce: Não é fácil destruir o PT pois ele é o povo.

      Muito se fala de propina, corrupção, ética. Mas quem fala, em sua grande maioria, não é quem corrompe ou quem, a todo instante, demonstra falta de ética?

      A dita classe AA, onde este Sr Paulo Cesar se incluia até pouco tempo, não aguenta mais ver o povão desembarcando a seu lado em NY. Como resistir a ver o filho de um cidadão pobre estudando num intercâmbio em Paris? Como aguentar ver que um médico, cubano, trata uma diarréia onde nunca chegou uma aspirina?

      Sim, tem corrupção em vários segmentos, mas sempre existiu. A diferença é que hoje aparece para a sociedade pois os corruptores não são acobertados pela grande mídia como era antigamente.

      Não tenho dúvida: estes grupelhos que controlam a grande mídia no Brasil tornaram-se um cancer neste país. 

  48. artigo mídia

    Gostei do artigo porque reconheceu a culpa no cartório. Ninguém mantém um diretor como este durante 8 anos numa empresa como a Petrobrás, desconhecendo suas atividades de repassador confesso de propinas para políticos. As empresas públicas sempre foram caixa de esquemas políticos envolvendo corrupção, sempre foi assim, é uma característica da nossa (des)república. Governabilidade e presidencialismo de coalizões é isto: atendimento à clientela. O PT sempre se colocou como alternativa de poder para mudar a política. Não mudou. Ser petista é fazer autocrítica. O Estado brasileiro e suas instituições mergulha em uma profunda crise. Sempre foi patrimonialista, mas hoje existe mais consciência, que explodiu nas ruas em junho de 2013. O Estado é um espaço de disputa de interesses de grupos. Marx estava certo ao criticar Hegel, o Estado jamais será o ápice da universalização no capitalismo, pois leva consigo o fetiche do dinheiro, do interesse privado. Agora, o artigo é muito esclarecedor com relação aos truques da Veja, cão de guarda do capital financeiro. 

     

  49. Faria muito sentido, mas…

    Prezado Nassif, 

    respeito muito seus artigos. Seu blog está no topo dos meus favoritos. Mas não podemos querer um governo com algumas qualidades ao mesmo tempo abrindo mão de qualquer princípio ético. Se formos cavar a fundo tudo o que há por trás do PT, incluindo o assassinato do Celso Daniel e do prefeito de Campinas Toninho, ambos as vésperas do pleito de 2002, creio que não gostaremos do que veremos. Para mim, em cargos públicos devem estar pessoas acima de qualquer suspeita. É óbvio que isto é virtualmente impossível, mas também não precisa ser o descaramento de pessoas que riem de nossa cara e riem de qualquer bom senso ao afirmar que não sabem de nada. A Dilma dizer que não desconfiava de nada, sobre o que está ocorrendo na Petrobras, mesmo com CPI sendo montada (duas) e dentro da Petrobras todos os funcionários concursados de bem sabendo que nunca se roubou tanto lá… Isto significa rir de mim, rir do povo … 

    realmente sonho com mais. sei que aqui vão me chamar de reacionário, coxinha, elite, dizer que só leio Veja, quando na verdade leio CartaCapital, o GGN, além do Estadão e um pouco de Veja, a qual não gosto, mas prefiro ler e manter meu espírito crítico. Mas da mesma forma que creio não ser a Veja jornalismo independente, vale uma reflexão também ao olharmos em volta aqui no seu site. No momento em que escrevo vejo anúncios da Caixa Econômica, Banco do Brasil e Sebrae. Eu me sentiria mais confortável se lesse seus artigos e encontrasse publicidade mais diversificada. Assim seria mais fácil crer na independência do texto. Minha opinião apenas.

    A questão e que o PT fez com que um grupo de pessoas odeiem o que chamam de elite, que na verdade é uma classe média mais abastada. o objetivo das pessoas continua sendo chegar a fazer parte desta classe média. mas uma vez que alguém chegue lá passa a ser um egoísta, liberal, etc. Mas o PT aposta nesta separação de “classes” para conseguir votos. incita o ódio. Sou totalmente a favor de uma distribuição melhor de renda, como o PT fez, e como o PSDB foi estúpido ao negligenciar. Mas não gostaria de vê risota qualquer custo. Aliás, creio que qualquer um que ganhar a eleição deverá prestar muita atenção a isto, se quiser ganhar novamente.

    Enfim, chega de ódio. Votem em quem quiser, mas não alimentem o ódio.

     

     

     

     

     

     

    • Não suporto essa trollagem nojenta

      Voce não respeita nada, seu troll coxinha sem vergonha. Assassinato de Celso Daniel? Que tal assassinato de Eduardo Campos? Voce ousaria afirmar isso? Vá destilar seu veneno seboso em outra freguesia. A proposito, foi o governo federal que mandou investigar essa merda. E Dilma não disse que “não sabia”. Essa frase nunca foi dita por ela …

  50. Na boa, comprem ouro, vão na minha nesta aqui…

    Repito post de hoje, pelo sim, pelo não, lá vai.

    Na boa, comprem ouro, vão na minha nesta aqui…

    Estratégia é quando um risco calculado encontra um palpite educado.

    O FED, aquele lá do USA vai ter de recomprar 4.3 Trilhões de Dólares,  o que  é impossível.

    Varios fatores desconectados e desconcertantes estão alinhando:

    . O Valor publicou pesquisa que o investidor físico abandonou a Bolsa, lembrem, que este 0,3% da população sempre teve boas informações, assim…

    .O relatório “O Fim do Brasil” com 23 milhões de acessos significa alguma coisa…

    .O Banco Central do Brasil partiu para o ataque, para calar as críticas…

    .Relatórios de empresas de consultoria sobre recursos naturais não renováveis apontam para sérios gargalos já em 2015….

    . O Euro é “O PROBLEMA”…

    Duvido, ó dó, que o ouro não vai disparar…

    Select ratingRuimBomMuito bomÓtimo ExcelenteRuimBomMuito bomÓtimoExcelente 

    Follow the money, follow the power.

    apagar Link permanente denunciar  responderAlexandre Weber…

    Links novo

    http://www.infobarrel.com/an_emergent_world

    http://value4risk.com/the-unknown-known-how-unwinding-4-3t/

    http://mansueto.wordpress.com/2014/09/08/peticao-s-caso-bc/

    Pessoa física em baixa na bolsa
    >
    > Por *Beatriz Cutait*
    >
    >
    >
    > O investidor pessoa física dá mostras de que está cada vez mais distante
    > do mercado acionário. Pelo menos sua participação direta nas companhias
    > expressa um vínculo mais fraco com as principais companhias da bolsa
    > brasileira. Levantamento do *Valor* realizado em parceria com a provedora
    > de informações financeira Quantum revela que 49 das 94 empresas que compõem
    > atualmente o índice IBrX, que reflete o retorno de uma carteira de 100
    > ações, viram sua base acionária formada por pessoas físicas diminuir de um
    > ano para cá.
    >
    > A Eletropaulo lidera o ranking em termos percentuais, com uma queda de 73%
    > no número de investidores individuais neste ano na comparação com a base de
    > 2013. Em seguida, aparecem BR Properties (-49,3%) e Equatorial Energia
    > (-36,6%). Chama a atenção que, da dez empresas que mais perderam pessoas
    > físicas, quatro são do setor elétrico, que costumava figurar entre os
    > preferidos pelo investidor em busca de dividendos. A perda de atratividade
    > do segmento começou em setembro de 2012, quando foi anunciado o mais
    > agressivo pacote de medidas para a redução do preço da energia já feito no
    > país, via publicação da Medida Provisória (MP) 579.
    >
    > *[image:
    > http://www.valor.com.br/sites/default/files/crop/imagecache/media_library_small_horizontal/0/18/754/494/sites/default/files/gn/14/09/arte08inv-101-fisica-d1.jpg%5D*
    > <http://www.valor.com.br/sites/default/files/gn/14/09/arte08inv-101-fisica-d1.jpg&gt;
    >

    Select ratingRuimBomMuito bomÓtimo ExcelenteRuimBomMuito bomÓtimoExcelente

     

  51. Na bandeira da Russia, o

    Na bandeira da Russia, o martelo representa as industrias,  a modelagem. A foice, a agricultura, o trabalho do seu povo na ceifagem. Por veja e cia, qual ferramenta estaria na bandeira brasileira?

  52.  
    Texto perfeito para tentar

     

    Texto perfeito para tentar entender um pouco o que se passa numa mente “esquerdopata” que usa e abusa de sofismas, má fé, argumentação inconsistente, fuga dos “xis” das questões, desvios de foco e todo tipo de “enrolation” que se pode imaginar.

    Não adianta a “imprensa vendida” enfiar goela abaixo da população enxurradas de investigações com provas, gravações de áudio, de vídeo, documentos bancários, testemunhas, delatores de dentro dos esquemas, o que for… Não importa. Para um “esquerdopata” só importa UMA coisa: tentar desacreditar quem tenta lançar alguma luz sobre os escuros e fétidos esgotos do Poder. Para eles, qualquer reportagem é tendenciosa (se não for favorável a eles e à conduta dos companheiros).

    Tenho nojo de jornalistas que não cumprem o papel básico que cabe à sua profissão: investigar e informar. É como o policial que vive do crime, o médico que vê na profissão não mais que um comércio, o advogado que se compraz em soltar marginais perigosos da cadeia pensando apenas nos honorários que terá – independente de saber que o bandido é culpado e voltará a roubar e matar. Toda profissão tem os seus “traíras de juramento”, infelizmente.

    Achei o texto desse senhor, Luis Nassif, um primor de cinismo travestido de lúcida e enfática denúncia! rs

    Parabéns, Sr. Nassif. Quem sabe um dia o seu sonho de uma imprensa isenta de interesses em uma sociedade depurada das corrupções e uma população meticulosamente programada para apenas fazer “o que é certo” – de acordo com os ditames do Grande Irmão que a tudo vê – se torne uma realidade palpável, livre desses “factóides” que tanto infestam a midia, segundo o seu primoroso pensamento….

     

    • Um perfeito direitopata

      Texto perfeito para tentar entender um pouco o que se passa numa mente “direitopata” que usa e abusa de sofismas, má fé, argumentação inconsistente, fuga dos “xis” das questões, desvios de foco e todo tipo de “enrolation” que se pode imaginar.

      Não adianta a mídia independente e alternativa demonstrar as artimanhas e denúncias vazias da mídia corporativa que só atua na defesa de seus próprios interesses e dos interesses daqueles que sempre dirigiram este país e o fizeram um dos mais desiguais e injustos do planeta… Não importa. Para um “direitopata” só importa UMA coisa: tentar desacreditar o primeiro governo que se voltou para os interesses dos mais necessitados. Para eles, qualquer reportagem de Veja, Folha, O Globo, TV Globo, Band, SBT, mesmo sem provas, com gravações de grampo sem áudio, com vídeos claramente montados, sem documentos, com testemunhas das quais nunca se fornece a identificação e partindo de delatores “premiados”, que estão jogando tudo para assegurar sua própria impunidade, que desde sempre estiveram dentro de esquemas, muitos deles nomeados em governos tucanos, anteriores à ascensão do Partido dos Trabalhadores, e o que mais for, é a mais pura verdade (desde que seja contra o governo, o Partido dos Trabalhadores e os interesses dos mais pobres).

      Tenho nojo de jornalistas que se vendem em troca das benesses que lhes oferecem seus patrões magnatas – proprietários milionários dos tais “grandes” veículos de comunicação, monopolizadores da informação e manipuladores da opinião pública em total desrespeito às concessões públicas de que desfrutam – e que desonram sua profissão: fingindo investigar e informar e apenas fazendo campanha político-partidária sórdida e completamente alheia aos verdadeiros interesses do país. São como o policial que vive do crime, o médico que vê na profissão não mais que um comércio (e, claro, é contrário a que Mais Médicos, vindos de outros países, atendam à população necessitada – onde e quando ele nunca desejou estar e servir), o advogado que se compraz em soltar marginais perigosos – muitos deles políticos “dignos” representantes da oligarquia e dos exclusivos interesses do capital – da cadeia pensando apenas nos honorários que terá – independente de saber que o bandido é culpado e voltará a roubar e corromper. Realmente, toda profissão tem os seus “traíras de juramento”, infelizmente.

      Achei o texto desse grande e respeitado jornalista, Luis Nassif, um primor de análise política e de lúcida e enfática denúncia! Bravo! É de uma Imprensa assim, com “I” maiúsculo, comprometida com a verdade, que nosso país e nossa ainda tenra e incipiente democracia precisam.

      Parabéns, Sr. Nassif. Quem sabe um dia o nosso sonho de uma imprensa não mais movida exclusivamente por interesses privados em uma sociedade depurada das corrupções e uma população educada e, de fato, bem informada – com livre acesso à informação de qualidade e plural, fornecida por uma mídia democrática e comprometida com a verdade e a diversidade de interesses, posições e pensamentos – se torne uma realidade palpável, livre desses “factóides” que tanto infestam a midia e obstam o desenvolvimento não só econômico, mas também e principalmente, social e cultural desse grande país.

    • Cara é muito bom tê-lo aqui,

      Cara é muito bom tê-lo aqui, pena que você não entendeu nada…

      continue tentando…

    • Quando não se tem argumentos

      Quando não se tem argumentos se adjetivissa o outro, típico do fascismo

      Este país e a imprensa dele tem história  embora alguns insistam em querer negar isso. Globo, Veja, Folha, não estão aí mentindo e manipulando depois que surgiu o PT, estão aí desde a época do Rubens Paiva, do Herzog, atentado Rio Centro,etc, etc. Sabemos bem como tratavam estes assuntos que agora mais de 40 anos depois começou a ficar claro para muitos “ingenuos” tudo o que mentiram e manipularam.

      “Imprensa vendida”. É isso mesmo VENDIDA, a serviço dos interesses de quem mais paga mesmo que para isso tenha que compactuar com milhares de mortes e desaparecimentos.

      Só que agora existe a internet e blogs de jornalistas com coragem que honram sua profissão e graças a eles e a própria história que as pessoas com verdadeira consciência democrática não querem se repita, revistas como a Veja estão sendo desmascaradas. VIVA A VERDADEIRA LIBERDADE DE IMPRENSA!

  53. Racismo, Preconceito.

     

      O grande problema é que a elite não aceita e nunca aceitou dividir a mesma mesa com a massa ou seja “povão”.

      A patroa está indguinada por que sua empregada está frequentando o mesmo salão de beleza que ela “patroa” frequenta.

      A empregada domestica está usando o mesmo perfume que a patroa está usando e isso é uma afronta.

      A empregada domestica agora está dando condições ao seu filho de estudar e ele ser médico e isso irrita a patroa pois ela a “patroa” acha que só quem pode ser médico é o filho dela.

     A empregada domestica está frequentando o mesmo restaurante que sua patroa frequenta e isso é inaceitavél.

    A empregada domestica está usando os mesmos produtos de limpeza de pele, cabelos, esmalto que sua patroa está usando e “ela” patro está ao ponto de explodir.

    Pois resumindo tudo que falei, isso é PRECONCEITO, RACISMO. pois a elite Brasileira não aceita que o Lula tenha dado condições para que esse classe marginalizada, sofrido, esquecida e jogada as tralhas tenham alcançada essas vitorios.

    Mas o caminho é ainda muito arduo mas temos que ser forte e fazer novamente a Dilma presidenta.

    O legado não pode parar.

     

    • Meu Deus! que alienação. E

      Meu Deus! que alienação. E ainda escreve “presidenta”.

      Se nem o português você sabe criatura, quer argumentar o que?

      • A ABL confirma o substantivo feminino ” presidenta”

        Do site da ABL: ” presidenta s.f.”. Difícil conviver com um português coloquial do que um  acadêmico, mas a ABL é guardiã da inculta e bela de OlavoBilac, e o substantivo feminino ‘presidenta’ existe sim.

        O alienado aqui é você.

  54. E os recursos financeiros da Times-Life?

    Pra entender, tudo isso é fundamental, mas nada disso é tudo (Gessinger).

    Faltou voltar às origens do negócio: TV Globo recebendo recursos, tecnologia, diretores e equipamentos de grupos norte-americanos ligados ao governo daquele país, numa época de explosão da Guerra Fria, em que a propaganda dos sistemas era a estratégia de guerra das potências.

    Por que ninguém faz as ligações óbvias: eu, por exemplo, estou querendo saber onde me alistar para ir matar os russos, de tanto ouvir a versão da TV Globo sobre o absurdo da intervenção da Rússia na questão da Ucrânia. Exatamente como aconteceu por ocasião da eleição do Obama: de tanto a Globo falar, fiquei esperando chegar o título de eleitor americano pelos Correios.

    Ora, está óbvio que a Globo é um braço de controle político-social sobre o Brasil. Como disse Henry Kissinger: “não permitiremos um outro Japão na América Latina”.

    E a editora Abril, é impressionante a sintonia das estilísticas, dos posicionamentos, dos valores e das ações em relação à Globo. Não é mera coincidência que tenham surgido na mesma época, ambas com dinheiro estrangeiro, e com o fito de suplantar os veículos de comunicação que até então dominavam (os Diários Associados, financiados com dinheiro dos interesses da Inglaterra, potência que então diminuia para o crescimento dos EEUU).

    Querer entender esses veículos de mídia apenas pelo aspecto direto de dinheiro e poder é um erro. O componente mais importante é a manipulação da sociedade e a criação do caos, da intolerância e do ódio como fatores para impedir o crescimento do país.

  55. DENUNCISMO

    O QUE EXISTE NO BRASIL PRE-ELEIÇÕES DE 2 EM 2 ANOS É A INDUSTRIA DO DENUNCISMO QUEM NÃO ACREDITA É SÓ VER POR EXEMPLO AS ATITUDES DO GILMAR MENDES EM TODAS AS ELEIÇÕES DESDE QUE FOI NOMEADO POR FHC PARA O SUPREMO.

  56. MMM = MACEDO-MORTADELA- MALAFAIA.

    Me adimira a GLOBO em troca do PERDÃO da SONEGAÇÃO FISCAL e outras BENECES, dar esse  TIRO no PEITO.

    Con MARINA no comando da  NAÇÃO, É claro que MALAFAIA terá sua REDE de TELEVISÃO.

    É o SONHO DOURADO de todo PASTOR de  DÍZIMOS.

    Com  o IBOPE da casa chegando ao sofrível, será facilmente a MORTADELA BENTA do “NOVO” SANDUÍCHE GLOBAL:

    MACEDO-MALAFAIA E MOLHO MARINA  PRA TEMPERAR…

    ALELUIA IRMÃO!!!

  57. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome